Entrevista a Paulo Braccini, do 'Enfim! é o que tem para hoje' - Anel do Coração

7 de dezembro de 2010 ·

Paulo Braccini
«Enfim! é o que tem para hoje»
http://paulobraccini-filosofo.blogspot.com/
Blogue nascido a 19 Julho 2007, às 22:36

Paulo Braccini formado em filosofia, história e medicina veterinária, tem uma bagagem para muito mais entrevista. É autor do «Enfim! é o que tem para hoje», para mim, dos mais cultos, divertidos, informados e emocionantes bloguistas, que conheço, fazendo do seu espaço, o «Enfim! é o que tem para hoje», um «cult blog». Há sempre uma frescura e um olhar transparente, uma leveza em simultâneo com uma sabedoria imensa. Carismático. Amar a vida, é o seu centro. Um intelectual que não tem medo de soltar as emoções. Temas recorrentes do blogue do Paulo Braccini: amigos, blog, cinema, criatividade, do seu Amor, filosofia, gay cult, história, humor, literatura, música, política, sonhos e delírio. Muito agradecido por poder aprender consigo. Gosto de ti.

Textos tirados do seu blogue:
«Em um eu sinto o buscar-se; noutro, nada além do ir-se. Naquele, o multiplicar-se; nesse, o afã de dividir-se. Um inteira-se ao partir-se, faz do fim o eternizar-se; se um eu só é ao dar-se, outro o é ao consumir-se. Um é do outro o disfarce, se o outro em um traduzir-se. Sou mais versão do que fato, bem mais talvez que decerto; indecifrável retrato, num álbum jamais aberto. Nunca fui Sol, só deserto. Só fui supérfluo e aparato. Trago um discurso barato onde me finjo liberto. Solenemente abstrato, sou bem mais longe que perto.»

«ando a procurar em mim, maiores espaços para olhar, para ver a beleza sem reservas, que pode estar além dos meus olhos...»

«Quero deixar que a vida me arraste. Tornar-me leve o bastante para ir no vento ou fluir como o rio. Vou então aos poucos me ensinando a viver em perspectivas de infinito, sem estar me debatendo nos limites das situações. Por isto, ando a procurar em mim, maiores espaços para olhar, para ver a beleza sem reservas, que pode estar além dos meus olhos.»  

Paulo Braccini em entrevista falada ao blogue «Yag». Vale a pena ouvir.





Olá Paulo, é um prazer fazer-lhe esta entrevista. Muitos conhecemos o seu blogue «Enfim! é o que tem para hoje». A sua actividade também é muito admirada por muitos de nós. Por mim, desde logo, ao ponto de o classificar como «cult blog», dos pouquíssimos que conheço na blogosfera. Pode descrever a natureza do seu blogue? Quando e como começou esta sua actividade e por quê?

Querido amigo Antônio. É um prazer enorme e, ao mesmo tempo, uma honra poder vivenciar esta experiência contigo e me desnudar para os seus leitores.

O “Enfim! é o que tem para hoje...” nasceu tão somente como um espaço onde eu pudesse colocar algumas poucas coisas que eu havia escrito ao longo de minha vida. Nada literário, mas algumas manifestações esparsas de momentos meus.  Postei todos de uma tacada só e, o blog ficou nisto durante alguns meses. Uns três meses eu acho. Durante este tempo eu virei leitor contumaz de outros blogs o que me deu vontade de dar sequência ao meu. A natureza dele deu definiu como sendo um espaço onde eu publicaria coisas que eu vi, li, ouvi ou assisti, mas que, fundamentalmente  dissessem um pouco de mim. Seria o espelho de minha alma e do meu ser sob a ótica e a manifestação de outros. Além disto, um espaço onde eu pudesse de alguma forma, militar a favor da causa GAY.

Fale-nos um pouco sobre você, o autor do blogue, o que o faz mover, os seus interesses, o que o deixa feliz? Esteja à vontade para comentar aquilo que lhe parecer mais adequado.

Sou uma pessoa simples, que desde cedo buscou suas próprias verdades e seus próprios valores. Isto sempre me fez mover, sempre se constituíram em meus interesses maiores de vida. O que me deixa feliz são as relações humanas, a afetividade entre as pessoas, o intercâmbio de idéias e opiniões, a solidariedade, tudo na vida que possa ser permeado pelos sentimentos e pelas emoções. Também a possibilidade de poder passar a minha experiência de luta pessoal, minhas conquistas, minha maneira de pensar, ver, sentir e vivenciar o universo da homossexualidade para os jovens que, como eu, um dia tiveram que enfrentar a luta de se assumirem como tal dentro de uma realidade social machista e preconceituosa.

O que dá mais importância no seu blogue? E por quê?

A VERDADE. Não a verdade pronta e estabelecida pela cultura, mas aquela construída pela vivência original de minha vida. Uma verdade sentida e experienciada de forma crítica, lúcida, racional, mas também permeada pela emoção de viver a vida de forma plena e abundante.

Com qual frequência você escreve? Ao ler o seu blogue, senti que deixa fluir os posts, e vai publicando conforme vai vivenciando as circunstâncias do seu dia-a-dia. Pode falar um pouco sobre isto?

Sim. Sua percepção está correta. Tenho sido constante em minhas postagens. Praticamente são postagens diárias, mas, sempre, segundo as circunstâncias do meu dia-a-dia. Sou movido pelo presente, sempre respaldado  pelo vivido no passado e projetado para o futuro.

É o 'conhecimento' ou o 'gosto' pelo assunto, o que vale mais na criação de posts de um blogue como o seu? Pode comentar?

O conhecimento é a mola que impulsiona o blog. Na grande maioria das vezes as coisas que eu gosto, mas, por vezes também coisas que não gosto ou que me perturbam. Neste caso são postagens de desabafo ou de protesto.

Usa das técnicas tão comuns hoje em dia, para ter mais visitas? E funcionam?  O seu template é simples, de fácil visualização, em que na barra lateral prefere focar a informação e quase que não usa aqueles acessórios que se usam muito. Não os considera úteis?

No princípio até utilizei de tais artifícios, mas, aos poucos me dei conta que isto não era algo digno de importância. Além do mais, alguns leitores reclamaram que o blog se mostrava pesado para carregar. Fui abolindo todos estes penduricalhos até chegar à atual formatação, focada na informação do que efetivamente possa interessar e facilitar a percepção e a navegação dos leitores. Outro aspecto que percebi também foi que, mais importante que o número de visitas, era a fidelidade de leitores que, com o tempo, se tornam amigos virtuais e alguns até mesmo amigos reais.

Eu sei que você visita outros blogues. Esta é a parte da pergunta em que você pode homenagear os blogues que mais aprecia. Por favor, indique alguns que mais gosta e porque são do seu agrado?

Querido amigo, com esta pergunta você me colocou em uma verdadeira saia justa. Gostaria de poder citar e relacionar aqui todos os blogs do meu sidebar, mas isto se configura como algo impraticável face ao número de blogs que efetivamente eu frequento e sigo com fidelidade quase canina. Além disto, citar alguns eu cometeria uma grave injustiça com os demais. Tenho por princípio blogueiro só linkar em minha barra lateral os blogs que gosto e que, como disse sou fiel leitor. Os demais eu posso até gostar e freqüentar, mas isto se dá de forma aleatória e esporádica. Sou humano e infelizmente limitado pelo tempo para poder ampliar mais e mais meu universo de experiências e vivências na blogosfera. Rendo aqui minhas homenagens e recomendo a todos que se interessarem, uma rápida visita aos meus amigos relacionados no item “Por onde ando” lá no “Enfim, é o que tem pra hoje...”

Tem tido a oportunidade de conhecer pessoalmente outros bloguistas? Não se acanhe e diga os blogues deles, por favor. Quer contar alguma ocorrência especial nesses encontros pessoais?

Este é o ponto mais gratificante de minha experiência blogueira. Confesso que sempre direcionei minhas relações para esta finalidade. Poder criar laços de efetiva e profunda amizade que transcendesse a virtualidade e pudesse criar vínculos no mundo real. Conheci sim, alguns blogueiros, e isto se constitui uma experiência ímpar. Fui extremamente feliz em todas as oportunidades em que isto se concretizou.

Conhecer pessoalmente, ver, tocar, ouvir diretamente o SER que se coloca por detrás de todas as emoções virtuais vividas virtualmente. Tornar-se amigo, conviver com a realidade e intimidade deles, é uma experiência que não tem preço. Sinto-me à vontade para enumerá-los aqui, e deixo registrado que outros ainda estão na mira para esta possibilidade, dependendo, tão somente das oportunidades.

Quais as suas fontes e onde obtêm material para escrever os seus textos?

De minhas experiências de vida, de livros que li, de jornais e revistas “on line”, de filmes assistidos, de músicas que amo, de fotos que me tocam ou me digam algo que transcende.

Gostaria muito que indicasse (com os respectivos linques) dois ou três posts escritos por si que, em seu entender, sejam muito especiais e, se quiser, qual a razão para essa sua escolha.

O post inicial do blog - Perfil de um Filósofo

Os três dizem muito de mim por mim.

De acordo com o desenvolvimento do blogue, quais os planos para o futuro deste seu projecto?

Estou com um projeto para o próximo ano de torná-lo mais autoral. Falar de mim, de minhas emoções, minhas impressões sobre o dia-a-dia e suas nuances, sem deixar de lado a linha que segui até hoje.

Penso em priorizar mais radicalmente as minhas impressões por mim mesmo.

Considera que atingiu os seus objectivos quando criou o seu blogue?

Sem dúvida alguma. Todos vêm sendo atingidos gradativamente e os que ainda não o foram, com certeza, ainda o serão.

Numa frase curta, pode dizer o que pensa sobre:

a) Blogoesfera - Um mundo real rico de emoções e possibilidades.
b) O seu blogue - Uma experiência única.
c) Amizade na  blogoesfera - Uma realidade concreta.
d) Plágio - Crime
e) Redes Sociais - Uma possibilidade mal explorada.
f) O seu país Um lugar que amo, mas que me decepciona também.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles?

É o aspecto mais fantástico da Blogsville. São deles que as possibilidades de uma dinâmica concreta de intercâmbio de idéias, de experiências, de inter-relações pessoais e proativas se nos apresentam de forma contundente.

Aceita que eu lhe diga que gosto muito de si e do seu blogue? Fique com um grande beijo e um abraço.

Querido amigo Antônio! Suas palavras e seu carinho para comigo e para com todos os seus leitores, simplesmente me reforçam toda a magnitude de um grande ser que voce é. Esta possibilidade aqui e agora me proporcionada é extremamente gratificante. Saiba que, dentre os meus projetos de vida, um retorno a Portugal é um deles, mas agora com mais um objetivo explícito, poder abraçá-lo e dar um “upgrade” nesta nossa amizade virtual, transformando-a em algo mais profundo e íntimo. Obrigado amigo. Um beijo grande a você e a todos os seus leitores.

Muito agradecido, Paulo, foi um enorme prazer.

António Rosa

Deixe um ólá' no blogue do Paulo Braccini


.

73 comentários:

Edu disse...
7 de dezembro de 2010 às 09:28  

Paulo só não é uma unanimidade porque ela é burra, como dizem - e nada mais distante do nosso querido Bracciola! Inteligente e querido. Faz por merecer o carinho que recebe. E eu também quero ir pra Portugal!! Vamos fazer uma excursão, Paulo?

Beijo, António. Bela entrevista.

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 09:31  

Edu,

Se vierem, estarei à espera.

Grato pro ter vindo.

António

Astrid Annabelle disse...
7 de dezembro de 2010 às 10:14  

Bom dia António e bom dia Paulo!
Li e gostei do que li.
Um ser sensível que faz a emoção transbordar da sua escrita de maneira brilhante.
Eu confesso que ando pouco por seu blog Paulo (por absoluta falta de tempo mesmo, creia-me), mas costumo ler todos os links que o nosso amigo António indica.
A sua entrevista ficou excelente!
Parabéns!
Parabéns à você António por orquestrar tão bem o Anel do Coração.
Beijo grande para os dois.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 10:28  

Astrid,

Muito obrigado pelo seu carinho.

Beijo

António

Wanderley Elian Lima disse...
7 de dezembro de 2010 às 10:43  

Olá António
Todas as vezes que o Paulo Roberto é entrevistado,ou tem o seu talento reconhecido, eu me sinto envaidecido. É muito bom ver o sucesso da pessoa que amamos.
Parabéns pela entrevista
Beijos

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 10:56  

Olá Wan,

Estava à espera que você viesse por aqui. Sou grande apreciador do trabalho de ambos. Esta entrevista já era para se ter realizado mais cedo, mas nos últimos meses, tenho estado parado com com essa série. Recomeçando agora, em força, com o Paulo.

Muito agradecido.

António

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 11:16  

Primeiro, é claro, quero agradecer ao carinho do amigo Antônio. Uma pessoa q a blogosfera me propiciou conhecer já faz algum tempo ... um cara ímpar realmente.
Edu, vc e o Maurício são uns fofos, não me canso de afirmar e reafirmar isto. A única coisa q lastimo depois q conheci vcs pessoalmente, é q agora eu vivo com saudades de vcs ...
Sua proposta de irmos a Portugal foi SUPIMPA ... bora planejar isto? Quem sabe conseguimos juntar uma galerinha para um projeto deste. Adoro aquela terra e quero voltar ...
Astrid, fico super feliz com o carinho q recebo. Já correndo para uma visita ao seu trabalho. Esta possibilidade de interação constante é o que mais aprecio em Blogsville.
Wander, para vc só uma coisa ... TE AMO!

Bjux a todos vcs

;-)

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 11:33  

Paulo,

Que bom tê-lo aqui logo pela manhã. Espero que ao longo do dia venham muitas pessoas para o conhecer melhor.

A Astrid já tem data marcada para vir a Portugal no próximo Verão.

Espero por vocês.

Até logo

DPNN disse...
7 de dezembro de 2010 às 12:22  

Além de uma cara educado, um ser humano de primeira! Seu blog é visita obrigatória para nós dois!

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 12:50  

Registro aqui todo o meu carinho e apreço pelos amigos do DPNN ... pessoas inteligentes, críticas, perceptivas e engajadas. Obrigado queridos ...

;-)

Ro Fers disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:02  

Antônio,gostei mto da iniciatiava da entrevista, onde fez com o que eu entendesse mais sobre o Braccini e passasse a admirá-lo mais ainda, cujo seu blog é repleto de informações, cultura, textos estupendos que nos viciam em ler constantemente.
Me tornei um usuário de blog e leitor faz 18 dias, e nesse curto espaço de tempo, me tornei leitor assíduo do Braccini, pois admiro à capacidade do Braccini de escrever de tudo um pouco, além de ler diariamente vários blogues, nos quais sempre comenta de uma maneira simples e objetiva, nos ensinando sempre algo importante, ou seja, seja em seu blog ou em seus comentãrios em blogs alheios, sempre colhemos algo em suas escritas...
Desde já abç a todos...

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:16  

DPNN,

Muito agradecido por ter deixado aqui o seu comentário. Apreciei. Sou fã do Paulo.

Abraço

António

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:19  

Ro,

Então seja bem-vindo à blogosfera. Como o compreendo. Uma pessoa fica fã incondicional. Gente inteligente e culta, é assim.
Abraço.

António

Guará Matos disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:23  

Se entrevistou o Paulo ganhou ponto comigo. Apesar de não conhecê-lo pessoalmente, tenho por ele enorme carinho e respeito. Sei que somos amigos e nos admiramos.
Abraços.

Marilu disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:27  

Querido amigo Antonio, essa entrevista com o Paulo ficou absolutamente fantástica, perguntas objetivas, respostas inteligentes. Admiro muito o Paulo pela diversidade de assuntos que sempre aborda no seu blog, humor, problemas sociais, declarações de amor, dia a dia, sou sua leitora assídua. Parabéns a você e ao Paulo por essa belea entrevista. Beijocas

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:29  

Guará

Valeu o seu bonito comentário. Eu admiro o Paulo e ele tinha que entrar neste Anel do Coração. Muito obrigado por ter vindo.

Abraço.

António

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:30  

Marilu

Um grande beijo para si, por ter vindo aqui deixar a sua admiração pelo Paulo. Já somos muitos, a admirar um nome importante da blogosfera.

Abraço.

António

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:54  

Ro Fers, falar o q de voce? só mesmo o q digo sempre a ti ... vc é um fofo! ... Para quem não conhece o Ro é novo na blogosfera e tb novinho na idade ... mas dono de um potencial de SER q impressiona ...
Marilu! Marilu já conheço de longa data ... amo esta menina ... só está faltando provar de suas quitandas q devem ser um manjar dos Deuses ...
Guará! ah! Guará é o "reclamão" kkk ... uma figura ímpar ... seu Boteco em Blogsville é um ponto alto em cultura, laser e entretenimento ...

bjão a todos

;-)

S.A.M disse...
7 de dezembro de 2010 às 13:58  

Braccini é diva! rs

Adoro esse casal e digamos que é uma referencia pra muitos aqui.

São pessoas que tenho muito prazer em lembrar os poucos momentos em que estivemos conversando, mas sempre foi memoravel.

Abração a todos

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 14:05  

S.A.M.

Seja bem-vindo por aqui. Muito agradecido por ter vindo homenagear o nosso amigo.

Abraço.

lucidreira disse...
7 de dezembro de 2010 às 14:36  

Veja só o que é a blogsfera, sem muitos alardes e com perfeição este espaço faz com que leitores e amigoseguidores do "Em fim o que tem pra hoje" pudessem conhecer o lado blogs do nosso amigo Paulo Braccine, ele foi extremamente prificionalblog, maravilha suas respostas deixa-os bem na fita.
Parabéns ao Antonio pela sua perspicácia de buscar um pauta dessa e colocar-lo para que nos deliciemos.
Abraço

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 14:46  

SAM ... o moleque do Close ...
SAM ... o Eterno Garato ... duas dimensões de um grande homem ... adoro este carinha ...

Lu! eita Baiano retado ... seu blog é uma fonte inesgotável de cultura, entretenimento e curiosidades ...

Bjux aos dois

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 15:17  

Lucidreira

Seja bem-vindo por aqui, onde hoje homenageio um senhor da blogosfera. Muito agradecido pela sua presença e palavras generosas.

Abraço.

António

Serginho Tavares disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:20  

Parabéns pela bem conduzida entrevista querido! É muito bom quando falamos com alguém que sabe o que dizer!
Beijos

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:22  

Qto ao amigo Sérgio nem vou falar muito pois semana que vem vcs poderão tirar suas conclusões pessoais, já q será o próximo entrevistado do Antônio aqui na Cova do Urso ...

;-)

Luna Sanchez disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:33  

Já sou fã e adorei conhecer mais um pouco do Paulo, esse querido.

A definição "Um mundo real rico de emoções e possibilidades" me tocou : concordo plenamente!

Beijos aos dois.

ℓυηα

marcelo dalla disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:41  

Olá queridos!!!! Demorei, mas cheguei!!! Fiquei o dia fora, mas pensei várias vezes em correr até um computador pra ler esta entrevista que eu não perderia por nada.

Assim como o Antonio, tb admiro muito o Paulo por seu compromisso com a verdade, por sua inteligência e enrome bom humor!!!!

Muito bom conhecê-lo mais um pouco. É um dos amigos virtuais que adoraria encontrar pessoalmente.

Antônio, parabéns a vc tb. Tô feliz pq as entrevistas do Anel do coração voltaram à ativa!!!!

Bjos e abraços, mais tarde eu volto!!!

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:42  

Luna!eita gauchinha q eu amo ... ela e todos os personagens q ela incorpora em seu delicioso blog ...

bjão querida

;-)

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:44  

Marcelo Dala ... um mineiro de alma paulistana ... o moço dos astros, das mandalas e para quem não sabe um grande cantor ... vc tb está na minha lista de prioridades para conhecer pessoalmente ...

bjão

;-)

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:56  

Serginho,

Que bom você estar aqui a homenagearmos o nosso amigo Paulo.

Na próxima semana, será você aqui, meu querido.

Muito obrigado por ter vindo.

Abraço

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:56  

Luna,

Fiquei muito feliz em ter constatado hoje que os comentários ficaram cheios com amigos do Paulo. Ele merece esta homenagem.

Beijo

António

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 16:57  

Marcelo,

Como sabe, a última entrevista Anel do Coração foi a sua coletiva e, desde essa altura que eu sempre soube que o Paulo teria que estar neste anel mágico. Descansei uns tempos das entrevistas e voltei neste final de ano e princípio do próximo com vários amigos que admiro muito.

Para a semana teremos aqui o Serginho, que sigo de perto para aprender com ele sobre cinema e cultura pop.

Depois será a vez da nossa querida Astrid, cuja entrevista já está pronta e tem sido actualizada com as novas perguntas que vão chegando. Já são quase 40 autores de blogues que deixaram perguntas para ela. Esta´enorme. Lembra-se da sua? :)))

E assim, terminaremos o ano do Anel do Coração.

Grande abraço, meu querido.

António

Eraldo Paulino disse...
7 de dezembro de 2010 às 17:10  

Certa vez eu vi um importante entrevistador brasileiro dizer que o mais importante numa entrevista é que o entrevistado apareça e não o contrário. Conseguiste fazer isso muito bem.

Parabéns pela entrevista. E claro que eu vou conhecer o teu entrevistado, que me pareceu ótima pessoa, além do mais, mesmo não sendo gay, a militância em favor dos direitos LGBT me interessam e muito.

Abraços!

Maria Paula Ribeiro disse...
7 de dezembro de 2010 às 17:13  

Olá António,
Olá Paulo,

É ímpar a sensação de ler as entrevistas e ir dando "forma" à pessoa entrevistada.

É sempre enriquecedor a partilha da sua sabedoria e vivências... muito boa entrevista!
É um ser especial, muito sensível e isso transborda cá para o outrolado pelos seus posts!

;))) Adorei saber que é licenciado em Medicina Veterinária! ;)))
Paulo....somos amigos virtuais e colegas, he he he he he

Então e eixo um grande beijinho ao Paulo!!! ;)))

Outro para ti António! ;)))

Excelente rentrée das entrevistas! ;)

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 17:33  

Eraldo,

Agradeço muito que tivesse vindo até á entrevista do Paulo. Como sabe, você está convidado, mas ainda não tive tempo de prepará-la a 100%, pois com um bloguista como você, escritor, narrador, contista, é mais difícil para mim abordar os temas. Me espera!!!

Aqui no Cova do Urso há total ausência de preconceitos. A lista de entrevistados, até à data, mostra isso. A militância em favor dos direitos LGBT me interessam. O Paulo é exímio neste tratamento. Não concebo a ideia de nas democracias não se tratar bem todas as pessoas. Felizmente, em Portugal, a sociedade tem dado alguns passos em frente. Já é legal o casamento entre pessoas do mesmos sexo. Foi uma enorme mais valia. Falta o próximo passo: autorizar legalmente a adopção de crianças. Ainda se confunde gay com pedofilia. A coisa vai...

Muito obrigado.

António

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 17:34  

Maria Paula,

Calei-me muito bem calado sobre a actividade profissional do Paulo, mas pensei muito em ti e como reagirias ao saber. Sim, é teu colega, pois são ambos médicos veterinários. Apesar das outras formaturas do Paulo, ele, tal como tu, exerce como médico veterinário. Não é saboroso?

Muitos beijos, minha querida.

António

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 17:49  

Eraldo! obrigado pela sua atenção, postura e transparência ... configuram o grande SER q vc é ...
Maria Paula ... pois tu és Veterinária tb? que maravilha ... agradeço seu carinho, suas palavras doces e gentis ...

bjux

;-)

Maria Paula Ribeiro disse...
7 de dezembro de 2010 às 17:49  

;))) António...

Realmente fiquei muito surpreendida, pela positiva claro! ;)
É muito bom conhecer pessoas que partilham o mesmo que amas...

Adoro essa sensação... aprender uns com os outros...mas sabes...que quando se juntam 2 Vets...as conversas não saem do mesmo tema...tantas vezes tentei com colegas e nada.. acabamos sempre nas "4 patas e pêlos" ;))))

Só por mais este bocadinho, vai mais m grande beijo para o Paulo! E quando vier a Portugal terá as portas de Trancoso aberta, claro! ;))))

Vamos "inovar" com a Astrid! ;PPP

Beijo, beijo, beijo....

Maria Paula Ribeiro disse...
7 de dezembro de 2010 às 17:53  

Desculpa esta invasão...outa vez! :;PP

Paulo, sim sou Vet...a desbravar e entranhar o mundo animal...não de forma "formatada" mas livre! ;)))

http://bandarravet.blogspot.com/

Aqui o meu cantinho....Ficarei feliz com a tua presença e partilha! ;)

Mil abraços!
MP

Astrid Annabelle disse...
7 de dezembro de 2010 às 18:07  

E eu estou aqui só "ouvindo " a conversa...
Belo momento.
Beijos para todos
Astrid Annabelle

marcelo dalla disse...
7 de dezembro de 2010 às 19:11  

hehehehe como a Astrid, tb tô aqui "ouvindo" a conversa. E aproveito pra conhecer novos blog que não conhecia, como o do Eraldo, por exemplo.

Paulo e Antonio, volto a repetir, Quero muito conhecê-los pessoalmente. O Paulo tá convidadíssimo pra um café na Vila Madalena quando voltar a São Paulo. E o Antonio será a meta da minha próxima viagem ao exterior.

:))))

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 19:25  

Maria Paula,

Ainda bem que não sou Vet, pois assim consigo conversar contigo de outros temas.

A vantagem é que és 'multi-tarefas'. :)))

Vamos todos para Trancoso. Os friorentos que se abriguem, pois faz muito frio e cai neve.

Besitos

António

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 19:26  

Astrid,

Também tenho estado a ouvir e, como anfitrião, a participar. E a ultimar várias coisas das próximas entrevistas.

Hoje farei um serão um pouco mais prolongado, pois amanhã é feriado em Portugal. Dia de Nossa Senhora da Conceição. A nossa padroeira.

Beijos

António

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 19:26  

Marcelo,

Ficou a conhecer o Eraldo agora? É um dos próximos convidados do Anel do Coração. Só que estou a preparar uma entrevista especial.

Também faço planos que a minha próxima viagem ao exterior seja ao Brasil, antes de ir para a Patagónia. Portanto, também irei toma rum café consigo em Vila Madalena.

Abraço

Renato Orlandi disse...
7 de dezembro de 2010 às 19:48  

Uiaaa, eu nem preciso dizer que sou mega fã, admirador de longa data desse moço, desde minhas primeiras visitas ao seu Blog...

Paulo B. foi um dos primeiros blogueiros que conheci de Blogsville e me considero de muitíssima sorte por isso!

Adorei essa entrevista, acompanho a todas que ele faz e incrível como sempre tem algo novo e interessante a dizer, sua capacidade em nos fazer refletir sobre as coisas, o futuro, o significado de se ter um Blog e tudo mais... Sua história e inteligência realmente nos inspira, a mim em especial pelas questões humanas e sexuais principalmente...

Parabéns também a este Blog e seu autor, António Rosa, pela entrevista. Primeira vez que venho aqui, agradeço também o convite deixado para que eu viesse, não perderia por nada.

E Paulo B., ano que vem não me escapa hehehee... Abraço a vcs.

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 20:03  

Renato,

Muito agradecido por ter vindo aqui deixar o seu abraço ao nosso comum amigo Paulo. É um ser especial, muito especial.

Grato pelas suas palavras.

Abraço.

António

Luma Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 20:31  

António, obrigada por me apresentar o Paulo! Que a primeira vista se mostrou uma pessoa aberta e verdadeira. Assim como ele, também acho que leitores são a alma do blogue e deixo isto explícito na apresentação do "Luz".
Ele, sendo recomendado por você e tendo o Edu, meu amigo de longa data, como referência blogueira, já me fez ir no blogue e assinar o feed! Vou seguir as postagens dele! Beijus,

Dêco disse...
7 de dezembro de 2010 às 20:33  

O Paulo é uma dessas pessoas em quem você consegue enxergar vida, beleza e muitas coisas boas. Desde que o li a primeira vez não consigo parar. É um exemplo para mim e acredito que para muitos. Sempre é MUITO bom saber mais sobre ele. Parabéns por nos propiciar isso, Antonio.
Abraços

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 20:53  

Luma

Você é uma pessoa única e exemplar. Fiquei emocionado com o seu testemunho. Muito obrigado por ter vindo até aqui e não se importar de conhecer novas pessoas. Isso é maravilhoso.

Beijo

António

António Rosa disse...
7 de dezembro de 2010 às 20:54  

Dêco,

Muito obrigado por ter vindo até aqui e homenagear o nosso comum amigo, Paulo. Para mi, é um exemplo.

Abraço,

António

Dêco disse...
7 de dezembro de 2010 às 21:03  

É um exemplo para nós, Antonio.
E sempre um prazer inenarrável encontrar blogs ricos de personalidade e informação. Estarei sempre por aqui. Grato pelo carinho.
Abraços

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 21:11  

Antônio, será um prazer acompanhá-lo em um café na Vila Madalena - SP [na casa do queridíssimo Marcelo, a quem tb estou devendo uma visita]. Amo aquela cidade e sempre estou por lá. Eu sou natural e vivo em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, um estado de grandes tradições localizado na região sudeste do Brasil e q faz fronteira com vários estados importantes, dentre eles, São Paulo e Rio de Janeiro.
Renato Orlandi [o Re]! há este é uma graça mesmo ... um garoto recém formado em enfermagem, ansioso por excelência, como todos os garotos de sua idade,para com a vida e seus caminhos, mas tb uma pessoa ímpar, que muito nos acrescenta com suas palavras e seus escritos. Qdo a veia está boa é engraçadíssimo ... rs...
Luma Rosa, estou a conhecer agora, e seu carinho e atenção já me cativaram ... já estou indo conhecê-la um pouco mais em seu blog.
Dêco! este é lá do nordeste brasileiro, de uma terra pra lá de boa ... andou sumido mas felizmente voltou ... uma pessoa sensível e dono de uma percepção crítica sem igual ... contundente mesmo em suas posturas, o que me faz admirá-lo e muito.

bjux a todos ...

;-)

Vanessa disse...
7 de dezembro de 2010 às 23:04  

Antonio, excelente o resultado desta entrevista, aliás o projeto é muito bom.Sou fã do Paulo há algum tempo e o mais engraçado é que , em Blogsville como ele diz as vezes conhecemos e admiramos alguém mas não nos lembramos de como as conhecemos.

Abraço a todos

Paulo Braccini disse...
7 de dezembro de 2010 às 23:10  

Vanessa, obrigado pelo seu carinho de sempre ... sua palavras são sempre gentis ...

bjux

;-)

Pérola Anjos disse...
8 de dezembro de 2010 às 04:45  

Excelente entrevista! Bom conhecer a essência de pessoas tão especiais.

Obrigada por suas palavras sempre tão carinhosas!

Beijos, António querido!

António Rosa disse...
8 de dezembro de 2010 às 06:52  

Vanessa

Muito agradecido por ter vindo e deixado aqui um abraço ao nosso amigo Paulo.

Tenho a sensação que as pessoas cada vez comentam menos. Os números assim o indicam, pelo menos. Estive agora a analisar no Clicky os números e não percebo porque as pessoas participam tão pouco. Mesmo assim, só o post teve, em poucas horas, mais de 600 acessos, com uma permanência média de 7 minutos. Leram e... foram-se.

O resto são visitantes Google, pois o destino foram outros posts, sobretudo o meu artigo sobre as previsões para 2011, que já me enjoa.

Até breve.

Abraço

António

António Rosa disse...
8 de dezembro de 2010 às 06:55  

Pérola,

Um dos grandes nomes da poesia contemporânea aqui a deixar o seu abraço.

Vou entrar em contacto consigo, por causa de uma outra entrevista que estou a preparar.

Beijos.

António

Chica disse...
8 de dezembro de 2010 às 09:21  

Maravilhosa entrevista do Paulo.Parabéns aos dois aqui! abração,chica

António Rosa disse...
8 de dezembro de 2010 às 09:40  

Chica,

Muito obrigado, muinha querida.

Maria Paula Ribeiro disse...
8 de dezembro de 2010 às 10:02  

António,

Já há um tempo que comentam menos....
E ainda por cima, lembra-te que vários leitores indeferenciados estão enfiados em centros comercias em compras megalómanas...

Mas fica tranquilo, a entrevista está muito boa, deste-nos a conhecer uma bela pessoa e isso é o mais importante...

Eu pelo menos ganhei um colega inter-continental! ;))))

Beijo grande e bom feriado!
Outro beijo grande ao Paulo! ;)))

António Rosa disse...
8 de dezembro de 2010 às 10:07  

Maria Paula,

Estou tranquilo. :)))

Não é a ausência de comentários que me preocupa. Foi apenas uma constatação.

Não tem nada a ver com centros comerciais...

São efeitos laterais da forma como se interage no Facebook.

Beijos

António

Paulo Braccini disse...
8 de dezembro de 2010 às 10:52  

Pérola e Chica, me sinto muito gratificado com o carinho de vcs ... Obrigado de coração.

Antônio, espero q possa ter correspondido às suas expectativas qto à entrevista ...

beijo grande querido

;-)

ratoderua disse...
8 de dezembro de 2010 às 11:14  

Paulo, é um ser humano como poucos. Não o conheço (a não ser através de seu blog) não somos amigos. Mas é impossível conhecer o blog dese cara e ficar indiferente as coisas que ele escreve com tanta sinceridade, sensibilidade e sempre uma pitada ácida de um sarcasmo refinado, como uma cereja bem colocada no topo de um bolo bem confeitado.

Paulo é caprichoso, mas ao mesmo tempo despretensioso. É uma espécie de paradoxo clássico, que se auto moderniza com o passar dos dias. Ele seria como um despretensioso que faz com que sua maior pretensão seja filosofar de uma maneira, que faça até mesmo pessoas como eu, que sempre tiveram preconceito contra gays e afins, se render a escrita e reconhecê-lo como um homem íntegro, honesto e principalmente, mais macho do que muitos "homens" que vemos por aí.

Nesse pouco tempo que leio o Blog do Paulo, definiria que o maior aprendizado que tive com ele foi:

"Ser homem vai além de ter um pau e comer várias mulheres. Ser homem é isso que você vêm aqui, sinceridade, doçura, sensibilidade, seriedade e principalmente... Aceitar a sua própria verdade e bancá-la. Como apenas um homem seria capaz de fazer"

Enfim... É o que tem pra hoje. Hahahahahaha.

Desculpe a invasão por aqui, mas precisava deixar um comentário a respeito dessa pessoa fantática.

Parabéns pela entrevista.

Abraço!

António Rosa disse...
8 de dezembro de 2010 às 12:08  

Paulo,

Pode crer que estou muito feliz com a entrevista e com a exposição havida. Despertou muita curiosidade, como já comentei mais acima.

Só o seu post teve mais de 600 acessos, o que é fantástico e maravilhoso. Foi um êxito.

Estou muito feliz por ter publicado a sua entrevista, pois ficou demonstrado o quanto você é querido e estimado.

Espero, também, que para si, tenha sido um bom momento e recebido a atenção que merece.

Grande abraço.

António

António Rosa disse...
8 de dezembro de 2010 às 12:20  

Rato de Rua,

Antes de lhe responder aqui, fui ao blogue e vim de lá encantado. Gostei muito daquele seu post e o ter-se permitido seguir o conselho do seu amigo... deixar-se ir. elos vistos, deu-se bem com o conselho dele e o amor está a acontecer. Sucesso para si e para a Fernanda.

Agradeço-lhe muito o ter deixado palavras tão bonitas para o Paulo. Não foi nada invasivo. Foi bem-vindo.

Abraço,

António

Paulo Braccini disse...
8 de dezembro de 2010 às 12:44  

Querido Rato ... sem palavras para agradecer este seu depoimento ... sinceramente vc me pegou de surpresa ... mas enfim ... vc é um cara pra lá de phoda ...
Quem não conhece o trabalho deste cara não deixe de visitá-lo. Asseguro que terão uma grata surpresa ... o cara é fera ... como pessoa e como blogueiro ...

bjão

;-)

Paulo Braccini disse...
8 de dezembro de 2010 às 12:46  

Antônio, estou super feliz ... obrigado por esta oportunidade ... olhe como são as coisas ... o Rato foi o último a vir aqui ... estou em êxtase com o depoimento dele ...

Bjão

;-)

Maria de Fátima disse...
8 de dezembro de 2010 às 23:32  

Olá António,
Olá Paulo,
Só hoje vim ler a entrevista e gostei muito de conhecer mais um pouco da personalidade do Paulo.Apesar de pouco comentar sempre que posso vou ao cantinho do Paulo e saio de lá sempre a aprender mais e mais.
Paulo e António Parabéns pela maravilhosa entrevista.
Beijocas aos dois.

ManDrag disse...
9 de dezembro de 2010 às 01:04  

O Paulo é um caso de inteligência e assertividade simpática na blogosfera. O Enfim... é um dos poucos blogs que se pode ler com a certeza que se está lendo algo bem escrito e isso para mim é importante; escrever com inteligência.

Um abraço aos dois, com amizade e admiração

António Rosa disse...
9 de dezembro de 2010 às 09:31  

Olá, Maria de Fátima,

Muito agradecido por teres vindo. Conto contigo no dia 16. Beijos

António

António Rosa disse...
9 de dezembro de 2010 às 09:32  

ManDrag

Assino por baixo. Penso assim mesmo.

Grande abraço

António

Marcio Nicolau disse...
12 de dezembro de 2010 às 21:26  

a característica positiva das compilações que o Paulo faz em seu blogue (que eu acompanho, não muito de perto ainda) é o diálogo. Palavra-chave, essencial no âmbito das relações e também na esfera virtual (onde se reproduzem, é claro, relacionamentos).

Creio muito no diálogo.

António Rosa disse...
13 de dezembro de 2010 às 13:45  

Olá Márcio,

Como seria a vida sem diálogo? Não consigo sequer imaginar.

Grato por ter vindo.

7 de dezembro de 2010

Entrevista a Paulo Braccini, do 'Enfim! é o que tem para hoje' - Anel do Coração

Paulo Braccini
«Enfim! é o que tem para hoje»
http://paulobraccini-filosofo.blogspot.com/
Blogue nascido a 19 Julho 2007, às 22:36

Paulo Braccini formado em filosofia, história e medicina veterinária, tem uma bagagem para muito mais entrevista. É autor do «Enfim! é o que tem para hoje», para mim, dos mais cultos, divertidos, informados e emocionantes bloguistas, que conheço, fazendo do seu espaço, o «Enfim! é o que tem para hoje», um «cult blog». Há sempre uma frescura e um olhar transparente, uma leveza em simultâneo com uma sabedoria imensa. Carismático. Amar a vida, é o seu centro. Um intelectual que não tem medo de soltar as emoções. Temas recorrentes do blogue do Paulo Braccini: amigos, blog, cinema, criatividade, do seu Amor, filosofia, gay cult, história, humor, literatura, música, política, sonhos e delírio. Muito agradecido por poder aprender consigo. Gosto de ti.

Textos tirados do seu blogue:
«Em um eu sinto o buscar-se; noutro, nada além do ir-se. Naquele, o multiplicar-se; nesse, o afã de dividir-se. Um inteira-se ao partir-se, faz do fim o eternizar-se; se um eu só é ao dar-se, outro o é ao consumir-se. Um é do outro o disfarce, se o outro em um traduzir-se. Sou mais versão do que fato, bem mais talvez que decerto; indecifrável retrato, num álbum jamais aberto. Nunca fui Sol, só deserto. Só fui supérfluo e aparato. Trago um discurso barato onde me finjo liberto. Solenemente abstrato, sou bem mais longe que perto.»

«ando a procurar em mim, maiores espaços para olhar, para ver a beleza sem reservas, que pode estar além dos meus olhos...»

«Quero deixar que a vida me arraste. Tornar-me leve o bastante para ir no vento ou fluir como o rio. Vou então aos poucos me ensinando a viver em perspectivas de infinito, sem estar me debatendo nos limites das situações. Por isto, ando a procurar em mim, maiores espaços para olhar, para ver a beleza sem reservas, que pode estar além dos meus olhos.»  

Paulo Braccini em entrevista falada ao blogue «Yag». Vale a pena ouvir.





Olá Paulo, é um prazer fazer-lhe esta entrevista. Muitos conhecemos o seu blogue «Enfim! é o que tem para hoje». A sua actividade também é muito admirada por muitos de nós. Por mim, desde logo, ao ponto de o classificar como «cult blog», dos pouquíssimos que conheço na blogosfera. Pode descrever a natureza do seu blogue? Quando e como começou esta sua actividade e por quê?

Querido amigo Antônio. É um prazer enorme e, ao mesmo tempo, uma honra poder vivenciar esta experiência contigo e me desnudar para os seus leitores.

O “Enfim! é o que tem para hoje...” nasceu tão somente como um espaço onde eu pudesse colocar algumas poucas coisas que eu havia escrito ao longo de minha vida. Nada literário, mas algumas manifestações esparsas de momentos meus.  Postei todos de uma tacada só e, o blog ficou nisto durante alguns meses. Uns três meses eu acho. Durante este tempo eu virei leitor contumaz de outros blogs o que me deu vontade de dar sequência ao meu. A natureza dele deu definiu como sendo um espaço onde eu publicaria coisas que eu vi, li, ouvi ou assisti, mas que, fundamentalmente  dissessem um pouco de mim. Seria o espelho de minha alma e do meu ser sob a ótica e a manifestação de outros. Além disto, um espaço onde eu pudesse de alguma forma, militar a favor da causa GAY.

Fale-nos um pouco sobre você, o autor do blogue, o que o faz mover, os seus interesses, o que o deixa feliz? Esteja à vontade para comentar aquilo que lhe parecer mais adequado.

Sou uma pessoa simples, que desde cedo buscou suas próprias verdades e seus próprios valores. Isto sempre me fez mover, sempre se constituíram em meus interesses maiores de vida. O que me deixa feliz são as relações humanas, a afetividade entre as pessoas, o intercâmbio de idéias e opiniões, a solidariedade, tudo na vida que possa ser permeado pelos sentimentos e pelas emoções. Também a possibilidade de poder passar a minha experiência de luta pessoal, minhas conquistas, minha maneira de pensar, ver, sentir e vivenciar o universo da homossexualidade para os jovens que, como eu, um dia tiveram que enfrentar a luta de se assumirem como tal dentro de uma realidade social machista e preconceituosa.

O que dá mais importância no seu blogue? E por quê?

A VERDADE. Não a verdade pronta e estabelecida pela cultura, mas aquela construída pela vivência original de minha vida. Uma verdade sentida e experienciada de forma crítica, lúcida, racional, mas também permeada pela emoção de viver a vida de forma plena e abundante.

Com qual frequência você escreve? Ao ler o seu blogue, senti que deixa fluir os posts, e vai publicando conforme vai vivenciando as circunstâncias do seu dia-a-dia. Pode falar um pouco sobre isto?

Sim. Sua percepção está correta. Tenho sido constante em minhas postagens. Praticamente são postagens diárias, mas, sempre, segundo as circunstâncias do meu dia-a-dia. Sou movido pelo presente, sempre respaldado  pelo vivido no passado e projetado para o futuro.

É o 'conhecimento' ou o 'gosto' pelo assunto, o que vale mais na criação de posts de um blogue como o seu? Pode comentar?

O conhecimento é a mola que impulsiona o blog. Na grande maioria das vezes as coisas que eu gosto, mas, por vezes também coisas que não gosto ou que me perturbam. Neste caso são postagens de desabafo ou de protesto.

Usa das técnicas tão comuns hoje em dia, para ter mais visitas? E funcionam?  O seu template é simples, de fácil visualização, em que na barra lateral prefere focar a informação e quase que não usa aqueles acessórios que se usam muito. Não os considera úteis?

No princípio até utilizei de tais artifícios, mas, aos poucos me dei conta que isto não era algo digno de importância. Além do mais, alguns leitores reclamaram que o blog se mostrava pesado para carregar. Fui abolindo todos estes penduricalhos até chegar à atual formatação, focada na informação do que efetivamente possa interessar e facilitar a percepção e a navegação dos leitores. Outro aspecto que percebi também foi que, mais importante que o número de visitas, era a fidelidade de leitores que, com o tempo, se tornam amigos virtuais e alguns até mesmo amigos reais.

Eu sei que você visita outros blogues. Esta é a parte da pergunta em que você pode homenagear os blogues que mais aprecia. Por favor, indique alguns que mais gosta e porque são do seu agrado?

Querido amigo, com esta pergunta você me colocou em uma verdadeira saia justa. Gostaria de poder citar e relacionar aqui todos os blogs do meu sidebar, mas isto se configura como algo impraticável face ao número de blogs que efetivamente eu frequento e sigo com fidelidade quase canina. Além disto, citar alguns eu cometeria uma grave injustiça com os demais. Tenho por princípio blogueiro só linkar em minha barra lateral os blogs que gosto e que, como disse sou fiel leitor. Os demais eu posso até gostar e freqüentar, mas isto se dá de forma aleatória e esporádica. Sou humano e infelizmente limitado pelo tempo para poder ampliar mais e mais meu universo de experiências e vivências na blogosfera. Rendo aqui minhas homenagens e recomendo a todos que se interessarem, uma rápida visita aos meus amigos relacionados no item “Por onde ando” lá no “Enfim, é o que tem pra hoje...”

Tem tido a oportunidade de conhecer pessoalmente outros bloguistas? Não se acanhe e diga os blogues deles, por favor. Quer contar alguma ocorrência especial nesses encontros pessoais?

Este é o ponto mais gratificante de minha experiência blogueira. Confesso que sempre direcionei minhas relações para esta finalidade. Poder criar laços de efetiva e profunda amizade que transcendesse a virtualidade e pudesse criar vínculos no mundo real. Conheci sim, alguns blogueiros, e isto se constitui uma experiência ímpar. Fui extremamente feliz em todas as oportunidades em que isto se concretizou.

Conhecer pessoalmente, ver, tocar, ouvir diretamente o SER que se coloca por detrás de todas as emoções virtuais vividas virtualmente. Tornar-se amigo, conviver com a realidade e intimidade deles, é uma experiência que não tem preço. Sinto-me à vontade para enumerá-los aqui, e deixo registrado que outros ainda estão na mira para esta possibilidade, dependendo, tão somente das oportunidades.

Quais as suas fontes e onde obtêm material para escrever os seus textos?

De minhas experiências de vida, de livros que li, de jornais e revistas “on line”, de filmes assistidos, de músicas que amo, de fotos que me tocam ou me digam algo que transcende.

Gostaria muito que indicasse (com os respectivos linques) dois ou três posts escritos por si que, em seu entender, sejam muito especiais e, se quiser, qual a razão para essa sua escolha.

O post inicial do blog - Perfil de um Filósofo

Os três dizem muito de mim por mim.

De acordo com o desenvolvimento do blogue, quais os planos para o futuro deste seu projecto?

Estou com um projeto para o próximo ano de torná-lo mais autoral. Falar de mim, de minhas emoções, minhas impressões sobre o dia-a-dia e suas nuances, sem deixar de lado a linha que segui até hoje.

Penso em priorizar mais radicalmente as minhas impressões por mim mesmo.

Considera que atingiu os seus objectivos quando criou o seu blogue?

Sem dúvida alguma. Todos vêm sendo atingidos gradativamente e os que ainda não o foram, com certeza, ainda o serão.

Numa frase curta, pode dizer o que pensa sobre:

a) Blogoesfera - Um mundo real rico de emoções e possibilidades.
b) O seu blogue - Uma experiência única.
c) Amizade na  blogoesfera - Uma realidade concreta.
d) Plágio - Crime
e) Redes Sociais - Uma possibilidade mal explorada.
f) O seu país Um lugar que amo, mas que me decepciona também.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles?

É o aspecto mais fantástico da Blogsville. São deles que as possibilidades de uma dinâmica concreta de intercâmbio de idéias, de experiências, de inter-relações pessoais e proativas se nos apresentam de forma contundente.

Aceita que eu lhe diga que gosto muito de si e do seu blogue? Fique com um grande beijo e um abraço.

Querido amigo Antônio! Suas palavras e seu carinho para comigo e para com todos os seus leitores, simplesmente me reforçam toda a magnitude de um grande ser que voce é. Esta possibilidade aqui e agora me proporcionada é extremamente gratificante. Saiba que, dentre os meus projetos de vida, um retorno a Portugal é um deles, mas agora com mais um objetivo explícito, poder abraçá-lo e dar um “upgrade” nesta nossa amizade virtual, transformando-a em algo mais profundo e íntimo. Obrigado amigo. Um beijo grande a você e a todos os seus leitores.

Muito agradecido, Paulo, foi um enorme prazer.

António Rosa

Deixe um ólá' no blogue do Paulo Braccini


.

73 comentários:

Edu disse...

Paulo só não é uma unanimidade porque ela é burra, como dizem - e nada mais distante do nosso querido Bracciola! Inteligente e querido. Faz por merecer o carinho que recebe. E eu também quero ir pra Portugal!! Vamos fazer uma excursão, Paulo?

Beijo, António. Bela entrevista.

António Rosa disse...

Edu,

Se vierem, estarei à espera.

Grato pro ter vindo.

António

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António e bom dia Paulo!
Li e gostei do que li.
Um ser sensível que faz a emoção transbordar da sua escrita de maneira brilhante.
Eu confesso que ando pouco por seu blog Paulo (por absoluta falta de tempo mesmo, creia-me), mas costumo ler todos os links que o nosso amigo António indica.
A sua entrevista ficou excelente!
Parabéns!
Parabéns à você António por orquestrar tão bem o Anel do Coração.
Beijo grande para os dois.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Astrid,

Muito obrigado pelo seu carinho.

Beijo

António

Wanderley Elian Lima disse...

Olá António
Todas as vezes que o Paulo Roberto é entrevistado,ou tem o seu talento reconhecido, eu me sinto envaidecido. É muito bom ver o sucesso da pessoa que amamos.
Parabéns pela entrevista
Beijos

António Rosa disse...

Olá Wan,

Estava à espera que você viesse por aqui. Sou grande apreciador do trabalho de ambos. Esta entrevista já era para se ter realizado mais cedo, mas nos últimos meses, tenho estado parado com com essa série. Recomeçando agora, em força, com o Paulo.

Muito agradecido.

António

Paulo Braccini disse...

Primeiro, é claro, quero agradecer ao carinho do amigo Antônio. Uma pessoa q a blogosfera me propiciou conhecer já faz algum tempo ... um cara ímpar realmente.
Edu, vc e o Maurício são uns fofos, não me canso de afirmar e reafirmar isto. A única coisa q lastimo depois q conheci vcs pessoalmente, é q agora eu vivo com saudades de vcs ...
Sua proposta de irmos a Portugal foi SUPIMPA ... bora planejar isto? Quem sabe conseguimos juntar uma galerinha para um projeto deste. Adoro aquela terra e quero voltar ...
Astrid, fico super feliz com o carinho q recebo. Já correndo para uma visita ao seu trabalho. Esta possibilidade de interação constante é o que mais aprecio em Blogsville.
Wander, para vc só uma coisa ... TE AMO!

Bjux a todos vcs

;-)

António Rosa disse...

Paulo,

Que bom tê-lo aqui logo pela manhã. Espero que ao longo do dia venham muitas pessoas para o conhecer melhor.

A Astrid já tem data marcada para vir a Portugal no próximo Verão.

Espero por vocês.

Até logo

DPNN disse...

Além de uma cara educado, um ser humano de primeira! Seu blog é visita obrigatória para nós dois!

Paulo Braccini disse...

Registro aqui todo o meu carinho e apreço pelos amigos do DPNN ... pessoas inteligentes, críticas, perceptivas e engajadas. Obrigado queridos ...

;-)

Ro Fers disse...

Antônio,gostei mto da iniciatiava da entrevista, onde fez com o que eu entendesse mais sobre o Braccini e passasse a admirá-lo mais ainda, cujo seu blog é repleto de informações, cultura, textos estupendos que nos viciam em ler constantemente.
Me tornei um usuário de blog e leitor faz 18 dias, e nesse curto espaço de tempo, me tornei leitor assíduo do Braccini, pois admiro à capacidade do Braccini de escrever de tudo um pouco, além de ler diariamente vários blogues, nos quais sempre comenta de uma maneira simples e objetiva, nos ensinando sempre algo importante, ou seja, seja em seu blog ou em seus comentãrios em blogs alheios, sempre colhemos algo em suas escritas...
Desde já abç a todos...

António Rosa disse...

DPNN,

Muito agradecido por ter deixado aqui o seu comentário. Apreciei. Sou fã do Paulo.

Abraço

António

António Rosa disse...

Ro,

Então seja bem-vindo à blogosfera. Como o compreendo. Uma pessoa fica fã incondicional. Gente inteligente e culta, é assim.
Abraço.

António

Guará Matos disse...

Se entrevistou o Paulo ganhou ponto comigo. Apesar de não conhecê-lo pessoalmente, tenho por ele enorme carinho e respeito. Sei que somos amigos e nos admiramos.
Abraços.

Marilu disse...

Querido amigo Antonio, essa entrevista com o Paulo ficou absolutamente fantástica, perguntas objetivas, respostas inteligentes. Admiro muito o Paulo pela diversidade de assuntos que sempre aborda no seu blog, humor, problemas sociais, declarações de amor, dia a dia, sou sua leitora assídua. Parabéns a você e ao Paulo por essa belea entrevista. Beijocas

António Rosa disse...

Guará

Valeu o seu bonito comentário. Eu admiro o Paulo e ele tinha que entrar neste Anel do Coração. Muito obrigado por ter vindo.

Abraço.

António

António Rosa disse...

Marilu

Um grande beijo para si, por ter vindo aqui deixar a sua admiração pelo Paulo. Já somos muitos, a admirar um nome importante da blogosfera.

Abraço.

António

Paulo Braccini disse...

Ro Fers, falar o q de voce? só mesmo o q digo sempre a ti ... vc é um fofo! ... Para quem não conhece o Ro é novo na blogosfera e tb novinho na idade ... mas dono de um potencial de SER q impressiona ...
Marilu! Marilu já conheço de longa data ... amo esta menina ... só está faltando provar de suas quitandas q devem ser um manjar dos Deuses ...
Guará! ah! Guará é o "reclamão" kkk ... uma figura ímpar ... seu Boteco em Blogsville é um ponto alto em cultura, laser e entretenimento ...

bjão a todos

;-)

S.A.M disse...

Braccini é diva! rs

Adoro esse casal e digamos que é uma referencia pra muitos aqui.

São pessoas que tenho muito prazer em lembrar os poucos momentos em que estivemos conversando, mas sempre foi memoravel.

Abração a todos

António Rosa disse...

S.A.M.

Seja bem-vindo por aqui. Muito agradecido por ter vindo homenagear o nosso amigo.

Abraço.

lucidreira disse...

Veja só o que é a blogsfera, sem muitos alardes e com perfeição este espaço faz com que leitores e amigoseguidores do "Em fim o que tem pra hoje" pudessem conhecer o lado blogs do nosso amigo Paulo Braccine, ele foi extremamente prificionalblog, maravilha suas respostas deixa-os bem na fita.
Parabéns ao Antonio pela sua perspicácia de buscar um pauta dessa e colocar-lo para que nos deliciemos.
Abraço

Paulo Braccini disse...

SAM ... o moleque do Close ...
SAM ... o Eterno Garato ... duas dimensões de um grande homem ... adoro este carinha ...

Lu! eita Baiano retado ... seu blog é uma fonte inesgotável de cultura, entretenimento e curiosidades ...

Bjux aos dois

António Rosa disse...

Lucidreira

Seja bem-vindo por aqui, onde hoje homenageio um senhor da blogosfera. Muito agradecido pela sua presença e palavras generosas.

Abraço.

António

Serginho Tavares disse...

Parabéns pela bem conduzida entrevista querido! É muito bom quando falamos com alguém que sabe o que dizer!
Beijos

Paulo Braccini disse...

Qto ao amigo Sérgio nem vou falar muito pois semana que vem vcs poderão tirar suas conclusões pessoais, já q será o próximo entrevistado do Antônio aqui na Cova do Urso ...

;-)

Luna Sanchez disse...

Já sou fã e adorei conhecer mais um pouco do Paulo, esse querido.

A definição "Um mundo real rico de emoções e possibilidades" me tocou : concordo plenamente!

Beijos aos dois.

ℓυηα

marcelo dalla disse...

Olá queridos!!!! Demorei, mas cheguei!!! Fiquei o dia fora, mas pensei várias vezes em correr até um computador pra ler esta entrevista que eu não perderia por nada.

Assim como o Antonio, tb admiro muito o Paulo por seu compromisso com a verdade, por sua inteligência e enrome bom humor!!!!

Muito bom conhecê-lo mais um pouco. É um dos amigos virtuais que adoraria encontrar pessoalmente.

Antônio, parabéns a vc tb. Tô feliz pq as entrevistas do Anel do coração voltaram à ativa!!!!

Bjos e abraços, mais tarde eu volto!!!

Paulo Braccini disse...

Luna!eita gauchinha q eu amo ... ela e todos os personagens q ela incorpora em seu delicioso blog ...

bjão querida

;-)

Paulo Braccini disse...

Marcelo Dala ... um mineiro de alma paulistana ... o moço dos astros, das mandalas e para quem não sabe um grande cantor ... vc tb está na minha lista de prioridades para conhecer pessoalmente ...

bjão

;-)

António Rosa disse...

Serginho,

Que bom você estar aqui a homenagearmos o nosso amigo Paulo.

Na próxima semana, será você aqui, meu querido.

Muito obrigado por ter vindo.

Abraço

António Rosa disse...

Luna,

Fiquei muito feliz em ter constatado hoje que os comentários ficaram cheios com amigos do Paulo. Ele merece esta homenagem.

Beijo

António

António Rosa disse...

Marcelo,

Como sabe, a última entrevista Anel do Coração foi a sua coletiva e, desde essa altura que eu sempre soube que o Paulo teria que estar neste anel mágico. Descansei uns tempos das entrevistas e voltei neste final de ano e princípio do próximo com vários amigos que admiro muito.

Para a semana teremos aqui o Serginho, que sigo de perto para aprender com ele sobre cinema e cultura pop.

Depois será a vez da nossa querida Astrid, cuja entrevista já está pronta e tem sido actualizada com as novas perguntas que vão chegando. Já são quase 40 autores de blogues que deixaram perguntas para ela. Esta´enorme. Lembra-se da sua? :)))

E assim, terminaremos o ano do Anel do Coração.

Grande abraço, meu querido.

António

Eraldo Paulino disse...

Certa vez eu vi um importante entrevistador brasileiro dizer que o mais importante numa entrevista é que o entrevistado apareça e não o contrário. Conseguiste fazer isso muito bem.

Parabéns pela entrevista. E claro que eu vou conhecer o teu entrevistado, que me pareceu ótima pessoa, além do mais, mesmo não sendo gay, a militância em favor dos direitos LGBT me interessam e muito.

Abraços!

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá António,
Olá Paulo,

É ímpar a sensação de ler as entrevistas e ir dando "forma" à pessoa entrevistada.

É sempre enriquecedor a partilha da sua sabedoria e vivências... muito boa entrevista!
É um ser especial, muito sensível e isso transborda cá para o outrolado pelos seus posts!

;))) Adorei saber que é licenciado em Medicina Veterinária! ;)))
Paulo....somos amigos virtuais e colegas, he he he he he

Então e eixo um grande beijinho ao Paulo!!! ;)))

Outro para ti António! ;)))

Excelente rentrée das entrevistas! ;)

António Rosa disse...

Eraldo,

Agradeço muito que tivesse vindo até á entrevista do Paulo. Como sabe, você está convidado, mas ainda não tive tempo de prepará-la a 100%, pois com um bloguista como você, escritor, narrador, contista, é mais difícil para mim abordar os temas. Me espera!!!

Aqui no Cova do Urso há total ausência de preconceitos. A lista de entrevistados, até à data, mostra isso. A militância em favor dos direitos LGBT me interessam. O Paulo é exímio neste tratamento. Não concebo a ideia de nas democracias não se tratar bem todas as pessoas. Felizmente, em Portugal, a sociedade tem dado alguns passos em frente. Já é legal o casamento entre pessoas do mesmos sexo. Foi uma enorme mais valia. Falta o próximo passo: autorizar legalmente a adopção de crianças. Ainda se confunde gay com pedofilia. A coisa vai...

Muito obrigado.

António

António Rosa disse...

Maria Paula,

Calei-me muito bem calado sobre a actividade profissional do Paulo, mas pensei muito em ti e como reagirias ao saber. Sim, é teu colega, pois são ambos médicos veterinários. Apesar das outras formaturas do Paulo, ele, tal como tu, exerce como médico veterinário. Não é saboroso?

Muitos beijos, minha querida.

António

Paulo Braccini disse...

Eraldo! obrigado pela sua atenção, postura e transparência ... configuram o grande SER q vc é ...
Maria Paula ... pois tu és Veterinária tb? que maravilha ... agradeço seu carinho, suas palavras doces e gentis ...

bjux

;-)

Maria Paula Ribeiro disse...

;))) António...

Realmente fiquei muito surpreendida, pela positiva claro! ;)
É muito bom conhecer pessoas que partilham o mesmo que amas...

Adoro essa sensação... aprender uns com os outros...mas sabes...que quando se juntam 2 Vets...as conversas não saem do mesmo tema...tantas vezes tentei com colegas e nada.. acabamos sempre nas "4 patas e pêlos" ;))))

Só por mais este bocadinho, vai mais m grande beijo para o Paulo! E quando vier a Portugal terá as portas de Trancoso aberta, claro! ;))))

Vamos "inovar" com a Astrid! ;PPP

Beijo, beijo, beijo....

Maria Paula Ribeiro disse...

Desculpa esta invasão...outa vez! :;PP

Paulo, sim sou Vet...a desbravar e entranhar o mundo animal...não de forma "formatada" mas livre! ;)))

http://bandarravet.blogspot.com/

Aqui o meu cantinho....Ficarei feliz com a tua presença e partilha! ;)

Mil abraços!
MP

Astrid Annabelle disse...

E eu estou aqui só "ouvindo " a conversa...
Belo momento.
Beijos para todos
Astrid Annabelle

marcelo dalla disse...

hehehehe como a Astrid, tb tô aqui "ouvindo" a conversa. E aproveito pra conhecer novos blog que não conhecia, como o do Eraldo, por exemplo.

Paulo e Antonio, volto a repetir, Quero muito conhecê-los pessoalmente. O Paulo tá convidadíssimo pra um café na Vila Madalena quando voltar a São Paulo. E o Antonio será a meta da minha próxima viagem ao exterior.

:))))

António Rosa disse...

Maria Paula,

Ainda bem que não sou Vet, pois assim consigo conversar contigo de outros temas.

A vantagem é que és 'multi-tarefas'. :)))

Vamos todos para Trancoso. Os friorentos que se abriguem, pois faz muito frio e cai neve.

Besitos

António

António Rosa disse...

Astrid,

Também tenho estado a ouvir e, como anfitrião, a participar. E a ultimar várias coisas das próximas entrevistas.

Hoje farei um serão um pouco mais prolongado, pois amanhã é feriado em Portugal. Dia de Nossa Senhora da Conceição. A nossa padroeira.

Beijos

António

António Rosa disse...

Marcelo,

Ficou a conhecer o Eraldo agora? É um dos próximos convidados do Anel do Coração. Só que estou a preparar uma entrevista especial.

Também faço planos que a minha próxima viagem ao exterior seja ao Brasil, antes de ir para a Patagónia. Portanto, também irei toma rum café consigo em Vila Madalena.

Abraço

Renato Orlandi disse...

Uiaaa, eu nem preciso dizer que sou mega fã, admirador de longa data desse moço, desde minhas primeiras visitas ao seu Blog...

Paulo B. foi um dos primeiros blogueiros que conheci de Blogsville e me considero de muitíssima sorte por isso!

Adorei essa entrevista, acompanho a todas que ele faz e incrível como sempre tem algo novo e interessante a dizer, sua capacidade em nos fazer refletir sobre as coisas, o futuro, o significado de se ter um Blog e tudo mais... Sua história e inteligência realmente nos inspira, a mim em especial pelas questões humanas e sexuais principalmente...

Parabéns também a este Blog e seu autor, António Rosa, pela entrevista. Primeira vez que venho aqui, agradeço também o convite deixado para que eu viesse, não perderia por nada.

E Paulo B., ano que vem não me escapa hehehee... Abraço a vcs.

António Rosa disse...

Renato,

Muito agradecido por ter vindo aqui deixar o seu abraço ao nosso comum amigo Paulo. É um ser especial, muito especial.

Grato pelas suas palavras.

Abraço.

António

Luma Rosa disse...

António, obrigada por me apresentar o Paulo! Que a primeira vista se mostrou uma pessoa aberta e verdadeira. Assim como ele, também acho que leitores são a alma do blogue e deixo isto explícito na apresentação do "Luz".
Ele, sendo recomendado por você e tendo o Edu, meu amigo de longa data, como referência blogueira, já me fez ir no blogue e assinar o feed! Vou seguir as postagens dele! Beijus,

Dêco disse...

O Paulo é uma dessas pessoas em quem você consegue enxergar vida, beleza e muitas coisas boas. Desde que o li a primeira vez não consigo parar. É um exemplo para mim e acredito que para muitos. Sempre é MUITO bom saber mais sobre ele. Parabéns por nos propiciar isso, Antonio.
Abraços

António Rosa disse...

Luma

Você é uma pessoa única e exemplar. Fiquei emocionado com o seu testemunho. Muito obrigado por ter vindo até aqui e não se importar de conhecer novas pessoas. Isso é maravilhoso.

Beijo

António

António Rosa disse...

Dêco,

Muito obrigado por ter vindo até aqui e homenagear o nosso comum amigo, Paulo. Para mi, é um exemplo.

Abraço,

António

Dêco disse...

É um exemplo para nós, Antonio.
E sempre um prazer inenarrável encontrar blogs ricos de personalidade e informação. Estarei sempre por aqui. Grato pelo carinho.
Abraços

Paulo Braccini disse...

Antônio, será um prazer acompanhá-lo em um café na Vila Madalena - SP [na casa do queridíssimo Marcelo, a quem tb estou devendo uma visita]. Amo aquela cidade e sempre estou por lá. Eu sou natural e vivo em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, um estado de grandes tradições localizado na região sudeste do Brasil e q faz fronteira com vários estados importantes, dentre eles, São Paulo e Rio de Janeiro.
Renato Orlandi [o Re]! há este é uma graça mesmo ... um garoto recém formado em enfermagem, ansioso por excelência, como todos os garotos de sua idade,para com a vida e seus caminhos, mas tb uma pessoa ímpar, que muito nos acrescenta com suas palavras e seus escritos. Qdo a veia está boa é engraçadíssimo ... rs...
Luma Rosa, estou a conhecer agora, e seu carinho e atenção já me cativaram ... já estou indo conhecê-la um pouco mais em seu blog.
Dêco! este é lá do nordeste brasileiro, de uma terra pra lá de boa ... andou sumido mas felizmente voltou ... uma pessoa sensível e dono de uma percepção crítica sem igual ... contundente mesmo em suas posturas, o que me faz admirá-lo e muito.

bjux a todos ...

;-)

Vanessa disse...

Antonio, excelente o resultado desta entrevista, aliás o projeto é muito bom.Sou fã do Paulo há algum tempo e o mais engraçado é que , em Blogsville como ele diz as vezes conhecemos e admiramos alguém mas não nos lembramos de como as conhecemos.

Abraço a todos

Paulo Braccini disse...

Vanessa, obrigado pelo seu carinho de sempre ... sua palavras são sempre gentis ...

bjux

;-)

Pérola Anjos disse...

Excelente entrevista! Bom conhecer a essência de pessoas tão especiais.

Obrigada por suas palavras sempre tão carinhosas!

Beijos, António querido!

António Rosa disse...

Vanessa

Muito agradecido por ter vindo e deixado aqui um abraço ao nosso amigo Paulo.

Tenho a sensação que as pessoas cada vez comentam menos. Os números assim o indicam, pelo menos. Estive agora a analisar no Clicky os números e não percebo porque as pessoas participam tão pouco. Mesmo assim, só o post teve, em poucas horas, mais de 600 acessos, com uma permanência média de 7 minutos. Leram e... foram-se.

O resto são visitantes Google, pois o destino foram outros posts, sobretudo o meu artigo sobre as previsões para 2011, que já me enjoa.

Até breve.

Abraço

António

António Rosa disse...

Pérola,

Um dos grandes nomes da poesia contemporânea aqui a deixar o seu abraço.

Vou entrar em contacto consigo, por causa de uma outra entrevista que estou a preparar.

Beijos.

António

Chica disse...

Maravilhosa entrevista do Paulo.Parabéns aos dois aqui! abração,chica

António Rosa disse...

Chica,

Muito obrigado, muinha querida.

Maria Paula Ribeiro disse...

António,

Já há um tempo que comentam menos....
E ainda por cima, lembra-te que vários leitores indeferenciados estão enfiados em centros comercias em compras megalómanas...

Mas fica tranquilo, a entrevista está muito boa, deste-nos a conhecer uma bela pessoa e isso é o mais importante...

Eu pelo menos ganhei um colega inter-continental! ;))))

Beijo grande e bom feriado!
Outro beijo grande ao Paulo! ;)))

António Rosa disse...

Maria Paula,

Estou tranquilo. :)))

Não é a ausência de comentários que me preocupa. Foi apenas uma constatação.

Não tem nada a ver com centros comerciais...

São efeitos laterais da forma como se interage no Facebook.

Beijos

António

Paulo Braccini disse...

Pérola e Chica, me sinto muito gratificado com o carinho de vcs ... Obrigado de coração.

Antônio, espero q possa ter correspondido às suas expectativas qto à entrevista ...

beijo grande querido

;-)

ratoderua disse...

Paulo, é um ser humano como poucos. Não o conheço (a não ser através de seu blog) não somos amigos. Mas é impossível conhecer o blog dese cara e ficar indiferente as coisas que ele escreve com tanta sinceridade, sensibilidade e sempre uma pitada ácida de um sarcasmo refinado, como uma cereja bem colocada no topo de um bolo bem confeitado.

Paulo é caprichoso, mas ao mesmo tempo despretensioso. É uma espécie de paradoxo clássico, que se auto moderniza com o passar dos dias. Ele seria como um despretensioso que faz com que sua maior pretensão seja filosofar de uma maneira, que faça até mesmo pessoas como eu, que sempre tiveram preconceito contra gays e afins, se render a escrita e reconhecê-lo como um homem íntegro, honesto e principalmente, mais macho do que muitos "homens" que vemos por aí.

Nesse pouco tempo que leio o Blog do Paulo, definiria que o maior aprendizado que tive com ele foi:

"Ser homem vai além de ter um pau e comer várias mulheres. Ser homem é isso que você vêm aqui, sinceridade, doçura, sensibilidade, seriedade e principalmente... Aceitar a sua própria verdade e bancá-la. Como apenas um homem seria capaz de fazer"

Enfim... É o que tem pra hoje. Hahahahahaha.

Desculpe a invasão por aqui, mas precisava deixar um comentário a respeito dessa pessoa fantática.

Parabéns pela entrevista.

Abraço!

António Rosa disse...

Paulo,

Pode crer que estou muito feliz com a entrevista e com a exposição havida. Despertou muita curiosidade, como já comentei mais acima.

Só o seu post teve mais de 600 acessos, o que é fantástico e maravilhoso. Foi um êxito.

Estou muito feliz por ter publicado a sua entrevista, pois ficou demonstrado o quanto você é querido e estimado.

Espero, também, que para si, tenha sido um bom momento e recebido a atenção que merece.

Grande abraço.

António

António Rosa disse...

Rato de Rua,

Antes de lhe responder aqui, fui ao blogue e vim de lá encantado. Gostei muito daquele seu post e o ter-se permitido seguir o conselho do seu amigo... deixar-se ir. elos vistos, deu-se bem com o conselho dele e o amor está a acontecer. Sucesso para si e para a Fernanda.

Agradeço-lhe muito o ter deixado palavras tão bonitas para o Paulo. Não foi nada invasivo. Foi bem-vindo.

Abraço,

António

Paulo Braccini disse...

Querido Rato ... sem palavras para agradecer este seu depoimento ... sinceramente vc me pegou de surpresa ... mas enfim ... vc é um cara pra lá de phoda ...
Quem não conhece o trabalho deste cara não deixe de visitá-lo. Asseguro que terão uma grata surpresa ... o cara é fera ... como pessoa e como blogueiro ...

bjão

;-)

Paulo Braccini disse...

Antônio, estou super feliz ... obrigado por esta oportunidade ... olhe como são as coisas ... o Rato foi o último a vir aqui ... estou em êxtase com o depoimento dele ...

Bjão

;-)

Maria de Fátima disse...

Olá António,
Olá Paulo,
Só hoje vim ler a entrevista e gostei muito de conhecer mais um pouco da personalidade do Paulo.Apesar de pouco comentar sempre que posso vou ao cantinho do Paulo e saio de lá sempre a aprender mais e mais.
Paulo e António Parabéns pela maravilhosa entrevista.
Beijocas aos dois.

ManDrag disse...

O Paulo é um caso de inteligência e assertividade simpática na blogosfera. O Enfim... é um dos poucos blogs que se pode ler com a certeza que se está lendo algo bem escrito e isso para mim é importante; escrever com inteligência.

Um abraço aos dois, com amizade e admiração

António Rosa disse...

Olá, Maria de Fátima,

Muito agradecido por teres vindo. Conto contigo no dia 16. Beijos

António

António Rosa disse...

ManDrag

Assino por baixo. Penso assim mesmo.

Grande abraço

António

Marcio Nicolau disse...

a característica positiva das compilações que o Paulo faz em seu blogue (que eu acompanho, não muito de perto ainda) é o diálogo. Palavra-chave, essencial no âmbito das relações e também na esfera virtual (onde se reproduzem, é claro, relacionamentos).

Creio muito no diálogo.

António Rosa disse...

Olá Márcio,

Como seria a vida sem diálogo? Não consigo sequer imaginar.

Grato por ter vindo.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates