Chacras sem K

8 de abril de 2010 ·


[Se não teve tempo de ver esta ilustração a funcionar, recomendo que faça refresh
para visualizar o funcionamento. É interessante.]




Autor do texto: Carlos Florêncio



«Nós possuímos mais de 88 mil chacras, sendo sete os conhecidos. Os chacras são como uma roda com um nódulo central onde as energias de diferentes campos circulam de maneira centrífuga e pulsam de maneira rítmica, de modo que, no seu conjunto, parecem-se com uma flor cujas pétalas estão em harmonia constante.


»Estes centros geradores de energia distribuem energia vital para os nossos corpos subtis e físico.
Os chacras traduzem os efeitos dos campos vibratórios, astrais, mentais, causais, como manifestações biológicas de nosso sistema endócrino. Actua diretamente sobre os órgãos físicos e com impulsos eletromagnéticos sobre as glândulas, fazendo com que estas distribuam hormónios para a manutenção fisiológica do corpo físico. Os chakras fazem com que as energias sutis interpenetrem na matriz celular de forma correcta, por serem transformadores e controladores energéticos responsáveis pela vitalidade do corpo físico em toda a sua complexidade.


»A falha na distribuição energética pode também criar uma fraqueza na zona do corpo correspondente ao chacra, vindo a bloquear a circulação de energia e fazendo com que a disfunção crie um estado de dor, doença e acidentes, por estar a pessoa com o seu campo vibratório baixo. Cada chacra está associado a uma frequência vibratória específica, ou seja, as cores dos chacras; cada cor é uma vibração e está ligada à consciência do chacra a que corresponde. Abrimos as consciências dos chacras à medida que vamos evoluindo através das experiências de vida, que servem para ampliar os nossos conhecimentos e aumentar com isso o nossa campo vibratório ou aura.


»Os chacras maiores são centros de energia com cerca de 7,5 a 10cm de diâmetro. Os chacras menores como, por exemplo, os das mãos e dos pés medem cerca de 2,5 a 5cm de diâmetro. O corpo físico é dividido ao meio, formando dois pólos de energias: Do lado direito, o positivo masculino-YANG e do lado esquerdo, o negativo feminino-YIN.»


Autor do texto: Carlos Florêncio. Texto daqui.

16 comentários:

angela disse...
8 de abril de 2010 às 21:59  

Bonito texto, com imagens interessantes e fail de entender.
Gostei
beijos

Astrid Annabelle disse...
8 de abril de 2010 às 23:17  

Sempre é bom reler certos temas.
Achei interessante a primeira imagem!
Beijo, António!
Astrid Annabelle

Joana disse...
8 de abril de 2010 às 23:26  

Gostei do texto e das imagens. Muito bem explicado.

Beijocas

Rosan disse...
9 de abril de 2010 às 02:08  

oi Antonio.
muito bom o texto, já estudei algumas coisas sobre os chacras, mas com a apresentação que fizeste, ficou mais facil ainda de entender.
gostei da primeira ilustração.

beijo

Glorinha L de Lion disse...
9 de abril de 2010 às 02:42  

Olá amigo Antonio, muito boa a explicação sobre os chacras...e fiquei muito contente em saber que vais participar de nossa blogagem coletiva Colorindo a Vida desta segunda feira...só te respondo agora porque fiquei sem internet devido às chuvas que caem aqui...gratíssima por tua solidariedade! espero que as forças da natureza trabalhem agora a favor do Rio de Janeiro e de Niterói, cidade onde vivo.
Até segunda e um grande beijo azul!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...
9 de abril de 2010 às 07:35  

Adorei esta aula sobre chackras. Gosto muito do tema abordado. Estarei sempre por aqui, gostei do blog!
Muito obrigado pela visita e comentário.

Maria de Fátima disse...
9 de abril de 2010 às 10:34  

Olá António, gostei das imagens, em especial da primeira.Deu para entender um pouco sobre o assunto.Beijocas e continuação das tuas melhoras.

António Rosa disse...
9 de abril de 2010 às 12:23  

Angela,

Muito obrigado pelo elogio. Bom fim-de-semana.

Beijo.

António Rosa disse...
9 de abril de 2010 às 12:23  

Astrid Annabelle,

Este é um post antigo, do tempo do 'Postais da Novalis'.

Bom fim-de-semana.

Beijo

António Rosa disse...
9 de abril de 2010 às 12:23  

Joana

Muito obrigado, minha querida. Pelos vistos as imagens deram um toque especial. Bom fim-de-semana.

Beijo.

António Rosa disse...
9 de abril de 2010 às 12:41  

Rosan

Parece que as pessoas gostaram da primeira ilustração. Nem me lembro onde a encontrei, pois já a tinha há vários anos. Muito agradecido. Bom fim-de-semana.

Beijo.

António Rosa disse...
9 de abril de 2010 às 12:44  

Glorinha

Vai ser um prazer participa rna blogagem coletiva de segunda-feira. O post já está feito, com linques ao seu blogue e é só esperarmos pela meia-noite desse dia.

Ainda bem que está a recuperar da situação de tragédia que bateu bem perto de si.

Bom fim-de-semana.

Um beijo azul

António Rosa disse...
9 de abril de 2010 às 12:52  

Alexandre

Muito grato pela visita. Gostei muito do seu blogue. Também estarei presente no seu espaço.

Bom fim-de-semana.

Um abraço azul

António Rosa disse...
9 de abril de 2010 às 12:59  

Maria de Fátima

Muito obrigado pela visita.
Bom fim-de-semana.

Um bejo azul

Silenciosamente ouvindo... disse...
12 de abril de 2010 às 09:13  

António fundamentalmente os desejos
d que recupere totalmente. O dia de
X cor tem sido bom e tem feito
conhecer (digo por mim)alguns outros blogues.Obrigada por ter
visitado o meu e pelo seu comentário. Um beijinho e as
suas totais melhoras.

Silenciosamente ouvindo... disse...
12 de abril de 2010 às 09:13  

António fundamentalmente os desejos
d que recupere totalmente. O dia de
X cor tem sido bom e tem feito
conhecer (digo por mim)alguns outros blogues.Obrigada por ter
visitado o meu e pelo seu comentário. Um beijinho e as
suas totais melhoras.

8 de abril de 2010

Chacras sem K


[Se não teve tempo de ver esta ilustração a funcionar, recomendo que faça refresh
para visualizar o funcionamento. É interessante.]




Autor do texto: Carlos Florêncio



«Nós possuímos mais de 88 mil chacras, sendo sete os conhecidos. Os chacras são como uma roda com um nódulo central onde as energias de diferentes campos circulam de maneira centrífuga e pulsam de maneira rítmica, de modo que, no seu conjunto, parecem-se com uma flor cujas pétalas estão em harmonia constante.


»Estes centros geradores de energia distribuem energia vital para os nossos corpos subtis e físico.
Os chacras traduzem os efeitos dos campos vibratórios, astrais, mentais, causais, como manifestações biológicas de nosso sistema endócrino. Actua diretamente sobre os órgãos físicos e com impulsos eletromagnéticos sobre as glândulas, fazendo com que estas distribuam hormónios para a manutenção fisiológica do corpo físico. Os chakras fazem com que as energias sutis interpenetrem na matriz celular de forma correcta, por serem transformadores e controladores energéticos responsáveis pela vitalidade do corpo físico em toda a sua complexidade.


»A falha na distribuição energética pode também criar uma fraqueza na zona do corpo correspondente ao chacra, vindo a bloquear a circulação de energia e fazendo com que a disfunção crie um estado de dor, doença e acidentes, por estar a pessoa com o seu campo vibratório baixo. Cada chacra está associado a uma frequência vibratória específica, ou seja, as cores dos chacras; cada cor é uma vibração e está ligada à consciência do chacra a que corresponde. Abrimos as consciências dos chacras à medida que vamos evoluindo através das experiências de vida, que servem para ampliar os nossos conhecimentos e aumentar com isso o nossa campo vibratório ou aura.


»Os chacras maiores são centros de energia com cerca de 7,5 a 10cm de diâmetro. Os chacras menores como, por exemplo, os das mãos e dos pés medem cerca de 2,5 a 5cm de diâmetro. O corpo físico é dividido ao meio, formando dois pólos de energias: Do lado direito, o positivo masculino-YANG e do lado esquerdo, o negativo feminino-YIN.»


Autor do texto: Carlos Florêncio. Texto daqui.

16 comentários:

angela disse...

Bonito texto, com imagens interessantes e fail de entender.
Gostei
beijos

Astrid Annabelle disse...

Sempre é bom reler certos temas.
Achei interessante a primeira imagem!
Beijo, António!
Astrid Annabelle

Joana disse...

Gostei do texto e das imagens. Muito bem explicado.

Beijocas

Rosan disse...

oi Antonio.
muito bom o texto, já estudei algumas coisas sobre os chacras, mas com a apresentação que fizeste, ficou mais facil ainda de entender.
gostei da primeira ilustração.

beijo

Glorinha L de Lion disse...

Olá amigo Antonio, muito boa a explicação sobre os chacras...e fiquei muito contente em saber que vais participar de nossa blogagem coletiva Colorindo a Vida desta segunda feira...só te respondo agora porque fiquei sem internet devido às chuvas que caem aqui...gratíssima por tua solidariedade! espero que as forças da natureza trabalhem agora a favor do Rio de Janeiro e de Niterói, cidade onde vivo.
Até segunda e um grande beijo azul!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Adorei esta aula sobre chackras. Gosto muito do tema abordado. Estarei sempre por aqui, gostei do blog!
Muito obrigado pela visita e comentário.

Maria de Fátima disse...

Olá António, gostei das imagens, em especial da primeira.Deu para entender um pouco sobre o assunto.Beijocas e continuação das tuas melhoras.

António Rosa disse...

Angela,

Muito obrigado pelo elogio. Bom fim-de-semana.

Beijo.

António Rosa disse...

Astrid Annabelle,

Este é um post antigo, do tempo do 'Postais da Novalis'.

Bom fim-de-semana.

Beijo

António Rosa disse...

Joana

Muito obrigado, minha querida. Pelos vistos as imagens deram um toque especial. Bom fim-de-semana.

Beijo.

António Rosa disse...

Rosan

Parece que as pessoas gostaram da primeira ilustração. Nem me lembro onde a encontrei, pois já a tinha há vários anos. Muito agradecido. Bom fim-de-semana.

Beijo.

António Rosa disse...

Glorinha

Vai ser um prazer participa rna blogagem coletiva de segunda-feira. O post já está feito, com linques ao seu blogue e é só esperarmos pela meia-noite desse dia.

Ainda bem que está a recuperar da situação de tragédia que bateu bem perto de si.

Bom fim-de-semana.

Um beijo azul

António Rosa disse...

Alexandre

Muito grato pela visita. Gostei muito do seu blogue. Também estarei presente no seu espaço.

Bom fim-de-semana.

Um abraço azul

António Rosa disse...

Maria de Fátima

Muito obrigado pela visita.
Bom fim-de-semana.

Um bejo azul

Silenciosamente ouvindo... disse...

António fundamentalmente os desejos
d que recupere totalmente. O dia de
X cor tem sido bom e tem feito
conhecer (digo por mim)alguns outros blogues.Obrigada por ter
visitado o meu e pelo seu comentário. Um beijinho e as
suas totais melhoras.

Silenciosamente ouvindo... disse...

António fundamentalmente os desejos
d que recupere totalmente. O dia de
X cor tem sido bom e tem feito
conhecer (digo por mim)alguns outros blogues.Obrigada por ter
visitado o meu e pelo seu comentário. Um beijinho e as
suas totais melhoras.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates