Com Marina Silva - Eleições no Brasil, volta tudo a ser baralhado e tornado a dar, tal e qual um jogo de cartas.

18 de agosto de 2014 ·


O Mundial de Futebol (a Copa) chegou ao fim sem grandes contestações de rua, nem problemas maiores na organização. A primeira impressão? Pode-se dizer que em campo o Brasil deu-se mal, mas Dilma capitalizou a seu favor. Com esta sentença salomónica, inventada pelos próprios brasileiros: «A Dilma o que é de Dilma e a Scolari o que é de Scolari.» E com isto dizemos tudo.

Houve o caso do viaduto que abateu, mas ficou circunscrito, infelizmente para os falecidos, à zona de Belo Horizonte.

Os meus leitores brasileiros são, na sua maioria contra Dilma Roussef.

Alguns números recentíssimos: A FIFA atribuiu 9,25 ao torneio, contra os 9 dados na edição anterior da Copa; o grau de satisfação geral dos turistas de 60 países com o Mundial foi enorme, pois atribuíram 83% positivos. À hospitalidade dos brasileiros a Datafolha atribui 95 pontos. Excelente. A quantidade e conforto dos estádios tiveram nota alta, com 92 pontos.

Vou recordar os meus amigos brasileiros do seguinte: Dilma saiu sem danos de um Mundial em que a seleção do seu país ficou de rastos com a humilhação; curiosamente, o ano passado numa competição com um Brasil vitorioso, Dona Dilma saiu de rastos, maltratada de tudo. Em 1998, Fernando Henrique Cardoso, foi reeleito apesar da criticada derrota da seleção brasileira na final do Mundial de França. E vale a pena lembrarmo-nos que Lula da Silva foi nomeado presidente, tendo derrubado José Serra, o delfim de Fernando Henrique, isto 3 meses depois do último título mundial em 2002.

Tudo isto para dizer o quê: que nas sondagens [que todos os brasileiros contestam] Dilma estava com 39% das intenções de voto, Aécio com 22% e o falecido Eduardo Campos com 8%.

Uma introdução tão grande porque:

1º) me deu prazer escrever;

2º) agora é preciso ter em conta Marina Silva, que mete enormes calafrios ao mercado e aos sectores mais conservadores do Brasil.

No momento em que escrevo este texto, Marina Silva ainda não foi formalmente nomeada candidata pela coligação do Partido Socialista Brasileiro. Mas pelo mapa que vos apresento podem perceber que Júpiter estará na sua Casa XI, por ocasião das presidenciais no Brasil, além de um Sol magnífico a passar-lhe no Ascendente, exatamente no dia das eleições.

Como vejo eu a situação?

1) Aécio vai ficar para trás, pois os votantes menos urbanos claramente que escolherão Mariana ao ricaço Aécio.

2) Sendo assim, olhando bem para os mapas dos três, e sabendo as severas críticas que Dilma tem sobre as questões económicas do país, o mano-a-mano vai ser entre elas, que já se encontraram em 2010.

3) Tudo indica, agora sim, com um máximo de certeza que haverá uma 2ª volta nas Eleições Brasileiras. Ainda é cedo para garantirmos se é Dilma vs Aécio ou se é Dilma Vs Marina.

4) Não me surpreenderia ver Marina num futuro [e último] governo de Dilma. Ou então, deixar-se de fantasias e preparar seriamente a sua candidatura para 2018.

Mas que Dilma vai ter Marina pela frente, isso terá!

0 comentários:

18 de agosto de 2014

Com Marina Silva - Eleições no Brasil, volta tudo a ser baralhado e tornado a dar, tal e qual um jogo de cartas.


O Mundial de Futebol (a Copa) chegou ao fim sem grandes contestações de rua, nem problemas maiores na organização. A primeira impressão? Pode-se dizer que em campo o Brasil deu-se mal, mas Dilma capitalizou a seu favor. Com esta sentença salomónica, inventada pelos próprios brasileiros: «A Dilma o que é de Dilma e a Scolari o que é de Scolari.» E com isto dizemos tudo.

Houve o caso do viaduto que abateu, mas ficou circunscrito, infelizmente para os falecidos, à zona de Belo Horizonte.

Os meus leitores brasileiros são, na sua maioria contra Dilma Roussef.

Alguns números recentíssimos: A FIFA atribuiu 9,25 ao torneio, contra os 9 dados na edição anterior da Copa; o grau de satisfação geral dos turistas de 60 países com o Mundial foi enorme, pois atribuíram 83% positivos. À hospitalidade dos brasileiros a Datafolha atribui 95 pontos. Excelente. A quantidade e conforto dos estádios tiveram nota alta, com 92 pontos.

Vou recordar os meus amigos brasileiros do seguinte: Dilma saiu sem danos de um Mundial em que a seleção do seu país ficou de rastos com a humilhação; curiosamente, o ano passado numa competição com um Brasil vitorioso, Dona Dilma saiu de rastos, maltratada de tudo. Em 1998, Fernando Henrique Cardoso, foi reeleito apesar da criticada derrota da seleção brasileira na final do Mundial de França. E vale a pena lembrarmo-nos que Lula da Silva foi nomeado presidente, tendo derrubado José Serra, o delfim de Fernando Henrique, isto 3 meses depois do último título mundial em 2002.

Tudo isto para dizer o quê: que nas sondagens [que todos os brasileiros contestam] Dilma estava com 39% das intenções de voto, Aécio com 22% e o falecido Eduardo Campos com 8%.

Uma introdução tão grande porque:

1º) me deu prazer escrever;

2º) agora é preciso ter em conta Marina Silva, que mete enormes calafrios ao mercado e aos sectores mais conservadores do Brasil.

No momento em que escrevo este texto, Marina Silva ainda não foi formalmente nomeada candidata pela coligação do Partido Socialista Brasileiro. Mas pelo mapa que vos apresento podem perceber que Júpiter estará na sua Casa XI, por ocasião das presidenciais no Brasil, além de um Sol magnífico a passar-lhe no Ascendente, exatamente no dia das eleições.

Como vejo eu a situação?

1) Aécio vai ficar para trás, pois os votantes menos urbanos claramente que escolherão Mariana ao ricaço Aécio.

2) Sendo assim, olhando bem para os mapas dos três, e sabendo as severas críticas que Dilma tem sobre as questões económicas do país, o mano-a-mano vai ser entre elas, que já se encontraram em 2010.

3) Tudo indica, agora sim, com um máximo de certeza que haverá uma 2ª volta nas Eleições Brasileiras. Ainda é cedo para garantirmos se é Dilma vs Aécio ou se é Dilma Vs Marina.

4) Não me surpreenderia ver Marina num futuro [e último] governo de Dilma. Ou então, deixar-se de fantasias e preparar seriamente a sua candidatura para 2018.

Mas que Dilma vai ter Marina pela frente, isso terá!

Sem comentários:

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates