Dicionário Místico: Relatos do Patriarca Enoch

16 de abril de 2012 ·

Photobucket

Quem é o Patriarca Enoch? Segundo o "Génesis", Enoch era filho de Seth, o terceiro filho de Adão, que era seu avô. Matusalém, o filho de Enoch, é o personagem bíblico com a vida mais longa, pois viveu 969 anos. Matusalém era avô do patriarca Noé e morreu no ano do dilúvio universal. Nos tempos bíblicos, as pessoas gozavam de uma grande longevidade. Enoch, que não viveu nem sequer metade dos anos de seu filho Matusalém, também teve uma longa existência, que se estendeu por 365 anos, que é o número de dias do ano solar.

Os relatos de Enoch são conhecidos como o 'Livro de Enoch'. Nestes relatos, o patriarca relata-nos as suas visões apocalípticas, incluindo a sua visita às mansões celestiais e a rebelião de uma parte das hostes angelicais, chamados de “anjos caídos”. A sua mensagem teve tanto impacto que influenciou grandemente os autores das Epístolas de S. João e de S. Mateus, que aceitaram como legítima a sua visão apocalíptica. Enoch conta que os 'anjos caídos,' aterrados pelo que fizeram, pediram ao Patriarca que intercedesse junto do Criador. Enoch era escrivão e nessa condição, escreveu a petição dos 'anjos caídos' e leu-a várias vezes até se deixar dormir. Durante o sono teve uma visão, um sonho, em que um forte vendaval o arrebatou do local onde se encontrava e o transportou através das nuvens até ao céu. E foi assim que o Pratriarca visitou os 7 céus [hoje falaríamos em dimensões e processos de meditação].


Photobucket

O Patriarca viu que todas as manhãs Deus emitia um juízo sobre a humanidade na sua Corte Celeste, na presença de todos os seus Anjos Ministros. Na Corte Celeste só os Príncipes Angelicais que têm no seu nome as quatro letras do nome de Deus, YHVH, é que têm direito a falar. Em redor da Divina Presença estão os dois Guardiães e os dois Seres Sagrados, que são os seus conselheiros divinos.


Photobucket

Radweriel YHVH coloca nas mãos de Deus o pergaminho onde estão escritos os seus decretos, e Deus põe-nos diante dos escrivães, para que os leiam aos Celestiais. Então, Soperiel YHVH abre os livros da vida e da morte [modernamente chamaríamos de Conselho Cármico e registos akashicos].


Photobucket

Deus está vestido com uma túnica de rectidão, branca como a neve e mais resplandecente do que um milhão de sóis. [Hoje sabemos que estas visões apresentam-se para facilitar o nosso entendimento, pois Deus não é um ser, mas a Fonte de Energia que Tudo É].

Cada acção na Terra e em todo o universo é detalhada e é emitido um juízo perfeito sobre ela. O juízo de Deus é perfeito porque se compõe de Justiça, Compaixão e Verdade. A Compaixão está à sua esquerda, a Justiça à sua direita, e a Verdade em frente d’Ele, e são as três representadas pelas três colunas da Árvore da Vida.


Photobucket

O trono divino está suspenso pelas criaturas sagradas, conhecidas como Hayyoth, os Potestades, cada uma das quais o sustenta com 3 dedos. Em frente do trono celestial existe uma cortina onde estão escritas todas as gerações de seres humanos e todos os actos realizados por cada pessoa até à última geração. Isto indica que, apesar de Deus ter concedido o dom de livre arbítrio ao ser humano, devido à sua omnisciência ele parece saber quais vão ser as acções de cada pessoa durante toda a sua vida sobre a Terra. [Estudiosos de astrologia, do carma e da reencarnação: meditemos nestas palavras de Enoch].

Segundo Enoch, quando Deus se senta no Trono do Juízo, decide o que se vai passar. Os Anjos da Compaixão estão à sua direita, os Anjos da Paz estão à sua esquerda e os Anjos de Destruição estão à Sua frente. Debaixo do Trono está um escrivão, e em cima do Trono está outro.


PhotobucketPhotobucket

Os Serafins, cobertos de glória, envolvem o Trono em paredes de relâmpagos dos quatro lados, e os Ofanim cobrem as paredes como archotes de fogo. Em frente ao Trono estão as hostes celestes do Sétimo Céu, regidas por Miguel, e o seu número soma quatrocentos e noventa e seis milhares de exércitos, e cada exército contém a mesma quantidade de anjos de luz. Todos param em frente do Trono em quatro filas, com um Capitão Angelical à frente de cada fila. Todos os Anjos cantam o Triságono Divino.

Quando acabam de cantar os seus louvores, os anjos transformam-se em faíscas e chamas de luz; "milhares de milhar" adquirem forma feminina e a mesma quantidade adquire forma masculina, e todos tremem de amor e reverência diante da Glória de Deus.


Photobucket

Quando o espírito humano chega diante do Trono de Deus e recebe a sua Graça, um raio de luz surge, emitido pela Compaixão Divina, e detém-se diante d’Ele. O espírito cai imediatamente prostrado diante de Deus. Todos os Anjos da Destruição se afastam do espírito, porque este alcançou o perdão de Deus. Todos os espíritos são perdoados. Apesar de existir um equilíbrio perfeito no juízo de Deus, este inclina-se sempre para a Compaixão, porque foi sobre ela que estabeleceu o seu Trono.


Photobucket

Existem setenta e dois príncipes angelicais que carregam o nome do Criador e todos eles estão presentes em cada juízo. Metraton, que é o Príncipe Guardião deste mundo, o Senhor dos Pesos e Medidas, [encontra-se na fronteira entre o que é divino e o humano e material] também está presente, já que é quem intercede a favor da humanidade e pede a Deus misericórdia para ela.

Dedicatória: a quem ainda não desistiu de ter fé.

Texto do meu velho baú.



53 comentários:

Maria de Fátima disse...
7 de julho de 2009 às 20:33  

Olá António por momentos até pensei que me tinha enganado no blogue, lol.Depois reparei que não, estava mesmo no Cova do Urso.A minha opinião é que eu gostava mais do aspecto antigo.Beijocas grandes e fofas.

tereza disse...
7 de julho de 2009 às 20:43  

Seja de que baú for...Excelente e esclarecedor, Grande Coração.
Adorei!
Abraços

adriana disse...
7 de julho de 2009 às 20:46  

António,

Bravo!!!
Estou a aplaudir, sobretudo a dedicatória!
A&L

António Rosa, José disse...
7 de julho de 2009 às 21:16  

Mimi,

Quando dizes que gostavas do mais antigo, a que te referes? lol lol

Fiquei curioso.

Beijo

António Rosa, José disse...
7 de julho de 2009 às 21:18  

Tereza

Muito obrigado. Não me anime demasiado a ir ao baú. lol

Muito obrigado.

Abraços.

António Rosa, José disse...
7 de julho de 2009 às 21:19  

Adriana

A dedicatória - tinha que ser. Já andava aqui meio 'atravessada'.

Muito obrigado.

tereza disse...
7 de julho de 2009 às 22:05  

Mas Menino!
Vá mais vezes no baú, aqui Kanimambo!

António Rosa, José disse...
7 de julho de 2009 às 22:35  

Tereza

Kanimambo para si, também. =)

Joana disse...
7 de julho de 2009 às 22:42  

António,

O que eu aprendi hoje com este post. :)

Beijocas

Adelaide Figueiredo disse...
8 de julho de 2009 às 01:51  

António,

Já ia desligar o pc quando vi que tinha outro post.
Gostei mesmo muito.
Teve uma trabalheira a trnscrever! Comecei a ler e não fui capaz de parar.
Muito obrigada.
Vou pedir-lhe desculpa mas copiei uma imagem de um texto seu antigo do blog para colocar nun texto meu.Andei a procurar uma imagem mas não encontrei o que queria e olhe atrevi-me. Mais uma vez desculpe.
Agora vou dormir que já é tarde.

Abraço

marcelo dalla disse...
8 de julho de 2009 às 03:21  

Post maravilhoso, fantástico, glorioso!!! O que tem mais guardado nesse baú?
Amigo, o post sobre o eclipse fez sucesso. 240 visitas hoje, foi meu recorde. abraço!!!

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 07:38  

Joana,

Beijinho e obrigado pela visita.

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 07:40  

Adelaide

Muito agradecido. O tal baú que falo é, desde 1992, uma base de dados em FileMaker (primeiro na Aple até 2003 e depois em PC) de mais 2000 entradas de assuntos esotéricos como este. Infelizmente, desde 2005 que não tenho actualizado.

Essa parte das entradas transcrevi para o computador, porque antes tinha em verbetes de papel, manuscritos.

Por exemplo, o texto de hoje é um conjunto de vários verbetes em que foi necessário alinhavar e limar o texto. Tenho muitos textos assim, já preparados, pois a ideia era publicar um livro, o que nunca aconteceu, nem vai acontecer.

Use as imagens que entender do blogue. A maioria são enocntradas via Google.

Abraço

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 07:41  

Marcelo

Parabéns por essas visitas. Isso é MUITO BOM. Como geminiano, compreendo bem a sua felicidade. Fico feliz contigo.

Abraço

Marise Catrine disse...
8 de julho de 2009 às 09:56  

António,

E quel foi a parte que mais me sensibilizou?! huMMM?! A dedicatória. Maravilhoso!

Beijocas

Marta disse...
8 de julho de 2009 às 10:54  

Olá António,

Excelente!!! obrigada por explicar tão bem algo tão complexo. Obrigada por ir ao baú e por partilhar o seu conhecimento, exactamente nestes momentos de grande ascensão planetária´.
Aliás o "tal Livro" acaba por estar a ser escrito e editado ...

bjs de luz e gratidão!!!
Marta

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 11:18  

Marise

O que demonstrar teres ainda a tua fé.beijo

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 11:20  

Martinha

Muito obrigado. Outro dia fui ao teu blog e nºao consgui deixar comentários. É bom vonvivermos. beijo.

marcelo dalla disse...
8 de julho de 2009 às 11:48  

Quero muito ler o livro "As Chaves de Enoch". Vc ja leu, Antonio? Alguém leu? Abraços

Maria Paula Ribeiro disse...
8 de julho de 2009 às 11:55  

Bom dia António,

:-) Bem-haja pelo post.

Eu bem digo que somos aqui na Terra, formigas, ligados nanometricamente ao divino!

À semelhança de quando observo no microscópio, as células de um ser vivo, e dou o meu "juízo", :-)

É profundo isto! E difícil de imaginar...
kiss kiss

Marta disse...
8 de julho de 2009 às 12:06  

António,

Obrigada pela visita! vou ver o que se passa com os comentários... Ando neste momento a definir caminhos, talvez comece a sair da toca lolol...
Quanto ao livro de enoch, é um documento fantástico, repletos de simbolos e de energia...As Chaves de Enoch....

bjs de muita Luz!!!
Marta

adriana disse...
8 de julho de 2009 às 12:56  

Bom dia, António

Fico feliz com o sucesso do seu texto!
Tereza tem razão... quem sabe seja interessante tirar mais pérolas do baú.

A respeito do que Marcelo perguntou, acredito que livros como o de Enoch e Urântia, por exemplo, são para pesquisas e pesquisas e pesquisas... Não dá para ler e pronto, né não?
Até!

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...
8 de julho de 2009 às 15:03  

Antônio

Quando começei a ler pensei: "Caraca que configuração é essa que eu começo a estudar astrologia xamânica, astrologia tântrica e meu amigo aqui está indo para a Bíblia..."

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fui lendo, lendo e me maravilhando com esse seu baú... Puxa o que mais você tem escondido? Olha que se eu e o Marcelo Dalla estivermos aí vamos xeretar no seu baú com certeza... hehehehe...

É sempre muito bom vir aqui com tempo e degustar seus textos. Só não concordo com uma coisa que escreveu que é o fato de Deus não ser uma pessoa, mas até aí, beleza, nada que nos contradiza entende?

Agora, vou copiar este texto e degustá-lo mais vezes, refetir mais vezes, procura algumas bases dele e se você puder enviar alguas já de imediato agradeceria, pois EU AMEIIIII está visão angélica, enfim...

Não posto texto sem fonte, então não se preocupe amigo é todo seu o crédito e com louvor...

O considero demais e estou aqui em pura reflexão... Obrigada mais uma vez por suas pérolas do saber... Eu tenho muito ainda que aprender e para uma filósofa isso é TUDO DE BOM!!!!!!

Grande beijo!

Chris :)

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 16:05  

Marcelo

Sim, conheço (li) a obra. «O Livro do Conhecimento - As Chaves de Enoch» de J.J. Hurtak.

Deixo aqui o site para os demais leitores:

http://www.chavesdeenoch.org/

Também já fiz processos de meditação sob orientação da voz do próprio Hurtak. O querido amigo Mak também conhece.

É um assunto impressionante. Vale a pena conhecer.

Abraço

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 16:06  

Maria Paula

Hoje pareces mais sossegada. Beijinho.

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 16:09  

Marta

Eu explico o que se passa com os comentários do seu blogue: só aceita comentários dos autores do blogue.

Já me aconteceu por várias vezes, querer deixar um «alô» e receber essa mensagem.

Cá te espero assim que saires mais da toca.

Beijinho

Marta disse...
8 de julho de 2009 às 16:18  

António,

Obrigada pela dica, já está resolvido ufa!!!
Convido-o a deixar todos os olás possíveis, obrigada pela informação!!!

bjs de luz!!!
Marta

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 16:28  

Adriana,

Ainda bem que o texto está a agradar a estes amigos-leitores.

É que andamos todos tão 'felizes' ou 'infelizes' nas nossas vidinhas (as tais telinhas que vc fala) que nem nos apercebemos que a «Casa do Pai tem muitas moradas».
Desculpe a metáfora, porque tudo vai dar ao mesmo. Jesus foi o homem mais quântico que conheci. Ele é absolutamente insuperável a explicar as coisas. Ainda bem que não sou praticante de nenhuma religião.

Completamente de acordo consigo: Enoch, Urântia, Curso em Milagres, todos os Livros Sagrados, a obra do brasileiro Trigueirinho e a do português André Louro de Almeida são a primeira linha do pensamento humano avançado. A este nível incluo a Astrologia Esotérica, apenas esta.

São obras para pesquisar, sentir e voltar a pesquisar, e mais pesquisas. São fundamentais.

Depois, felizmente, a um outro nível de divulgação, temos muitas obras para serem estudadas e sentidas. O seu Manual faz parte desta lista. No entanto, tenho tendência a ser muito 'estrito' na listagem, pois incluo: Tobias, Kryon (nem todos os canais), Aurelia Jones e o seus lemurianos, e poucos mais.

Abraço

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 16:33  

Marta

Já lá deixei o meu primeiro 'olá'. Que bom, não sentir barreiras de comunicação.
Imagino que nem sabias que estava configurado assim. Assunto bem resolvido. Hoje limpámos um pequeno carma, Marta.

beijo

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 16:43  

Christiane,

Nem imagina o mque me ri com a sua primeira frase. lol lol lol

Não estou indo para a Bíblia. É ao contrário: estou vindo de lá e de outros Livros Sagrados. O eu primeiro contacto com a Bíblia foi em simultâneo com o Alcorão e eu tinha 15 anos e fui orientado pelo lado da Bíblia, pelo Padre Lopes. Do lado islâmico fui orientado por um Imã da Mesquita da Ilha de Moçambique. Foram estudos incentivados pelo meu pai, que falou com estes grandes Mestres. A minha mãe foi contra a ideia e achou que, na mesma altura, eu deveria compensar com uma aprendizagem mais 'realista', por isso arranjou-me um emprego de férias grandes (lá era inverno) e andei a carregar bilhas de gás e entregar essas encomendas. =)

Muito obrigado pelo seu comentário muito bonito.

Beijo

Fada Moranga disse...
8 de julho de 2009 às 16:49  

Pois é António, Deus sabe tudo o que vamos fazer durante a nossa vida... Está tudo nos "bonecos"!

Viva o Baú amigo!!!
Mais! Eu e a minha alminha queremos mais! :-))

Um grande bem haja e beijos***deFada

Fada Moranga disse...
8 de julho de 2009 às 16:53  

Ai o António foi um garoto do Gás? Se fosse agora ainda ia parar à capa de alguma revista sexy! :-)))

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 17:02  

Fada

Está na moda porem nas capas das revistas sexy as fotos dos entregadores de gás? Não sabia. :)

Fada Moranga disse...
8 de julho de 2009 às 17:18  

António, e porque não? Nunca viu o anúncio da rapariga do Gás? É tudo a mesma coisa!

Astrid Annabelle disse...
8 de julho de 2009 às 17:35  

António!
Maravilhoso texto...aprendi muito.
Não que não soubesse, mas todas as vezes que reencontramos um tema o aprendizado continua!
Estou a mais de um ano querendo o livro "As chaves de Enoch"...está chegando perto o momento de adquirí-lo...
Traga mais do seu baú!!! São sempre grandes tesouros!!!
Um beijo.
Astrid Annabelle
P.S. - não estranhe se eu não vier com a freqüência habitual...estou em meio à mudança de casa!!!

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 17:43  

Astrid

Há 3 minutos estive no seu blogue e pensei: «como estarão as mudanças de casa?»

Tudo de bom.

Shin Tau disse...
8 de julho de 2009 às 19:19  

António,

adorei, adorei, adorei!!! A descrição que fazes está tão pormenorizada que quase fiz uma meditação!

É assim que vejo também o funcionamento do Uno ;) Lindo!

E a dedicatória...bem hajas, como diz a Fadinha Mágica!!!

Beijocas

António Rosa, José disse...
8 de julho de 2009 às 20:02  

Shin Tau

Obrigado pelas tuas palavras. Fico feliz em saber que somos alguns os que queremos sentir este lado da Vida.

Gostei muito do tema dos livros de auto-ajuda e pensamento positivo do DezMisfificar.

Já agora deixo o link para quem quiser ir:

http://dezmistificando.blogspot.com/2009/07/primeira-duvida.html

beijo

Maria de Fátima disse...
8 de julho de 2009 às 21:53  

António eu referia-me ao aspecto do blogue, porque ontem quando cá vim ele estava completamente diferente, percebes?Hoje já está normal, lol.Agora vou ler com atenção este post.Beijocas grandes e fofas.

Maria de Fátima disse...
8 de julho de 2009 às 22:05  

Olá querido Ursito eu gostei muito de ler este post e adorei a dedicatória "a quem ainda não desistiu de ter fé".Beijocas grandes e fofas.

adriana disse...
9 de julho de 2009 às 02:57  

António,
Sigo aprendendo a me ouvir-nos.
Obrigada!

António Rosa, José disse...
9 de julho de 2009 às 09:05  

Fátima

Agradecido pelo feedback. Bom dia.

António Rosa, José disse...
9 de julho de 2009 às 09:05  

Adriana

Essa é aúnica aprendizagem. Vc está muito à frente!

Marta disse...
9 de julho de 2009 às 11:11  

António,

Obrigada pela limpeza cármica e logo na comunicação, para alguém que tem mércurio conjunto ao sol e marte em gémeos na casa III era algo importante a fazer....

bjs de luz!!!
Marta

António Rosa, José disse...
9 de julho de 2009 às 12:55  

Marta
A limpeza foi mútua. Beijo.

Castelo de Asgard disse...
10 de julho de 2009 às 08:59  

Ai a Fé... ainda não decidi quem tem mais, se é aquele que segue a Deus porque acredita ou se é aquele que procura Deus porque não acredita.

António Rosa, José disse...
10 de julho de 2009 às 09:32  

Castelo

Você definiu a palavra-chave: 'acreditar'.

Não vejo a fé como uma 'crença'.

A fé, é algo maior, que Santo Agostinho define muito bem.

Abraço

Prometeu1 disse...
10 de julho de 2009 às 16:25  

Oi Antonio gostei :))

Bom uma pergunta já ta meio respondida rsrsssrsrsr “Os deuses pra vc=fonte/s de energia).... energia em si...

(Eu acho essa descrição perfeita.Mas se deus não é um ser e sim fonte de energia.Onde estaria a moralidade dele? Coisas como compaixão,justiça,caridade ...

Não seria deus amoral?? rsrsrsrsrs...Talvez consciente como a própria natureza o é.Mas sem valores e virtudes humanas. )

Essa do livre arbítrio x futuro escrito.Inicialmente foi um problema pra mim com relação a Astrologia...Até que eu percebi que a única coisa que poderia esta escrita é o “conjunto de possibilidades”.Cada pessoa escolhe e constroe seu próprio caminho.Mas há um número enorme porém finito escolha possíveis.A cada sim e a cada não...a cada escolha vc vai pintando o seu quadro de possibilidades com o que de fato será sua vida.

A Astrologia abarca esse grande quadro.Mas nunca poderá prevê como o pintaremos

abraçÃO

Anónimo disse...
10 de julho de 2009 às 19:21  

Exmo. Sr. António Rosa,

E um blog com essas entradas só com essas entradas?

Abraço,
Fred

António Rosa, José disse...
10 de julho de 2009 às 19:39  

Exmo Sr Fred

Já viu como a vida anda meio complicada? Só essas entradas...

:)

Terça-feira teremos a entrevista da Magda, aqui no blogue.

António Rosa, José disse...
10 de julho de 2009 às 19:40  

Voolivre

'Moralidade' é coisa de humanos como nós, para sabermos como seguir um rumo positivo.

lol

Anónimo disse...
20 de fevereiro de 2010 às 17:31  

Antônio,
achei o seu "post" por acaso! Não que não o achei interessante, fico imaginando que talvez vc esteja anos luz de onde me permito ficar. O tema do texto era algo que procurava, suas palavras são belas, mas sinto que melhor que o livro " As chaves de Enoch" - se me concede o comentário - é na Biblia e dentro de nós que estão as respostas. Será que estou muito enganada?É apenas uma observação pessoal e o efeito de tudo que escreveu, provocou em mim.
Sinto que a sua fé é legitima.
Paz em cristo!

Fátima disse...
16 de abril de 2012 às 14:36  

Oh sodade do cê!!!!
Bjs.

16 de abril de 2012

Dicionário Místico: Relatos do Patriarca Enoch

Photobucket

Quem é o Patriarca Enoch? Segundo o "Génesis", Enoch era filho de Seth, o terceiro filho de Adão, que era seu avô. Matusalém, o filho de Enoch, é o personagem bíblico com a vida mais longa, pois viveu 969 anos. Matusalém era avô do patriarca Noé e morreu no ano do dilúvio universal. Nos tempos bíblicos, as pessoas gozavam de uma grande longevidade. Enoch, que não viveu nem sequer metade dos anos de seu filho Matusalém, também teve uma longa existência, que se estendeu por 365 anos, que é o número de dias do ano solar.

Os relatos de Enoch são conhecidos como o 'Livro de Enoch'. Nestes relatos, o patriarca relata-nos as suas visões apocalípticas, incluindo a sua visita às mansões celestiais e a rebelião de uma parte das hostes angelicais, chamados de “anjos caídos”. A sua mensagem teve tanto impacto que influenciou grandemente os autores das Epístolas de S. João e de S. Mateus, que aceitaram como legítima a sua visão apocalíptica. Enoch conta que os 'anjos caídos,' aterrados pelo que fizeram, pediram ao Patriarca que intercedesse junto do Criador. Enoch era escrivão e nessa condição, escreveu a petição dos 'anjos caídos' e leu-a várias vezes até se deixar dormir. Durante o sono teve uma visão, um sonho, em que um forte vendaval o arrebatou do local onde se encontrava e o transportou através das nuvens até ao céu. E foi assim que o Pratriarca visitou os 7 céus [hoje falaríamos em dimensões e processos de meditação].


Photobucket

O Patriarca viu que todas as manhãs Deus emitia um juízo sobre a humanidade na sua Corte Celeste, na presença de todos os seus Anjos Ministros. Na Corte Celeste só os Príncipes Angelicais que têm no seu nome as quatro letras do nome de Deus, YHVH, é que têm direito a falar. Em redor da Divina Presença estão os dois Guardiães e os dois Seres Sagrados, que são os seus conselheiros divinos.


Photobucket

Radweriel YHVH coloca nas mãos de Deus o pergaminho onde estão escritos os seus decretos, e Deus põe-nos diante dos escrivães, para que os leiam aos Celestiais. Então, Soperiel YHVH abre os livros da vida e da morte [modernamente chamaríamos de Conselho Cármico e registos akashicos].


Photobucket

Deus está vestido com uma túnica de rectidão, branca como a neve e mais resplandecente do que um milhão de sóis. [Hoje sabemos que estas visões apresentam-se para facilitar o nosso entendimento, pois Deus não é um ser, mas a Fonte de Energia que Tudo É].

Cada acção na Terra e em todo o universo é detalhada e é emitido um juízo perfeito sobre ela. O juízo de Deus é perfeito porque se compõe de Justiça, Compaixão e Verdade. A Compaixão está à sua esquerda, a Justiça à sua direita, e a Verdade em frente d’Ele, e são as três representadas pelas três colunas da Árvore da Vida.


Photobucket

O trono divino está suspenso pelas criaturas sagradas, conhecidas como Hayyoth, os Potestades, cada uma das quais o sustenta com 3 dedos. Em frente do trono celestial existe uma cortina onde estão escritas todas as gerações de seres humanos e todos os actos realizados por cada pessoa até à última geração. Isto indica que, apesar de Deus ter concedido o dom de livre arbítrio ao ser humano, devido à sua omnisciência ele parece saber quais vão ser as acções de cada pessoa durante toda a sua vida sobre a Terra. [Estudiosos de astrologia, do carma e da reencarnação: meditemos nestas palavras de Enoch].

Segundo Enoch, quando Deus se senta no Trono do Juízo, decide o que se vai passar. Os Anjos da Compaixão estão à sua direita, os Anjos da Paz estão à sua esquerda e os Anjos de Destruição estão à Sua frente. Debaixo do Trono está um escrivão, e em cima do Trono está outro.


PhotobucketPhotobucket

Os Serafins, cobertos de glória, envolvem o Trono em paredes de relâmpagos dos quatro lados, e os Ofanim cobrem as paredes como archotes de fogo. Em frente ao Trono estão as hostes celestes do Sétimo Céu, regidas por Miguel, e o seu número soma quatrocentos e noventa e seis milhares de exércitos, e cada exército contém a mesma quantidade de anjos de luz. Todos param em frente do Trono em quatro filas, com um Capitão Angelical à frente de cada fila. Todos os Anjos cantam o Triságono Divino.

Quando acabam de cantar os seus louvores, os anjos transformam-se em faíscas e chamas de luz; "milhares de milhar" adquirem forma feminina e a mesma quantidade adquire forma masculina, e todos tremem de amor e reverência diante da Glória de Deus.


Photobucket

Quando o espírito humano chega diante do Trono de Deus e recebe a sua Graça, um raio de luz surge, emitido pela Compaixão Divina, e detém-se diante d’Ele. O espírito cai imediatamente prostrado diante de Deus. Todos os Anjos da Destruição se afastam do espírito, porque este alcançou o perdão de Deus. Todos os espíritos são perdoados. Apesar de existir um equilíbrio perfeito no juízo de Deus, este inclina-se sempre para a Compaixão, porque foi sobre ela que estabeleceu o seu Trono.


Photobucket

Existem setenta e dois príncipes angelicais que carregam o nome do Criador e todos eles estão presentes em cada juízo. Metraton, que é o Príncipe Guardião deste mundo, o Senhor dos Pesos e Medidas, [encontra-se na fronteira entre o que é divino e o humano e material] também está presente, já que é quem intercede a favor da humanidade e pede a Deus misericórdia para ela.

Dedicatória: a quem ainda não desistiu de ter fé.

Texto do meu velho baú.



53 comentários:

Maria de Fátima disse...

Olá António por momentos até pensei que me tinha enganado no blogue, lol.Depois reparei que não, estava mesmo no Cova do Urso.A minha opinião é que eu gostava mais do aspecto antigo.Beijocas grandes e fofas.

tereza disse...

Seja de que baú for...Excelente e esclarecedor, Grande Coração.
Adorei!
Abraços

adriana disse...

António,

Bravo!!!
Estou a aplaudir, sobretudo a dedicatória!
A&L

António Rosa, José disse...

Mimi,

Quando dizes que gostavas do mais antigo, a que te referes? lol lol

Fiquei curioso.

Beijo

António Rosa, José disse...

Tereza

Muito obrigado. Não me anime demasiado a ir ao baú. lol

Muito obrigado.

Abraços.

António Rosa, José disse...

Adriana

A dedicatória - tinha que ser. Já andava aqui meio 'atravessada'.

Muito obrigado.

tereza disse...

Mas Menino!
Vá mais vezes no baú, aqui Kanimambo!

António Rosa, José disse...

Tereza

Kanimambo para si, também. =)

Joana disse...

António,

O que eu aprendi hoje com este post. :)

Beijocas

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Já ia desligar o pc quando vi que tinha outro post.
Gostei mesmo muito.
Teve uma trabalheira a trnscrever! Comecei a ler e não fui capaz de parar.
Muito obrigada.
Vou pedir-lhe desculpa mas copiei uma imagem de um texto seu antigo do blog para colocar nun texto meu.Andei a procurar uma imagem mas não encontrei o que queria e olhe atrevi-me. Mais uma vez desculpe.
Agora vou dormir que já é tarde.

Abraço

marcelo dalla disse...

Post maravilhoso, fantástico, glorioso!!! O que tem mais guardado nesse baú?
Amigo, o post sobre o eclipse fez sucesso. 240 visitas hoje, foi meu recorde. abraço!!!

António Rosa, José disse...

Joana,

Beijinho e obrigado pela visita.

António Rosa, José disse...

Adelaide

Muito agradecido. O tal baú que falo é, desde 1992, uma base de dados em FileMaker (primeiro na Aple até 2003 e depois em PC) de mais 2000 entradas de assuntos esotéricos como este. Infelizmente, desde 2005 que não tenho actualizado.

Essa parte das entradas transcrevi para o computador, porque antes tinha em verbetes de papel, manuscritos.

Por exemplo, o texto de hoje é um conjunto de vários verbetes em que foi necessário alinhavar e limar o texto. Tenho muitos textos assim, já preparados, pois a ideia era publicar um livro, o que nunca aconteceu, nem vai acontecer.

Use as imagens que entender do blogue. A maioria são enocntradas via Google.

Abraço

António Rosa, José disse...

Marcelo

Parabéns por essas visitas. Isso é MUITO BOM. Como geminiano, compreendo bem a sua felicidade. Fico feliz contigo.

Abraço

Marise Catrine disse...

António,

E quel foi a parte que mais me sensibilizou?! huMMM?! A dedicatória. Maravilhoso!

Beijocas

Marta disse...

Olá António,

Excelente!!! obrigada por explicar tão bem algo tão complexo. Obrigada por ir ao baú e por partilhar o seu conhecimento, exactamente nestes momentos de grande ascensão planetária´.
Aliás o "tal Livro" acaba por estar a ser escrito e editado ...

bjs de luz e gratidão!!!
Marta

António Rosa, José disse...

Marise

O que demonstrar teres ainda a tua fé.beijo

António Rosa, José disse...

Martinha

Muito obrigado. Outro dia fui ao teu blog e nºao consgui deixar comentários. É bom vonvivermos. beijo.

marcelo dalla disse...

Quero muito ler o livro "As Chaves de Enoch". Vc ja leu, Antonio? Alguém leu? Abraços

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia António,

:-) Bem-haja pelo post.

Eu bem digo que somos aqui na Terra, formigas, ligados nanometricamente ao divino!

À semelhança de quando observo no microscópio, as células de um ser vivo, e dou o meu "juízo", :-)

É profundo isto! E difícil de imaginar...
kiss kiss

Marta disse...

António,

Obrigada pela visita! vou ver o que se passa com os comentários... Ando neste momento a definir caminhos, talvez comece a sair da toca lolol...
Quanto ao livro de enoch, é um documento fantástico, repletos de simbolos e de energia...As Chaves de Enoch....

bjs de muita Luz!!!
Marta

adriana disse...

Bom dia, António

Fico feliz com o sucesso do seu texto!
Tereza tem razão... quem sabe seja interessante tirar mais pérolas do baú.

A respeito do que Marcelo perguntou, acredito que livros como o de Enoch e Urântia, por exemplo, são para pesquisas e pesquisas e pesquisas... Não dá para ler e pronto, né não?
Até!

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...

Antônio

Quando começei a ler pensei: "Caraca que configuração é essa que eu começo a estudar astrologia xamânica, astrologia tântrica e meu amigo aqui está indo para a Bíblia..."

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fui lendo, lendo e me maravilhando com esse seu baú... Puxa o que mais você tem escondido? Olha que se eu e o Marcelo Dalla estivermos aí vamos xeretar no seu baú com certeza... hehehehe...

É sempre muito bom vir aqui com tempo e degustar seus textos. Só não concordo com uma coisa que escreveu que é o fato de Deus não ser uma pessoa, mas até aí, beleza, nada que nos contradiza entende?

Agora, vou copiar este texto e degustá-lo mais vezes, refetir mais vezes, procura algumas bases dele e se você puder enviar alguas já de imediato agradeceria, pois EU AMEIIIII está visão angélica, enfim...

Não posto texto sem fonte, então não se preocupe amigo é todo seu o crédito e com louvor...

O considero demais e estou aqui em pura reflexão... Obrigada mais uma vez por suas pérolas do saber... Eu tenho muito ainda que aprender e para uma filósofa isso é TUDO DE BOM!!!!!!

Grande beijo!

Chris :)

António Rosa, José disse...

Marcelo

Sim, conheço (li) a obra. «O Livro do Conhecimento - As Chaves de Enoch» de J.J. Hurtak.

Deixo aqui o site para os demais leitores:

http://www.chavesdeenoch.org/

Também já fiz processos de meditação sob orientação da voz do próprio Hurtak. O querido amigo Mak também conhece.

É um assunto impressionante. Vale a pena conhecer.

Abraço

António Rosa, José disse...

Maria Paula

Hoje pareces mais sossegada. Beijinho.

António Rosa, José disse...

Marta

Eu explico o que se passa com os comentários do seu blogue: só aceita comentários dos autores do blogue.

Já me aconteceu por várias vezes, querer deixar um «alô» e receber essa mensagem.

Cá te espero assim que saires mais da toca.

Beijinho

Marta disse...

António,

Obrigada pela dica, já está resolvido ufa!!!
Convido-o a deixar todos os olás possíveis, obrigada pela informação!!!

bjs de luz!!!
Marta

António Rosa, José disse...

Adriana,

Ainda bem que o texto está a agradar a estes amigos-leitores.

É que andamos todos tão 'felizes' ou 'infelizes' nas nossas vidinhas (as tais telinhas que vc fala) que nem nos apercebemos que a «Casa do Pai tem muitas moradas».
Desculpe a metáfora, porque tudo vai dar ao mesmo. Jesus foi o homem mais quântico que conheci. Ele é absolutamente insuperável a explicar as coisas. Ainda bem que não sou praticante de nenhuma religião.

Completamente de acordo consigo: Enoch, Urântia, Curso em Milagres, todos os Livros Sagrados, a obra do brasileiro Trigueirinho e a do português André Louro de Almeida são a primeira linha do pensamento humano avançado. A este nível incluo a Astrologia Esotérica, apenas esta.

São obras para pesquisar, sentir e voltar a pesquisar, e mais pesquisas. São fundamentais.

Depois, felizmente, a um outro nível de divulgação, temos muitas obras para serem estudadas e sentidas. O seu Manual faz parte desta lista. No entanto, tenho tendência a ser muito 'estrito' na listagem, pois incluo: Tobias, Kryon (nem todos os canais), Aurelia Jones e o seus lemurianos, e poucos mais.

Abraço

António Rosa, José disse...

Marta

Já lá deixei o meu primeiro 'olá'. Que bom, não sentir barreiras de comunicação.
Imagino que nem sabias que estava configurado assim. Assunto bem resolvido. Hoje limpámos um pequeno carma, Marta.

beijo

António Rosa, José disse...

Christiane,

Nem imagina o mque me ri com a sua primeira frase. lol lol lol

Não estou indo para a Bíblia. É ao contrário: estou vindo de lá e de outros Livros Sagrados. O eu primeiro contacto com a Bíblia foi em simultâneo com o Alcorão e eu tinha 15 anos e fui orientado pelo lado da Bíblia, pelo Padre Lopes. Do lado islâmico fui orientado por um Imã da Mesquita da Ilha de Moçambique. Foram estudos incentivados pelo meu pai, que falou com estes grandes Mestres. A minha mãe foi contra a ideia e achou que, na mesma altura, eu deveria compensar com uma aprendizagem mais 'realista', por isso arranjou-me um emprego de férias grandes (lá era inverno) e andei a carregar bilhas de gás e entregar essas encomendas. =)

Muito obrigado pelo seu comentário muito bonito.

Beijo

Fada Moranga disse...

Pois é António, Deus sabe tudo o que vamos fazer durante a nossa vida... Está tudo nos "bonecos"!

Viva o Baú amigo!!!
Mais! Eu e a minha alminha queremos mais! :-))

Um grande bem haja e beijos***deFada

Fada Moranga disse...

Ai o António foi um garoto do Gás? Se fosse agora ainda ia parar à capa de alguma revista sexy! :-)))

António Rosa, José disse...

Fada

Está na moda porem nas capas das revistas sexy as fotos dos entregadores de gás? Não sabia. :)

Fada Moranga disse...

António, e porque não? Nunca viu o anúncio da rapariga do Gás? É tudo a mesma coisa!

Astrid Annabelle disse...

António!
Maravilhoso texto...aprendi muito.
Não que não soubesse, mas todas as vezes que reencontramos um tema o aprendizado continua!
Estou a mais de um ano querendo o livro "As chaves de Enoch"...está chegando perto o momento de adquirí-lo...
Traga mais do seu baú!!! São sempre grandes tesouros!!!
Um beijo.
Astrid Annabelle
P.S. - não estranhe se eu não vier com a freqüência habitual...estou em meio à mudança de casa!!!

António Rosa, José disse...

Astrid

Há 3 minutos estive no seu blogue e pensei: «como estarão as mudanças de casa?»

Tudo de bom.

Shin Tau disse...

António,

adorei, adorei, adorei!!! A descrição que fazes está tão pormenorizada que quase fiz uma meditação!

É assim que vejo também o funcionamento do Uno ;) Lindo!

E a dedicatória...bem hajas, como diz a Fadinha Mágica!!!

Beijocas

António Rosa, José disse...

Shin Tau

Obrigado pelas tuas palavras. Fico feliz em saber que somos alguns os que queremos sentir este lado da Vida.

Gostei muito do tema dos livros de auto-ajuda e pensamento positivo do DezMisfificar.

Já agora deixo o link para quem quiser ir:

http://dezmistificando.blogspot.com/2009/07/primeira-duvida.html

beijo

Maria de Fátima disse...

António eu referia-me ao aspecto do blogue, porque ontem quando cá vim ele estava completamente diferente, percebes?Hoje já está normal, lol.Agora vou ler com atenção este post.Beijocas grandes e fofas.

Maria de Fátima disse...

Olá querido Ursito eu gostei muito de ler este post e adorei a dedicatória "a quem ainda não desistiu de ter fé".Beijocas grandes e fofas.

adriana disse...

António,
Sigo aprendendo a me ouvir-nos.
Obrigada!

António Rosa, José disse...

Fátima

Agradecido pelo feedback. Bom dia.

António Rosa, José disse...

Adriana

Essa é aúnica aprendizagem. Vc está muito à frente!

Marta disse...

António,

Obrigada pela limpeza cármica e logo na comunicação, para alguém que tem mércurio conjunto ao sol e marte em gémeos na casa III era algo importante a fazer....

bjs de luz!!!
Marta

António Rosa, José disse...

Marta
A limpeza foi mútua. Beijo.

Castelo de Asgard disse...

Ai a Fé... ainda não decidi quem tem mais, se é aquele que segue a Deus porque acredita ou se é aquele que procura Deus porque não acredita.

António Rosa, José disse...

Castelo

Você definiu a palavra-chave: 'acreditar'.

Não vejo a fé como uma 'crença'.

A fé, é algo maior, que Santo Agostinho define muito bem.

Abraço

Prometeu1 disse...

Oi Antonio gostei :))

Bom uma pergunta já ta meio respondida rsrsssrsrsr “Os deuses pra vc=fonte/s de energia).... energia em si...

(Eu acho essa descrição perfeita.Mas se deus não é um ser e sim fonte de energia.Onde estaria a moralidade dele? Coisas como compaixão,justiça,caridade ...

Não seria deus amoral?? rsrsrsrsrs...Talvez consciente como a própria natureza o é.Mas sem valores e virtudes humanas. )

Essa do livre arbítrio x futuro escrito.Inicialmente foi um problema pra mim com relação a Astrologia...Até que eu percebi que a única coisa que poderia esta escrita é o “conjunto de possibilidades”.Cada pessoa escolhe e constroe seu próprio caminho.Mas há um número enorme porém finito escolha possíveis.A cada sim e a cada não...a cada escolha vc vai pintando o seu quadro de possibilidades com o que de fato será sua vida.

A Astrologia abarca esse grande quadro.Mas nunca poderá prevê como o pintaremos

abraçÃO

Anónimo disse...

Exmo. Sr. António Rosa,

E um blog com essas entradas só com essas entradas?

Abraço,
Fred

António Rosa, José disse...

Exmo Sr Fred

Já viu como a vida anda meio complicada? Só essas entradas...

:)

Terça-feira teremos a entrevista da Magda, aqui no blogue.

António Rosa, José disse...

Voolivre

'Moralidade' é coisa de humanos como nós, para sabermos como seguir um rumo positivo.

lol

Anónimo disse...

Antônio,
achei o seu "post" por acaso! Não que não o achei interessante, fico imaginando que talvez vc esteja anos luz de onde me permito ficar. O tema do texto era algo que procurava, suas palavras são belas, mas sinto que melhor que o livro " As chaves de Enoch" - se me concede o comentário - é na Biblia e dentro de nós que estão as respostas. Será que estou muito enganada?É apenas uma observação pessoal e o efeito de tudo que escreveu, provocou em mim.
Sinto que a sua fé é legitima.
Paz em cristo!

Fátima disse...

Oh sodade do cê!!!!
Bjs.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates