Entrevista-me - Parte 1

4 de janeiro de 2008 ·

Photobucket
Parte 1 da entrevista a António Rosa feita por vários amigos. Tudo começou, como se explica aqui. Esta entrevista foi publicada no dia 22 Julho 2009 e está dividida em 3 partes: Parte 1 - Parte 2 - Parte 3. Estes postes foram guardados em datas mais antigas, por uma questão de organização interna do blogue.

Pode clicar nos nomes a vermelho para conhecer os blogues.

Photobucket

Marcelo Dalla, do «Dalla Blog»

Eu tenho uma pergunta: a mesma que faz a todos que entrevista. Como começou a idéia de criar um blog? Conte um pouco da sua história.

Marcelo, fui bem apanhado. Conheci a blogoesfera em 2000, mas era quase toda em língua inglesa e eu estava nessa altura (2000 a 2003) a criar os fundamentos da minha editora e não dispunha de tempo para quase nada. Quando começaram a surgir os primeiros blogues em língua portuguesa, em 2003, interessei-me ainda mais e comecei a acompanhar mais de perto, mas só em 2005 é que me atrevi a entrar na blogoesfera.

Desde 2003 que tenho estado envolvido na criação de projectos para a internet. Sites e blogues. A diferença entre ambos os modelos é a interacção dos leitores. Nos blogues podemos deixar comentários e no sites, não. Você e eu somos uns felizardos, pois temos sempre amigos e leitores que comentam nos nossos blogues. Posso garantir-lhe que a maioria dos blogues, em qualquer idioma, ou não recebem comentários ou são escassos.

Para que tenha uma ideia sobre a minha actividade na internet desde 2003, criei estes projectos: já vamos no segundo site da editora «Anjo Dourado» (que antes era conhecido por «Livros Novalis», uma marca nossa). Os sites «Nave Lusitânia» (com textos espirituais de vários autores), «Orações de Sempre» e um site de textos que já não existe. Também criei um site exclusivo para os meus cursos presenciais de astrologia. O material desse site foi posteriormente usado no nosso site «Escola de Astrologia Nova-Lis».

Aproveitei a noite de Natal de 2005 para criar o meu 1º blogue, o «Postais da Novalis». O nome derivava da marca da minha editora: 'Livros Novalis'. Entendi que era uma continuação do que eu fazia no meu dia-a-dia. Esse blogue funcionou como uma plataforma atractora, pois quase que não havia blogues em português a falarem de assuntos que hoje em dia são normalíssimos. Havia todo o género de blogues, mas não os de natureza espiritual-esotérico-astrológico-metafísico. Havia a Astrid e a Onda Encantadam que começou em 2005. Foi um blogue bem sucedido.

Ao começar a fazer postes de astrologia no «Postais da Novalis» percebi que havia leitores específicos para este tema e que não se juntavam aos leitores dos restantes temas. Tal com ainda hoje acontece. Uma pessoa interessada em astrologia não significa que se interesse por espiritualidade. O contrário, também.
Não quer dizer que não haja leitores comuns. Em 2006 criei um blogue secundário, que funcionava inicialmente na esfera do «Postais da Novalis», a que dei o nome de «Astrologia para Todos», mas depressa se emancipou e veio a integrar o site «Escola de Astrologia Nova-Lis». Há pessoas que conhecem este percurso: a Astrid, a Lucy, a Pitanga, a Onda Encantada, a Magda, e a Clotilde. E outras pessoas.

Quanto a visitantes desses blogues havia um abismo a separá-los. O «Postais da Novalis» tinha imensos visitantes 'reais' diários, enquanto que o «Astrologia para Todos» tinha sobretudo, visitantes vindos de pesquisas feitas no Google. Ou seja, os 'reais', eram aquelas pessoas que tinham marcado o «Postais» nos seus favoritos ou lincado nos seus blogues e vinham visitar especificamente o que se escrevia e comentava, havendo amenas cavaqueiras, como hoje há no «Cova do Urso».

Entre Novembro e Dezembro de 2006 comecei a pensar em criar um site de astrologia, com o material que tinha no «Astrologia para Todos» e no tal antigo site exclusivo para os meus alunos. Essa ideia ia tornando-se cada vez mais premente. Por isso tomei a decisão de encerrar o «Postais da Novalis» e anunciei o seu apagamento com antecedência, com dia e hora marcada - para 5 Fevereiro 2007. Nunca mais voltarei a fazer isso. Nem apagarei, nem anunciarei o fim de nenhum blogue. Recomendo que se faça apenas isto: um último post a 'encerrar' a actividade, fechando também a zona de comentários. Para que as 'energias' não negativizem. Para que não se torne num 'filho' abandonado.

Criei o site da «Escola de Astrologia Nova-Lis» e quando já estava em velocidade cruzeiro, na minha condição de 'blogger addicted' retomei a actividade com o «Cova do Urso» em Novembro de 2007. Entretanto, já em 2008, criei o segundo template da Escola.

No 1º post deste blogue e no botão no topo 'Sobre mim' podem ser lidas mais situações sobre a minha relação com a blogoesfera e a internet em geral.


Photobucket

Qual o teu objectivo principal em "blogares", o que pretendes com o blogue?

Sempre foi o mesmo, Paula, quer nos sites quer nos blogues. A única diferença entre sites e blogues é haver ou não a interacção dos leitores, deixando comentários. Hoje em dia, muitos sites permitem isso. Respondendo ao que perguntas: pretendo sempre o mesmo, disponibilizar textos nas áreas em que me movimento e que facilitem a vida das pessoas nas suas crenças e práticas espirituais. Apenas isso. Quer nos sites, nos blogues, na editora, nos cursos de astrologia, nas palestras, etc. Sempre e apenas isso. Mensagens para um maior nível de consciência. Mensagens que se enquadrem no processo evolutivo de cada um. Eu limito-me apenas a ser o mensageiro.

Photobucket

Ana Cristina, do «Astrologicamente»

Pensa que o blogue (moda) está em ascensão ou ao contrário? Como vê o futuro da actividade bloguista? Considera todos os seus muitos seguidores :-) como seguidores fieis?

Ana Cristina, creio que a blogoesfera em geral está em ascensão. Obviamente, que haverá sempre pessoas que criarão os seus blogues por pensarem que a 'coisa' está na moda. No entanto, estas pessoas, passado pouco tempo, desistem e abandonam os seus blogues. Deixo um aqui um exemplo de um blogue com uma vida muito curta (1 mês) e aparentemente criado por ser moda, sem nenhum propósito especial. :) Haverá sempre quem o faça por 'moda', mas a tendência é serem abandonados.

O processo bloguístico está em franca ascensão. Isso não significa que, em todo o mundo, inúmeros blogues não se fiquem pelo caminho. Como sempre, os blogues que tiverem qualidade e um propósito, permanecerão. Os que ficam é porque tinham algo a passar aos leitores.

Como sabe, aquilo que hoje chamamos de blog surgiu em 1997, e era muito complicado operar. O primeiro blog de Portugal foi criado em 1999. Entretanto, uma empresa americana [Pyra Labs] criou a plataforma 'blogsopt', mais tarde conhecida como Blogger. No ano 2000, já era um fenómeno que atingia os mais inovadores na internet, havendo milhares de blogues em todo o mundo. O Google, em 2003, ao adquirir o Blogger, elevou a fasquia. Hoje existem milhões de blogues. Conheço alguns blogues em língua portuguesa, que ainda existem e que foram criados em 2003.

Quanto à sua pergunta sobre o futuro da actividade bloguista, vejo que se vai consolidar cada vez mais. Cada vez mais sofisticados e com muita flexibilidade de funcionamento. Muitos blogues já são considerados de referência nas suas áreas. O seu, por exemplo, já é uma referência na área da astrologia. Parabéns. A importância dos blogues já acontece hoje, veja-se a disputa entre imprensa e blogues. Veja-se também a televisão [o media que anda sempre a reboque dos outros, pois tem que agradar a massas muito numerosas] que já tem como comentadores, alguns dos bloguistas de sucesso em Portugal. O mesmo se passa em outros países. Portanto, a blogoesfera tornou-se num social media de natureza horizontal - apreciamos e podemos comentar. São parte dos novos relacionamentos. Os social media funcionam por identificação. Eu identifico-me com o seu blogue e vou lá ler e aprender. É uma referência pessoal.

Sobre os seguidores fiéis, está a referir-se àquele widget do Google onde aparecem os avatares dos seguidores? [risos] Não são nada fiéis. Nem têm que o ser. Não considero isso como forma de fidelizar leitores. Não passam de formas interessantes de interactividade. No entanto, tenho conhecido blogues muito interessantes, usando os 'seguidores' dos outros e muitos dos que aportam, também. Já reparou que no meu perfil não aparece nenhuma lista de blogues que eu sigo? Muito obrigado pelas suas perguntas, pois são temas que me interessam. Sabe como é: Gémeos com Ascendente Aquário.


Photobucket

Se deixasse de escrever no seu blog achava que iria fazer muita diferença na sua vida? Por favor, diga porquê.

Sim, faria muita diferença. No entanto, como a Adelaide sabe, conseguimos adaptar-nos a todas as circunstâncias, pelo que acabaria por fazer outras tarefas. trabalhar com a internet (sites e blogue) é uma das minhas actividades principais, hoje em dia, por ser uma parte da minha tarefa diária. Mais atrás desenvolvo vários assuntos que se encaixam nesta resposta. Para mim, este blogue é uma de várias ferramentas que utilizo para passar uma mensagem.

Photobucket



Quando era pequenino, qual era o seu grande sonho?

Ser pescador. :) Eu vivia numa ilha muito pequena e o horizonte era o mar e os pescadores. Imagem aqui.


Photobucket


Olha, tenho muita curiosidade em saber como eram as tuas brincadeiras de menino, pode ser? Ando cá numa de nostalgia e sabem-me bem as histórias de infância dos meus amigos.

Eram as brincadeiras próprias dos anos 50: sem tv, jogos de computador ou telemóvel e as coisas modernas que existem desde há uns anos. Eram , sobretudo, brincadeiras na rua e no quintal da casa e também na praia, pois eu vivia na ilha de Moçambique. Foi uma infância prazenteira, sobretudo ao ar livre. Beijo.


Por favor, se quiser, deixe o seu comentário
no post de entrada, clicando aqui.



4 de janeiro de 2008

Entrevista-me - Parte 1

Photobucket
Parte 1 da entrevista a António Rosa feita por vários amigos. Tudo começou, como se explica aqui. Esta entrevista foi publicada no dia 22 Julho 2009 e está dividida em 3 partes: Parte 1 - Parte 2 - Parte 3. Estes postes foram guardados em datas mais antigas, por uma questão de organização interna do blogue.

Pode clicar nos nomes a vermelho para conhecer os blogues.

Photobucket

Marcelo Dalla, do «Dalla Blog»

Eu tenho uma pergunta: a mesma que faz a todos que entrevista. Como começou a idéia de criar um blog? Conte um pouco da sua história.

Marcelo, fui bem apanhado. Conheci a blogoesfera em 2000, mas era quase toda em língua inglesa e eu estava nessa altura (2000 a 2003) a criar os fundamentos da minha editora e não dispunha de tempo para quase nada. Quando começaram a surgir os primeiros blogues em língua portuguesa, em 2003, interessei-me ainda mais e comecei a acompanhar mais de perto, mas só em 2005 é que me atrevi a entrar na blogoesfera.

Desde 2003 que tenho estado envolvido na criação de projectos para a internet. Sites e blogues. A diferença entre ambos os modelos é a interacção dos leitores. Nos blogues podemos deixar comentários e no sites, não. Você e eu somos uns felizardos, pois temos sempre amigos e leitores que comentam nos nossos blogues. Posso garantir-lhe que a maioria dos blogues, em qualquer idioma, ou não recebem comentários ou são escassos.

Para que tenha uma ideia sobre a minha actividade na internet desde 2003, criei estes projectos: já vamos no segundo site da editora «Anjo Dourado» (que antes era conhecido por «Livros Novalis», uma marca nossa). Os sites «Nave Lusitânia» (com textos espirituais de vários autores), «Orações de Sempre» e um site de textos que já não existe. Também criei um site exclusivo para os meus cursos presenciais de astrologia. O material desse site foi posteriormente usado no nosso site «Escola de Astrologia Nova-Lis».

Aproveitei a noite de Natal de 2005 para criar o meu 1º blogue, o «Postais da Novalis». O nome derivava da marca da minha editora: 'Livros Novalis'. Entendi que era uma continuação do que eu fazia no meu dia-a-dia. Esse blogue funcionou como uma plataforma atractora, pois quase que não havia blogues em português a falarem de assuntos que hoje em dia são normalíssimos. Havia todo o género de blogues, mas não os de natureza espiritual-esotérico-astrológico-metafísico. Havia a Astrid e a Onda Encantadam que começou em 2005. Foi um blogue bem sucedido.

Ao começar a fazer postes de astrologia no «Postais da Novalis» percebi que havia leitores específicos para este tema e que não se juntavam aos leitores dos restantes temas. Tal com ainda hoje acontece. Uma pessoa interessada em astrologia não significa que se interesse por espiritualidade. O contrário, também.
Não quer dizer que não haja leitores comuns. Em 2006 criei um blogue secundário, que funcionava inicialmente na esfera do «Postais da Novalis», a que dei o nome de «Astrologia para Todos», mas depressa se emancipou e veio a integrar o site «Escola de Astrologia Nova-Lis». Há pessoas que conhecem este percurso: a Astrid, a Lucy, a Pitanga, a Onda Encantada, a Magda, e a Clotilde. E outras pessoas.

Quanto a visitantes desses blogues havia um abismo a separá-los. O «Postais da Novalis» tinha imensos visitantes 'reais' diários, enquanto que o «Astrologia para Todos» tinha sobretudo, visitantes vindos de pesquisas feitas no Google. Ou seja, os 'reais', eram aquelas pessoas que tinham marcado o «Postais» nos seus favoritos ou lincado nos seus blogues e vinham visitar especificamente o que se escrevia e comentava, havendo amenas cavaqueiras, como hoje há no «Cova do Urso».

Entre Novembro e Dezembro de 2006 comecei a pensar em criar um site de astrologia, com o material que tinha no «Astrologia para Todos» e no tal antigo site exclusivo para os meus alunos. Essa ideia ia tornando-se cada vez mais premente. Por isso tomei a decisão de encerrar o «Postais da Novalis» e anunciei o seu apagamento com antecedência, com dia e hora marcada - para 5 Fevereiro 2007. Nunca mais voltarei a fazer isso. Nem apagarei, nem anunciarei o fim de nenhum blogue. Recomendo que se faça apenas isto: um último post a 'encerrar' a actividade, fechando também a zona de comentários. Para que as 'energias' não negativizem. Para que não se torne num 'filho' abandonado.

Criei o site da «Escola de Astrologia Nova-Lis» e quando já estava em velocidade cruzeiro, na minha condição de 'blogger addicted' retomei a actividade com o «Cova do Urso» em Novembro de 2007. Entretanto, já em 2008, criei o segundo template da Escola.

No 1º post deste blogue e no botão no topo 'Sobre mim' podem ser lidas mais situações sobre a minha relação com a blogoesfera e a internet em geral.


Photobucket

Qual o teu objectivo principal em "blogares", o que pretendes com o blogue?

Sempre foi o mesmo, Paula, quer nos sites quer nos blogues. A única diferença entre sites e blogues é haver ou não a interacção dos leitores, deixando comentários. Hoje em dia, muitos sites permitem isso. Respondendo ao que perguntas: pretendo sempre o mesmo, disponibilizar textos nas áreas em que me movimento e que facilitem a vida das pessoas nas suas crenças e práticas espirituais. Apenas isso. Quer nos sites, nos blogues, na editora, nos cursos de astrologia, nas palestras, etc. Sempre e apenas isso. Mensagens para um maior nível de consciência. Mensagens que se enquadrem no processo evolutivo de cada um. Eu limito-me apenas a ser o mensageiro.

Photobucket

Ana Cristina, do «Astrologicamente»

Pensa que o blogue (moda) está em ascensão ou ao contrário? Como vê o futuro da actividade bloguista? Considera todos os seus muitos seguidores :-) como seguidores fieis?

Ana Cristina, creio que a blogoesfera em geral está em ascensão. Obviamente, que haverá sempre pessoas que criarão os seus blogues por pensarem que a 'coisa' está na moda. No entanto, estas pessoas, passado pouco tempo, desistem e abandonam os seus blogues. Deixo um aqui um exemplo de um blogue com uma vida muito curta (1 mês) e aparentemente criado por ser moda, sem nenhum propósito especial. :) Haverá sempre quem o faça por 'moda', mas a tendência é serem abandonados.

O processo bloguístico está em franca ascensão. Isso não significa que, em todo o mundo, inúmeros blogues não se fiquem pelo caminho. Como sempre, os blogues que tiverem qualidade e um propósito, permanecerão. Os que ficam é porque tinham algo a passar aos leitores.

Como sabe, aquilo que hoje chamamos de blog surgiu em 1997, e era muito complicado operar. O primeiro blog de Portugal foi criado em 1999. Entretanto, uma empresa americana [Pyra Labs] criou a plataforma 'blogsopt', mais tarde conhecida como Blogger. No ano 2000, já era um fenómeno que atingia os mais inovadores na internet, havendo milhares de blogues em todo o mundo. O Google, em 2003, ao adquirir o Blogger, elevou a fasquia. Hoje existem milhões de blogues. Conheço alguns blogues em língua portuguesa, que ainda existem e que foram criados em 2003.

Quanto à sua pergunta sobre o futuro da actividade bloguista, vejo que se vai consolidar cada vez mais. Cada vez mais sofisticados e com muita flexibilidade de funcionamento. Muitos blogues já são considerados de referência nas suas áreas. O seu, por exemplo, já é uma referência na área da astrologia. Parabéns. A importância dos blogues já acontece hoje, veja-se a disputa entre imprensa e blogues. Veja-se também a televisão [o media que anda sempre a reboque dos outros, pois tem que agradar a massas muito numerosas] que já tem como comentadores, alguns dos bloguistas de sucesso em Portugal. O mesmo se passa em outros países. Portanto, a blogoesfera tornou-se num social media de natureza horizontal - apreciamos e podemos comentar. São parte dos novos relacionamentos. Os social media funcionam por identificação. Eu identifico-me com o seu blogue e vou lá ler e aprender. É uma referência pessoal.

Sobre os seguidores fiéis, está a referir-se àquele widget do Google onde aparecem os avatares dos seguidores? [risos] Não são nada fiéis. Nem têm que o ser. Não considero isso como forma de fidelizar leitores. Não passam de formas interessantes de interactividade. No entanto, tenho conhecido blogues muito interessantes, usando os 'seguidores' dos outros e muitos dos que aportam, também. Já reparou que no meu perfil não aparece nenhuma lista de blogues que eu sigo? Muito obrigado pelas suas perguntas, pois são temas que me interessam. Sabe como é: Gémeos com Ascendente Aquário.


Photobucket

Se deixasse de escrever no seu blog achava que iria fazer muita diferença na sua vida? Por favor, diga porquê.

Sim, faria muita diferença. No entanto, como a Adelaide sabe, conseguimos adaptar-nos a todas as circunstâncias, pelo que acabaria por fazer outras tarefas. trabalhar com a internet (sites e blogue) é uma das minhas actividades principais, hoje em dia, por ser uma parte da minha tarefa diária. Mais atrás desenvolvo vários assuntos que se encaixam nesta resposta. Para mim, este blogue é uma de várias ferramentas que utilizo para passar uma mensagem.

Photobucket



Quando era pequenino, qual era o seu grande sonho?

Ser pescador. :) Eu vivia numa ilha muito pequena e o horizonte era o mar e os pescadores. Imagem aqui.


Photobucket


Olha, tenho muita curiosidade em saber como eram as tuas brincadeiras de menino, pode ser? Ando cá numa de nostalgia e sabem-me bem as histórias de infância dos meus amigos.

Eram as brincadeiras próprias dos anos 50: sem tv, jogos de computador ou telemóvel e as coisas modernas que existem desde há uns anos. Eram , sobretudo, brincadeiras na rua e no quintal da casa e também na praia, pois eu vivia na ilha de Moçambique. Foi uma infância prazenteira, sobretudo ao ar livre. Beijo.


Por favor, se quiser, deixe o seu comentário
no post de entrada, clicando aqui.



linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates