Miguel e Catarina

29 de fevereiro de 2012 · 6 comentários



Miguel e Catarina, muito felizes no dia do seu casamento, a 25 Fevereiro 2012
Parabéns e muitas felicidades nesta parte da vossa caminhada.

Alguns amigos presentes nesta festa:

Julieta Taborda e o seu filho, José Pedro
Julieta Taborda e Morgana Thomas
Luisa Sal e José Carreira
A Morgana e eu, numa longa e divertida conversa.

Becas, Michael e, de costas, a Magda
Becas
Luísa Sal e José Carreira
A família: Magda Moita, Michael Thomas e a
bebé Morgana.

Beijinhos e abraços a todos.

Adorei este sábado.

.

A Voz de Portugal - Denis Filipe

28 de fevereiro de 2012 ·


Um concurso onde a voz marcou a diferença. O talento aconteceu, durante vários meses, na RTP!

A Voz de Portugal! Emoção. Engenho. Génio. Intuição. Vontade. E muita, mas mesmo muita afinação. A viagem foi intensa à procura de «A Voz de Portugal». As melhores vozes nacionais chegaram à RTP vindas de todo o Portugal. Catarina Furtado conduziu esta busca onde o talento dos concorrentes foi avaliado por reconhecidas figuras da música nacional. Não haja ilusões, foi mesmo a sério! Só de pensarmos que nos castings de entrada, os candidatos foram escolhidos com os «mentores»/avaliadores de costas voltadas para o palco, guiando-se apenas pela voz de cada concorrente. Ao longo da canção, os mentores/avaliadores interessados em atrairem aquelas vozes para as suas equipas é que se apertavam num botão fazendo com que a sua cadeira desse a volta e pela primeira vez ficassem de frente para o candidato. Era dado ao candidato a possibilidade final de escolher o seu mentor. Isto equivale a dizer que os candidatos escreveram a sua própria história, quer escolhendo o mentor, quer usando a voz e a presença da melhor maneira possível.

O talento aconteceu na RTP.


Catarina Furtado, a apresentadora mais bonita de Portugal


Denis Filipe, o vencedor, «A Voz de Portugal»

O Denis, com apenas 28 anos, está no mundo da música há 15 anos. Aos 13 anos já tocava guitarra em bares, primeiro com o pai e depois com a banda FH5. Começou a tocar regularmente em festas, casamentos e batizados.

A música está-lhe entranhada, sai-lhe sem pensar. Ambiciona ter uma carreira musical com outro nível e maior visibilidade, visto que já toca muito e é o seu único ganha-pão. O projeto «One Man Band» é a “menina dos seus olhos”; sozinho, toca guitarra, baixo, bateria e canta fazendo versões de músicas de outros artistas. Aliás, o acontecimento pessoal mais importante da sua vida foi quando tocou pela primeira vez com este projeto. O seu maior sonho é fazer uma tour pelo mundo a cantar originais seus.

Sempre com uma postura tranquila, Denis considera-se teimoso, sincero e calculista, e acha que a sua voz diferente e a sua experiência ao vivo poderão ser mais-valias na sua participação neste programa.

Com uma forte veia de Rock, o Denis tem como referências musicais os Queen, The Doors, Silverchair e Muse, entre outros, e sente grande orgulho quando aplaudem “o seu rock”.


Os mentores / avaliadores


Os 4 finalistas


Denis Filipe

Site da RTP, aqui.
No Facebook, aqui.




Pretendia fazer uma análise astrológica, 
mas não consegui saber a data de aniversário do Denis.

.

Oscar 2012 - Histórias da 'red carpet and parties'

27 de fevereiro de 2012 · 5 comentários


Devido à marca «Kodak» ter entrado em falência global, o nome deste teatro foi mudado à última hora para «Hollywood and Highland Center» [6801 Hollywood Boulevard, Los Angeles]. Provavelmente, a cerimónia de 2013 realizar-se-á no «Nokia Theatre» com capacidade para mais de 7.000 lugares sentados, podendo a Academia convidar muitas celebridades de outras áreas [tv, desporto, moda, música] de modo a recuperarem o antigo glamour da cerimónia.

A já longa [uns 15 anos] crise dentro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood é tão grande que tudo lhes acontece. Tentam inovar e não conseguem. Em 2011 a cerimónia roçou um tremendo flop e uma enorme perda [milhões de pessoas] de audiência na televisão.  O ano passado convidaram James Franco e Anne Hathaway como anfitriões da cerimónia, mas aquilo foi tão mal escrito, preparado e ensaiado, que a noite de entrega das estatuetas resultou num enorme amontoado de equívocos. Mais uma vez era necessário inovar, mudar, transformar. Que fizeram? Este ano [2012] viraram-se mais uma vez para o passado e apostaram em Billy Crystal (ocupando o buraco deixado por Eddie Murphy, primeiro nome escolhido) à frente do palco, na sua nona empreitada pelos Academy Awards.

O resultado foi uma cerimónia insípida, enxuta, rápida e sem surpresas e, sobretudo sem o glamour que os antigos organizadores deram à cerimónia. O espectáculo principal viu-se na red carpet, à entrada para o teatro, com uma mão cheia de celebridades a chamarem a atenção pela «star quality» que lhes é inerente, muito bem vestidas, com um discurso articulado e o resto dos 3.200 membros da indústria presentes no evento a parecerem estar todos e todas fardados/as, tal a ausência de glamour e brilho.

'O Artista' e 'A invenção de Hugo Cabret' levaram, juntos, dez prémios para casa. É a Academia e os seus membros a virarem-se para si próprios, premiando assuntos de cinema. Não vão longe, assim. São demasiados prémios para 2 filmes, quando havia muitos outros, com qualidade e merecedores de dois terços destas estatuetas.



Se olharmos para a foto acima, em dia de Oscar, vemos a passadeira vermelha [red carpet] dividida em 2 partes. À direita da foto está a imprensa, primeiro, os canais de televisão e a seguir os fotógrafos, em frente aos quais as celebridades vão caminhando meio metro de cada vez, fazendo pose, até que entram no teatro. Este processo demora cerca de 2 horas ou mais, entre o momento que chegam ao início do red carpet e a entrada no edifício. Os outros, os mais de 3.000 convidados da indústria não nomeados para as estatuetas, passam directos sem grandes paragens. Obviamente, a excepção são as grandes celebridades não nomeadas para esse ano, que têm direito a fazerem pose e a dizerem o nome dos estilitas que vestem ou calçam.

Se olharmos para o lado esquerdo da foto, vemos a arquibancada para os fãs. São cerca de 700 pessoas que se candidatam àqueles lugares. Para estarem presentes na cerimónia de 2012, os fãs de todo o mundo, dispuseram de uma semana, em Setembro de 2011, para se increverem online e, num sorteio aleatório foram escolhidos os que estarão presentes. A imensa gritaria que se ouve no red carpet provém deste grupo de fãs. Se não estivessem presentes, só se ouviria os fotógrafos a gritarem 'Angelina, smile to left'.

Quando a passadeira vermelha fica vazia, estes fãs são levados para um local muito próximo, com enormes telões, onde acompanham a cerimónia, sendo muito bem tratados pelos organizadores, com um buffet à disposição.

A seguir apresentamos algumas das «red carpet» mais famosas dessa noite:

RED CARPET DA CERIMÓNIA DA ACADEMIA


Gwyneth Paltrow 



O grande vencedor da noite, o director Michel Hazanavicius - 'O Artista', filme frânces.
Acompanhado da mulher, a actriz francesa Bérènice Bejo.


Rose Byrne


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Para os parties, mudou de roupa,
à maneira antiga.


Cameron Diaz vestida por Gucci


Glenn Close nos seus fantásticos 64 anos



Sandra Bullock


Michelle Williams vestida por Louis Vuitton


Natalie Portman

[Estas fotos representam apenas uma pequena amostra dos presentes aos eventos]


RED CARPET DO ELTON JOHN AIDS
FOUNDATION OSCAR PARTY


Carmen Electra


Miley Cyrus vestida por Roberto Cavalli.


Kim e Kourtney Kardashian, acompanhadas por Heidi Klum


Katy Perry vestida por Blumarine


RED CARPET DA VANITY FAIR OSCAR PARTY 2012




Irina Shayk


Tom Cruise e Katie Holmes, vestida por Elie Saab, ambos de navy blue.


Salma Hayek


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Na red carpet da cerimónia, envergava outro vestido. Foi das poucas estrelas que mudou de traje, à maneira antiga. Sempre acompanhada pelo actual namorado Casper Smart, os fotógrafos presentes, apesar de sempre ávidos de sensacionalismo, não o quiseram fotografar junto da vedeta. Isso fica para os papparazi de rua.

============

Vestido como personagem de «O Ditador», Sacha Baron Cohen derruba pote de cinzas no repórter Ryan Seacres. Sacha Baron Cohen não quis nem saber do facto de ter sido desconvidado para o Oscar 2012. Ele não só foi ao tapete vermelho do evento vestido como o personagem do seu novo filme, «O Ditador», o Admiral-General Aladeen, como causou a maior polémica. Com uma suposta urna repleta de cinzas com a foto do ex-líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Il, o comediante cercado de belas mulheres, parou para dar uma entrevista ao repórter do canal «E!», Ryan Seacrest. Tudo ia muito bem até ele resolver virar o recipiente sobre o apresentador do programa «American Idol». Como se fosse o personagem, Sacha fez de conta que tinha derramado as cinzas sem querer. Sobrou para Seacrest um sorriso bem sem graça e o smoking impecável completamente sujo. Sacha acabou sendo expulso do local por seguranças. Assista ao momento:

Oscar 2012 - os vencedores [edição ilustrada]

· 5 comentários


História do Oscar

O Oscar é o mais conhecido e cobiçado prémio do cinema hollywoodiano. Oferecido anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas  (no original: Academy of Motion Picture Arts and Sciences ou AMPAS) desde 1929, o prémio foi uma idéia de Louis B. Mayer, chefe do estúdio Metro-Goldwyn-Mayer (MGM). No primeiro ano, os ganhadores do troféu iam para a noite de cerimónias já sabendo quem tinha ganho em cada categoria. Depois, a Academia passou a liberar os vencedores para a imprensa, que poderia estampar as suas manchetes na manhã seguinte. Mas tudo mudou depois que o «Los Angeles Times»  publicou a lista antes da premiação, estragando as surpresas. E assim, desde 1941, os envelopes são abertos apenas na cerimónia de entrega dos prémios.

A votação é feita em dois turnos. No primeiro membros da Academia, pessoas activas no processo de produção de cinema, votam dentro da sua área de actuação e têm direito a um voto também na categoria Melhor Filme. É daí que saem os indicados.

Com a lista de candidatos em mãos, os jurados recebem cédulas de votação que vão decidir os ganhadores. Para ser elegível ao prémio, o filme deve ter ao menos 40 minutos (excepto nas categorias de curtas-metragens), ser exibido em Los Angeles entre os dias 1º de Janeiro e 31 de Dezembro do ano anterior à cerimónia e ter cópias em 35mm ou 70mm ou digitais de 24 ou 48 quadros por segundo.

O apresentador da cerimónia

O actor e comediante Billy Crystal

Esta foi a sua 9ª apresentação do Oscar.
As suas actuações anteriores: 1990, 1991, 1992, 1993, 1997, 1998, 2000 e 2004.
A cerimónia deste ano corresponde à 84ª gala, desde que o prémio existe.

A importância das redes sociais é tanta que Billy Crystal anunciou a sua parrticipação no Oscar 2012, no Twitter, em Outubro 2011, escrevendo isto: "Am doing the Oscars so the young woman in the pharmacy will stop asking my name when I pick up my prescriptions. Looking forward to the show." ["Vou fazer o Oscar para a jovem da farmácia parar de perguntar o meu nome quando eu levantar minhas receitas. Ansioso pelo show."] Foi uma graça bem metida dirigida aos mais jovens.

A Academia não teve outro remédio se não «retwittar» a notícia, confirmando que Billy Crystal seria o apresentador da cerimónia. Novos tempos nada formais.

PRÉMIOS:

MELHOR FILME



- 'O Artista', de Michel Hazanavicius
Filme francês. É a primeira vez que a Academia entrega
a estatueta de «Melhor Filme» para um trabalho de língua não-inglesa.

Os outros nomeados na categoria de «Melhor Filme»:



- 'Os Descendentes', de Alexander Payne
Ver aqui.


- ‘Extremamente Alto, Incrivelmente Perto’, de Stephen Daldry [em Portugal] /
'Tão Forte e Tão Perto' [no Brasil];


- 'A Invenção de Hugo', de Martin Scorsese
[em Portugal] / 'A Invenção de Hugo Cabret' [no Brasil]


- ‘A Árvore da Vida’, de Terrence Malick [nos 2 países];


- ‘As Serviçais’, de Tate Taylor
 [em Portugal] / 'Histórias Cruzadas' [no Brasil]


- 'Cavalo de Guerra' de Steven Spielberg [nos 2 países];


- ‘Meia-Noite em Paris’, de Woody Allen [nos 2 países];


- ‘Moneyball - Jogada de Risco', de Bennett Millerr
 [em Portugal] / 'O Homem que mudou o jogo' [no Brasil]


MELHOR REALIZADOR / DIRETOR


- Michael Hazanavicius - 'O Artista', filme frânces.
É a primeira vez que a Academia entrega a estatueta da categoria
«Melhor Realizador / Director» para um trabalho de língua não-inglesa.

Os outros nomeados na categoria de «Melhor Realizador / Diretor»:


- Alexander Payne - 'Os Descendentes'


- Martin Scorsese - 'A Invenção de Hugo'


- Woody Allen - 'Meia-Noite em Paris'


- Terrence Malick - 'A Árvore da Vida'


MELHOR ACTOR / ATOR



- Jean Dujardin (‘O Artista’) (premiado com o Globo de Ouro 2012 para melhor actor
em musical ou comédia com o filme "O Artista");



Os outros nomeados na categoria de «Melhor Actor / Ator»:



George Clooney (Os Descendentes)





- Demian Bichir (‘A Better Life’);



- Gary Oldman (‘A Toupeira’);



- Brad Pitt (‘Moneyball - Jogada de Risco’).

MELHOR ACTRIZ / ATRIZ




- Meryl Streep (‘A Dama de Ferro’) (também premiada com o Globo de Ouro 2012 para melhor atriz dramática como Margaret Thatcher em "A Dama de Ferro");

As outras nomeadas na categoria de «Melhor Actriz / Atriz» :



- Glenn Close (‘Albert Nobbs’);



- Rooney Mara (‘Millenium 1 – Os Homens que Odeiam as Mulheres’);



- Michelle Williams (‘A Minha Semana com Marilyn’) (premiada com o Globo de Ouro 2012 para melhor atriz em musical ou comédia como Marilyn Monroe em "A Minha Semana com Marilyn");




- Viola Davis (‘As Serviçais’).

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO / ATOR COADJUVANTE



- Christopher Plummer (‘Assim é o Amor’);

Os outros nomeados na categoria de «Melhor Actor Secundário»:



- Kenneth Branagh (‘A Minha Semana com Marilyn’);



- Jonah Hill (‘Moneyball - Jogada de Risco’);



- Nick Nolte (‘Warrior - Combate entre Irmãos’);



- Max Von Sydow (‘Extremamente Alto, Incrivelmente Perto’).



MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA / ATRIZ COADJUVANTE



- Octavia Spencer (‘As Serviçais’);

As outras nomeadas na categoria de «Melhor Actriz Secundária»:


- Jessica Chastain (‘As Serviçais’ - ver cartaz na foto a seguir);



- Janet McTeer (‘Albert Nobbs’);




- Bérénice Béjo (‘O Artista’);



- Melissa McCarthy (‘A Melhor Despedida de Solteira’).



OS RESTANTES PREMIADOS


MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
‘Meia Noite em Paris’

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
‘Os Descendentes’

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
‘Rango’

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
‘Uma Separação’, do Irão, realizado por Asghar Farhadi

MELHOR DIRECÇÃO ARTISTICA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR FOTOGRAFIA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR DOCUMENTÁRIO (LONGA-METRAGEM)
‘Undefeated’

MELHOR DOCUMENTÁRIO (CURTA-METRAGEM)
‘Saving Face’

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
‘The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore’

MELHOR CURTA-METRAGEM
‘The Shore’

MELHORES EFEITOS VISUAIS
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR GUARDA-ROUPA
‘O Artista’

MELHOR CARACTERIZAÇÃO
‘The Iron Lady’

MELHOR MONTAGEM
‘Millenium 1 — Os Homens que Odeiam as Mulheres’

MELHOR MISTURA SONORA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR MONTAGEM SONORA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
‘O Artista’

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Man or Muppet” em ‘The Muppets’

.





29 de fevereiro de 2012

Miguel e Catarina



Miguel e Catarina, muito felizes no dia do seu casamento, a 25 Fevereiro 2012
Parabéns e muitas felicidades nesta parte da vossa caminhada.

Alguns amigos presentes nesta festa:

Julieta Taborda e o seu filho, José Pedro
Julieta Taborda e Morgana Thomas
Luisa Sal e José Carreira
A Morgana e eu, numa longa e divertida conversa.

Becas, Michael e, de costas, a Magda
Becas
Luísa Sal e José Carreira
A família: Magda Moita, Michael Thomas e a
bebé Morgana.

Beijinhos e abraços a todos.

Adorei este sábado.

.

28 de fevereiro de 2012

A Voz de Portugal - Denis Filipe


Um concurso onde a voz marcou a diferença. O talento aconteceu, durante vários meses, na RTP!

A Voz de Portugal! Emoção. Engenho. Génio. Intuição. Vontade. E muita, mas mesmo muita afinação. A viagem foi intensa à procura de «A Voz de Portugal». As melhores vozes nacionais chegaram à RTP vindas de todo o Portugal. Catarina Furtado conduziu esta busca onde o talento dos concorrentes foi avaliado por reconhecidas figuras da música nacional. Não haja ilusões, foi mesmo a sério! Só de pensarmos que nos castings de entrada, os candidatos foram escolhidos com os «mentores»/avaliadores de costas voltadas para o palco, guiando-se apenas pela voz de cada concorrente. Ao longo da canção, os mentores/avaliadores interessados em atrairem aquelas vozes para as suas equipas é que se apertavam num botão fazendo com que a sua cadeira desse a volta e pela primeira vez ficassem de frente para o candidato. Era dado ao candidato a possibilidade final de escolher o seu mentor. Isto equivale a dizer que os candidatos escreveram a sua própria história, quer escolhendo o mentor, quer usando a voz e a presença da melhor maneira possível.

O talento aconteceu na RTP.


Catarina Furtado, a apresentadora mais bonita de Portugal


Denis Filipe, o vencedor, «A Voz de Portugal»

O Denis, com apenas 28 anos, está no mundo da música há 15 anos. Aos 13 anos já tocava guitarra em bares, primeiro com o pai e depois com a banda FH5. Começou a tocar regularmente em festas, casamentos e batizados.

A música está-lhe entranhada, sai-lhe sem pensar. Ambiciona ter uma carreira musical com outro nível e maior visibilidade, visto que já toca muito e é o seu único ganha-pão. O projeto «One Man Band» é a “menina dos seus olhos”; sozinho, toca guitarra, baixo, bateria e canta fazendo versões de músicas de outros artistas. Aliás, o acontecimento pessoal mais importante da sua vida foi quando tocou pela primeira vez com este projeto. O seu maior sonho é fazer uma tour pelo mundo a cantar originais seus.

Sempre com uma postura tranquila, Denis considera-se teimoso, sincero e calculista, e acha que a sua voz diferente e a sua experiência ao vivo poderão ser mais-valias na sua participação neste programa.

Com uma forte veia de Rock, o Denis tem como referências musicais os Queen, The Doors, Silverchair e Muse, entre outros, e sente grande orgulho quando aplaudem “o seu rock”.


Os mentores / avaliadores


Os 4 finalistas


Denis Filipe

Site da RTP, aqui.
No Facebook, aqui.




Pretendia fazer uma análise astrológica, 
mas não consegui saber a data de aniversário do Denis.

.

27 de fevereiro de 2012

Oscar 2012 - Histórias da 'red carpet and parties'


Devido à marca «Kodak» ter entrado em falência global, o nome deste teatro foi mudado à última hora para «Hollywood and Highland Center» [6801 Hollywood Boulevard, Los Angeles]. Provavelmente, a cerimónia de 2013 realizar-se-á no «Nokia Theatre» com capacidade para mais de 7.000 lugares sentados, podendo a Academia convidar muitas celebridades de outras áreas [tv, desporto, moda, música] de modo a recuperarem o antigo glamour da cerimónia.

A já longa [uns 15 anos] crise dentro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood é tão grande que tudo lhes acontece. Tentam inovar e não conseguem. Em 2011 a cerimónia roçou um tremendo flop e uma enorme perda [milhões de pessoas] de audiência na televisão.  O ano passado convidaram James Franco e Anne Hathaway como anfitriões da cerimónia, mas aquilo foi tão mal escrito, preparado e ensaiado, que a noite de entrega das estatuetas resultou num enorme amontoado de equívocos. Mais uma vez era necessário inovar, mudar, transformar. Que fizeram? Este ano [2012] viraram-se mais uma vez para o passado e apostaram em Billy Crystal (ocupando o buraco deixado por Eddie Murphy, primeiro nome escolhido) à frente do palco, na sua nona empreitada pelos Academy Awards.

O resultado foi uma cerimónia insípida, enxuta, rápida e sem surpresas e, sobretudo sem o glamour que os antigos organizadores deram à cerimónia. O espectáculo principal viu-se na red carpet, à entrada para o teatro, com uma mão cheia de celebridades a chamarem a atenção pela «star quality» que lhes é inerente, muito bem vestidas, com um discurso articulado e o resto dos 3.200 membros da indústria presentes no evento a parecerem estar todos e todas fardados/as, tal a ausência de glamour e brilho.

'O Artista' e 'A invenção de Hugo Cabret' levaram, juntos, dez prémios para casa. É a Academia e os seus membros a virarem-se para si próprios, premiando assuntos de cinema. Não vão longe, assim. São demasiados prémios para 2 filmes, quando havia muitos outros, com qualidade e merecedores de dois terços destas estatuetas.



Se olharmos para a foto acima, em dia de Oscar, vemos a passadeira vermelha [red carpet] dividida em 2 partes. À direita da foto está a imprensa, primeiro, os canais de televisão e a seguir os fotógrafos, em frente aos quais as celebridades vão caminhando meio metro de cada vez, fazendo pose, até que entram no teatro. Este processo demora cerca de 2 horas ou mais, entre o momento que chegam ao início do red carpet e a entrada no edifício. Os outros, os mais de 3.000 convidados da indústria não nomeados para as estatuetas, passam directos sem grandes paragens. Obviamente, a excepção são as grandes celebridades não nomeadas para esse ano, que têm direito a fazerem pose e a dizerem o nome dos estilitas que vestem ou calçam.

Se olharmos para o lado esquerdo da foto, vemos a arquibancada para os fãs. São cerca de 700 pessoas que se candidatam àqueles lugares. Para estarem presentes na cerimónia de 2012, os fãs de todo o mundo, dispuseram de uma semana, em Setembro de 2011, para se increverem online e, num sorteio aleatório foram escolhidos os que estarão presentes. A imensa gritaria que se ouve no red carpet provém deste grupo de fãs. Se não estivessem presentes, só se ouviria os fotógrafos a gritarem 'Angelina, smile to left'.

Quando a passadeira vermelha fica vazia, estes fãs são levados para um local muito próximo, com enormes telões, onde acompanham a cerimónia, sendo muito bem tratados pelos organizadores, com um buffet à disposição.

A seguir apresentamos algumas das «red carpet» mais famosas dessa noite:

RED CARPET DA CERIMÓNIA DA ACADEMIA


Gwyneth Paltrow 



O grande vencedor da noite, o director Michel Hazanavicius - 'O Artista', filme frânces.
Acompanhado da mulher, a actriz francesa Bérènice Bejo.


Rose Byrne


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Para os parties, mudou de roupa,
à maneira antiga.


Cameron Diaz vestida por Gucci


Glenn Close nos seus fantásticos 64 anos



Sandra Bullock


Michelle Williams vestida por Louis Vuitton


Natalie Portman

[Estas fotos representam apenas uma pequena amostra dos presentes aos eventos]


RED CARPET DO ELTON JOHN AIDS
FOUNDATION OSCAR PARTY


Carmen Electra


Miley Cyrus vestida por Roberto Cavalli.


Kim e Kourtney Kardashian, acompanhadas por Heidi Klum


Katy Perry vestida por Blumarine


RED CARPET DA VANITY FAIR OSCAR PARTY 2012




Irina Shayk


Tom Cruise e Katie Holmes, vestida por Elie Saab, ambos de navy blue.


Salma Hayek


Jennifer Lopez vestida por Zuhair Murad. Na red carpet da cerimónia, envergava outro vestido. Foi das poucas estrelas que mudou de traje, à maneira antiga. Sempre acompanhada pelo actual namorado Casper Smart, os fotógrafos presentes, apesar de sempre ávidos de sensacionalismo, não o quiseram fotografar junto da vedeta. Isso fica para os papparazi de rua.

============

Vestido como personagem de «O Ditador», Sacha Baron Cohen derruba pote de cinzas no repórter Ryan Seacres. Sacha Baron Cohen não quis nem saber do facto de ter sido desconvidado para o Oscar 2012. Ele não só foi ao tapete vermelho do evento vestido como o personagem do seu novo filme, «O Ditador», o Admiral-General Aladeen, como causou a maior polémica. Com uma suposta urna repleta de cinzas com a foto do ex-líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Il, o comediante cercado de belas mulheres, parou para dar uma entrevista ao repórter do canal «E!», Ryan Seacrest. Tudo ia muito bem até ele resolver virar o recipiente sobre o apresentador do programa «American Idol». Como se fosse o personagem, Sacha fez de conta que tinha derramado as cinzas sem querer. Sobrou para Seacrest um sorriso bem sem graça e o smoking impecável completamente sujo. Sacha acabou sendo expulso do local por seguranças. Assista ao momento:

Oscar 2012 - os vencedores [edição ilustrada]


História do Oscar

O Oscar é o mais conhecido e cobiçado prémio do cinema hollywoodiano. Oferecido anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas  (no original: Academy of Motion Picture Arts and Sciences ou AMPAS) desde 1929, o prémio foi uma idéia de Louis B. Mayer, chefe do estúdio Metro-Goldwyn-Mayer (MGM). No primeiro ano, os ganhadores do troféu iam para a noite de cerimónias já sabendo quem tinha ganho em cada categoria. Depois, a Academia passou a liberar os vencedores para a imprensa, que poderia estampar as suas manchetes na manhã seguinte. Mas tudo mudou depois que o «Los Angeles Times»  publicou a lista antes da premiação, estragando as surpresas. E assim, desde 1941, os envelopes são abertos apenas na cerimónia de entrega dos prémios.

A votação é feita em dois turnos. No primeiro membros da Academia, pessoas activas no processo de produção de cinema, votam dentro da sua área de actuação e têm direito a um voto também na categoria Melhor Filme. É daí que saem os indicados.

Com a lista de candidatos em mãos, os jurados recebem cédulas de votação que vão decidir os ganhadores. Para ser elegível ao prémio, o filme deve ter ao menos 40 minutos (excepto nas categorias de curtas-metragens), ser exibido em Los Angeles entre os dias 1º de Janeiro e 31 de Dezembro do ano anterior à cerimónia e ter cópias em 35mm ou 70mm ou digitais de 24 ou 48 quadros por segundo.

O apresentador da cerimónia

O actor e comediante Billy Crystal

Esta foi a sua 9ª apresentação do Oscar.
As suas actuações anteriores: 1990, 1991, 1992, 1993, 1997, 1998, 2000 e 2004.
A cerimónia deste ano corresponde à 84ª gala, desde que o prémio existe.

A importância das redes sociais é tanta que Billy Crystal anunciou a sua parrticipação no Oscar 2012, no Twitter, em Outubro 2011, escrevendo isto: "Am doing the Oscars so the young woman in the pharmacy will stop asking my name when I pick up my prescriptions. Looking forward to the show." ["Vou fazer o Oscar para a jovem da farmácia parar de perguntar o meu nome quando eu levantar minhas receitas. Ansioso pelo show."] Foi uma graça bem metida dirigida aos mais jovens.

A Academia não teve outro remédio se não «retwittar» a notícia, confirmando que Billy Crystal seria o apresentador da cerimónia. Novos tempos nada formais.

PRÉMIOS:

MELHOR FILME



- 'O Artista', de Michel Hazanavicius
Filme francês. É a primeira vez que a Academia entrega
a estatueta de «Melhor Filme» para um trabalho de língua não-inglesa.

Os outros nomeados na categoria de «Melhor Filme»:



- 'Os Descendentes', de Alexander Payne
Ver aqui.


- ‘Extremamente Alto, Incrivelmente Perto’, de Stephen Daldry [em Portugal] /
'Tão Forte e Tão Perto' [no Brasil];


- 'A Invenção de Hugo', de Martin Scorsese
[em Portugal] / 'A Invenção de Hugo Cabret' [no Brasil]


- ‘A Árvore da Vida’, de Terrence Malick [nos 2 países];


- ‘As Serviçais’, de Tate Taylor
 [em Portugal] / 'Histórias Cruzadas' [no Brasil]


- 'Cavalo de Guerra' de Steven Spielberg [nos 2 países];


- ‘Meia-Noite em Paris’, de Woody Allen [nos 2 países];


- ‘Moneyball - Jogada de Risco', de Bennett Millerr
 [em Portugal] / 'O Homem que mudou o jogo' [no Brasil]


MELHOR REALIZADOR / DIRETOR


- Michael Hazanavicius - 'O Artista', filme frânces.
É a primeira vez que a Academia entrega a estatueta da categoria
«Melhor Realizador / Director» para um trabalho de língua não-inglesa.

Os outros nomeados na categoria de «Melhor Realizador / Diretor»:


- Alexander Payne - 'Os Descendentes'


- Martin Scorsese - 'A Invenção de Hugo'


- Woody Allen - 'Meia-Noite em Paris'


- Terrence Malick - 'A Árvore da Vida'


MELHOR ACTOR / ATOR



- Jean Dujardin (‘O Artista’) (premiado com o Globo de Ouro 2012 para melhor actor
em musical ou comédia com o filme "O Artista");



Os outros nomeados na categoria de «Melhor Actor / Ator»:



George Clooney (Os Descendentes)





- Demian Bichir (‘A Better Life’);



- Gary Oldman (‘A Toupeira’);



- Brad Pitt (‘Moneyball - Jogada de Risco’).

MELHOR ACTRIZ / ATRIZ




- Meryl Streep (‘A Dama de Ferro’) (também premiada com o Globo de Ouro 2012 para melhor atriz dramática como Margaret Thatcher em "A Dama de Ferro");

As outras nomeadas na categoria de «Melhor Actriz / Atriz» :



- Glenn Close (‘Albert Nobbs’);



- Rooney Mara (‘Millenium 1 – Os Homens que Odeiam as Mulheres’);



- Michelle Williams (‘A Minha Semana com Marilyn’) (premiada com o Globo de Ouro 2012 para melhor atriz em musical ou comédia como Marilyn Monroe em "A Minha Semana com Marilyn");




- Viola Davis (‘As Serviçais’).

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO / ATOR COADJUVANTE



- Christopher Plummer (‘Assim é o Amor’);

Os outros nomeados na categoria de «Melhor Actor Secundário»:



- Kenneth Branagh (‘A Minha Semana com Marilyn’);



- Jonah Hill (‘Moneyball - Jogada de Risco’);



- Nick Nolte (‘Warrior - Combate entre Irmãos’);



- Max Von Sydow (‘Extremamente Alto, Incrivelmente Perto’).



MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA / ATRIZ COADJUVANTE



- Octavia Spencer (‘As Serviçais’);

As outras nomeadas na categoria de «Melhor Actriz Secundária»:


- Jessica Chastain (‘As Serviçais’ - ver cartaz na foto a seguir);



- Janet McTeer (‘Albert Nobbs’);




- Bérénice Béjo (‘O Artista’);



- Melissa McCarthy (‘A Melhor Despedida de Solteira’).



OS RESTANTES PREMIADOS


MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
‘Meia Noite em Paris’

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
‘Os Descendentes’

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
‘Rango’

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
‘Uma Separação’, do Irão, realizado por Asghar Farhadi

MELHOR DIRECÇÃO ARTISTICA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR FOTOGRAFIA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR DOCUMENTÁRIO (LONGA-METRAGEM)
‘Undefeated’

MELHOR DOCUMENTÁRIO (CURTA-METRAGEM)
‘Saving Face’

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
‘The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore’

MELHOR CURTA-METRAGEM
‘The Shore’

MELHORES EFEITOS VISUAIS
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR GUARDA-ROUPA
‘O Artista’

MELHOR CARACTERIZAÇÃO
‘The Iron Lady’

MELHOR MONTAGEM
‘Millenium 1 — Os Homens que Odeiam as Mulheres’

MELHOR MISTURA SONORA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR MONTAGEM SONORA
‘A Invenção de Hugo’

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
‘O Artista’

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Man or Muppet” em ‘The Muppets’

.





linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates