Visitas ao blogue

Portugal - Eleições Legislativas a 5 Junho - Mapas dos candidatos a 1º Ministro - Apontamentos astrológicos

31 de Março de 2011 · 27 comentários


Eleições Legislativas a 5 Junho 2011
às 8h00, Lisboa, Portugal

Mapa das eleições legislativas 2011. Clicar para ampliar.
É um texto logo e muito especializado.

A seguir, mapas e análises de 3 candidatos a 1º Ministro de Portugal, por ordem alfabética.

A seguir encontrarão alguns comentários astrológicos e são apenas isso - 'comentários' e 'pistas'. Não me atrevo, sequer, a fazer grandes previsões, pois há muitos factores a ponderar neste tipo de análises astrológica, tanto mais que não sei a hora de nascimento de dois dos candidatos. Votar é um direito de cidadania, não é uma obrigação.

José Sócrates

Candidato do Partido Socialista.
Dados de nascimento:
6 Setembro 1957 - 21h45
Vila Maçada, Alijó, Portugal
[41 N 19 - 7 W 33]

Por ocasião do pedido de demissão de José Sócrates [23 Maio 2011], do seu cargo de
1º Ministro, no dia fiz um post a analisar astrologicamente a situação. 
As alterações não foram muito significativas. Ver aqui.

O Partido Socialista (PS) português foi fundado em 19 de Abril de 1973
na cidade alemã de Bad Münstereifel, por militantes da Acção Socialista Portuguesa.

Mapa de José Sócrates. Clicar para ampliar.
Que fique claro que esta pequena análise concentra-se apenas na figura de José Sócrates enquanto pessoa que exercia o cargo de primeiro ministro e não sobre a sua vida pessoal. Comecemos por Saturno em trânsito. pela sua Casa 6. Saturno simboliza as regras, obstáculos, forma, contenção, e, por onde anda diz-nos das dificuldades maiores dessa pessoa. Pois Saturno transita pela Casa 6 de José Sócrates. Num mapa astrológico, a Casa 6 simboliza o trabalho do dia-a-dia e a saúde, e pertence às energias de Virgem, onde Saturno se sente sempre muito cómodo a fazer planos, uns atrás dos outros. Foi o que assistimos nos últimos tempos: um constante ataque, um desfazer contínuo das suas medidas, uma crítica permanente. Não teve sossego e espero que saia desta situação com a aprendizagem do que deve e como deve fazer no futuro.

Curiosamente, devido ao actual movimento retrógrado de Saturno ligou-se à Parte da Fortuna e Júpiter natais, indicando que nas eleições terá uma percentagem de votos favoráveis muito significativa, mas dificilmente ganhará as eleições para formar novo governo. No entanto, sentar-se-á na Assembleia da República como deputado da oposição. E que fará ele, então, tendo este posicionamento astrológico? Com 6 anos de governo (muita experiência do cargo) e sendo um bom orador, sabendo improvisar, sendo ele do signo Virgem com Ascendente em Touro, a persistência será uma tónica. Vai dar luta para desgastar os oponentes. Aguardemos.

Este Saturno em trânsito faz uma semi-quadratura ao seu Plutão natal. Portanto, Saturno a combater o seu poder pessoal. Nunca tinha visto esta característica nos trânsitos de alguém, a funcionar tão exemplarmente. O seu poder (Plutão), enquanto primeiro ministro foi machucado pelo Senhor dos Tempos. Será que Sócrates, enquanto indivíduo, vai aprender a lição? Espero que sim.

A terminar esta parte, resta-me informar que o mesmo Saturno faz uma quadratura ao seu Meio-do-Céu, ponto no mapa que simboliza o reconhecimento dos outros, a carreira pública e a forma como é aceite pelos demais. Um aspecto cármico muito poderoso, diga-se. Foi abatido.

A partir de Agosto de 2012, Saturno entrará na Casa 7 de José Sócrates. Em termos políticos que poderá ocorrer? Esta é a incógnita, pois ver-se-ão favorecidas todas as parcerias. Será um convite para uma tribuna internacional? Será uma nova responsabilidade no país?

Reveja o pot que escrevi sobre o seu pedido de demissão, pois alterações existiram. Aqui.



No mapa do Partido Socialista

No mapa do Partido Socialista [fundado em 19 de Abril de 1973 na cidade alemã de Bad Münstereifel] encontramos uma situação muito interessante. Vemos um partido com vontade de vencer, apoiado por uma belíssima conjunção de Júpiter (as leis, o benéfico) ao Sol e a Vénus natais. Irá haver surpresas nesse dia, nomeadamente na quantidade de deputados eleitos ao parlamento. A dissonância que existe é entre o mapa do chefe do partido, José Sócrates (nada positivo) e o mapa do próprio partido (muito positivo). Claramente, se não ganhar as eleições, vai dever-se às condições do mapa do seu secretário geral. Fosse outro candidato e nestas eleições assistiríamos a um 'volte face'. Dos 3 partidos analisados neste post é aquele que melhores condições astrológicas reúne. Sendo assim, resta-me aguardar para saber qual o veredicto do povo.


Paulo Portas

Candidato do CDS Partido Popular
Dados de nascimento:
12 de Setembro de 1962
[sem hora de nascimento]
Lisboa

Sua biografia na Wikipédia.
História do CDS Partido Popular na Wikipédia.

O CDS Partido Popular é inspirado pela democracia cristã e é aberto também
a conservadores e liberais clássicos, tendo sido fundado em 19 de Julho 1974.

Mapa de de Paulo Portas. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
O mapa de Paulo Portas está relativamente equilibrado, notando-se sobretudo, que tem Plutão (o seu poder interno e pessoal) a fazer inúmeros aspectos positivos a planetas natais importantes: Vénus (a forma como é apreciado pelos outros), Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma), Saturno (as regras, a ordem, a precisão), Úrano (o que rompante e súbito) e Plutão (o seu poder interno e pessoal). Apresenta apenas uma oposição (aspecto tenso e desafiante) a Marte (a iniciativa, a energia), podendo sofrer críticas de terceiros. A confirmar este bom posicionamento de Plutão, podemos acrescentar que Júpiter em trânsito faz um harmonioso sextil ao Plutão natal. É a cereja em cima do bolo.

No entanto, esta situação irá apresentá-lo como tendo maiores responsabilidades do que as habituais. Será visto como acalmando as situações, como podendo solucionar várias questões. Quererá isto dizer que fará parte de uma possível coligação governamental? Mas com que partido? Só no dia das eleições saberemos.

Com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) a fazer-lhe um aspecto benéfico ao seu Marte natal, só posso dizer que as coisas lhe correrão bem, sobretudo para atingir os seus propósitos nestas eleições, pois o aspecto em questão chama-se 'quintil', que habitualmente associa-se a criatividade.

No dia das eleições, o Sol (o seu self, ego) em trânsito faz uma quadratura ao Sol natal. Será um dia em que Paulo Portas terá que 'fechar-se em copas' e assobiar para o lado, pois creio que ficará desapontado com o percentil obtido nas eleições. Mas assumirá o estatuto de estadista, bem treinado por muitos anos de política activa.

Vamos olhar para o seu Saturno natal (o governo, as regras, a ordem, a precisão): o seu posicionamento é muito positivo, pois recebe vários aspectos muito favoráveis - de Mercúrio (comunicação, mensagem, pensamento), Úrano (o rompante, o inesperado), Plutão (o seu poder interno e pessoal) e de Quíron (o curador). Muito bom para Paulo Portas.

Isto reforça o que escrevi acima sobre as responsabilidades acrescidas que se espera dele. E isto «que se espera dele», é uma forma vaga de dizer que terá boas condições para negociar a sua presença num futuro governo. Mas, obviamente, vai depender do seu livre-arbítrio querer meter-se numa situação tão complexa como esta. Terá, certamente, do seu lado, o brilho necessário para ser visto com seriedade e contenção. Mas isto de se ser político, tem muito que se lhe diga, não acham?

Fosse ele o chefe de um partido mais alargado, como o PSD, e teria condições de vencer estas eleições, sem nenhum problema. Mas como dirige um pequeno partido, nada a fazer. Mas claramente, estamos perante uma pessoa que tem vivido, no último ano, os famosos 48/49 anos, uma fase habitualmente bonita e positiva na vida de todos nós.


No mapa do CDS - Partido Popular

No mapa do CDS - Partido Popular [fundado em Lisboa a 19 de Julho de 1974] vemos um Júpiter pouco harmonioso, mas com um bom posicionamento a Vénus natal (os valores, os afectos), trazendo muita gente para apoiar este partido que, tradicionalmente, é minoritário, em relação ao PSD e PS. Eu não ficaria surpreendido se a sua percentagem de votos aumentasse em relação às eleições legislativas anteriores porque o Sol (vitalidade) faz um aspecto positivo ao eixo nodal. Muito interessante. É preciso realçar que a Lua (as emoções, as necessidades) faz uma conjunção exacta à Lua do partido, ambas a 25º de Câncer/Caranguejo. Terão um dia e noite vibrantes, tanto mais que a Vénus em trânsito fará aspectos muito positivos (sextis) ao Sol e à Lua do partido. Reúne condições para entrar em coligação com o partido maioritário destas eleições, seja ele qual for.

Pedro Passos  Coelho

Candidato do PSD - Partido Social Democrata
Site do PSD

Dados de nascimento:
24 de Julho de 1964
[sem hora de nascimento]
Coimbra, Portugal

Sua biografia na Wikipédia.
História do PSD na Wikipédia.

O PSD foi fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974.

Mapa de Pedro Passos Coelho. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
Em termos estritamente astrológicos, ter-lhe-ia sido mais favorável se as eleições se tivessem realizado há uma semana, no dia 29 de Maio, pois Júpiter ainda estaria em Carneiro/Áries e haveria um maior entusiasmo à volta deste acto eleitoral, notando-se nos votos. Com a diferença de uma semana, a 5 de Junho, Júpiter já entrou em Touro, permitindo um acalmar dos ruídos laterais.

Pedro Passos Coelho é beneficiado com uma aproximação para uma conjunção de Marte em trânsito (a energia, o aguerrido) com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) ambos em Touro. Sem dúvida que é um benefício, que o levará certamente a conquistar os votos dos eleitores. No entanto, é necessário matizarmos aqui uma questão bem importante: este Marte, que em princípio deveria ser o aguerrido do zodíaco, quando está em Touro, encontra-se enfraquecido, pois astrologicamente, diz-se que está em «detrimento» ou «exílio». As próprias palavras são explicativas de uma situação pouco simpática. Atrevo-me a dizer que não conquistará maioria absoluta nestas eleições, apesar de as ganhar em termos percentuais.

A confirmar esta tendência vemos que Júpiter em trânsito (em Touro) faz quadraturas (aspecto tenso) ao seu Sol (o seu self, ego) e Lua (emoções, necessidades) natais. Em vez de uma quadratura, se fossem trígonos ou sextis (aspectos doces e facilitadores), teria garantido a maioria absoluta. Assim, irá ter que negociar com outros partidos para formar governo que, obviamente, terá a maior das legitimidades.

2012, sobretudo depois de Março, será um bom ano para Pedro Passos Coelho, em que poderá notar que as coisas governativas lhe irão correr muito melhor. Júpiter terá o seu retorno, o que acontece de 12 em 12 anos.

Com a Lua (emoções, necessidades) em regência no signo Câncer/Caranguejo, podemos perceber que este uma parte deste país vai querer muito confiar nele, transformando-o no 'desejado', naquele que que nutre e distribui carinho e afecto aos demais. Isto traduzido em termos económicos, pode significar que haverá muita esperança que nos consiga tirar desta crise tremenda em que se vive. Conseguirá? Temos que aguardar por 2012.

Esta Lua vai a caminho de uma conjunção ao seu Sol natal (o seu self, o ego, a vontade) fazendo-o passar por uma tremenda dose emocional, que bem encaminhado, poderá ajudar a curar este país, as que mal encaminhado, poderá ser muito perturbador. É aqui que percebemos que o ser humano é maior que o seu próprio mapa astrológico, pois possui livre-arbítrio para tomar as suas decisões, criando o seu próprio caminho.

Temos que perceber um outro trânsito no seu mapa: Neptuno (os sonhos, os ideias, mas também o solvente) faz uma conjunção próxima ao seu Saturno natal (as regras, a ordem, a precisão). Este é um aspecto esotérico profundo, vital e excelente, pois juntam-se duas vontades muito próximas - Neptuno quer curar e Saturno quer arranjar o que está estragado. Espero muito que ele faça funcionar este aspecto pois o nosso povo necessita encontrar rapidamente um processo colectivo de cura e isto não se faz, sem a vontade expressa de quem governa.

Mas, como adverti antes, esta é uma questão que terá que ser decidida pelo seu livre-arbítrio. Quer o poder a todo o custo? Ou quer «curar» o seu (e meu, e nosso) país? É aqui que vai residir a diferença, podendo impor um estilo de governação de proximidade.
 
No mapa do Partido Social Democrata 

No mapa do PSD - Partido Social Democrata [fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974] há duas situações a considerar. O benéfico Júpiter em trânsito está peregrino, não fazendo aspectos maiores a nenhum planeta pessoal, o que o torna no 'comandante' da nave. Eleições conquistadas, sem dúvida. Se as eleições ocorressem em Março de 2012, teria maioria absoluta, mas como ocorrem agora, vai contentar-se com uma maioria relativa. A reforçar esta situação, encontramos Saturno (as regras, a ordem, a precisão) e Marte (a energia, a combatividade) em quadratura, um aspecto desafiante e nada simpático. Sintomático. Em astrologia tradicional diz-se que Saturno e Marte são os 'maléficos' do zodíaco.

Mapa de Portugal 


15 Março 1143 - Guimarães, Portugal

Clicar para ampliar.

 A Lua do mapa de Portugal recebe, maioritariamente, aspectos tensos de vários planetas. Mercúrio (o entendimento, a comunicação) em oposição dando-nos a entender que é uma eleição muito emocional, muito vernácula. Marte (energia) faz um quindecile, percebendo-se que existe uma espécie de obsessão concentrada, num movimento unidireccional. Neptuno (o etéreo, a sensibilidade) faz uma severa quadratura à Lua, demonstrando que uma parte considerável dos cidadãos com capacidade de voto, estão bastante abstraídos das eleições. Há a considerar uma possível larga abstenção. O único aspecto positivo desta Lua de Portugal vem de um trígono de Úrano, aguardando-se mudanças significativas. É a vontade de um povo, mas não significa que essas mudanças sejam postas em prática pela classe política, a contento da população. Por último, esta Lua recebe uma severa quadratura de Quíron, enviando-nos a mensagem que a «cura» deste povo está a ser processada com dificuldade.



Post com muita procura.

San Carlos de Bariloche, Argentina [roteiros de sonho]

30 de Março de 2011 · 23 comentários

A cidade mais brasileira da Argentia.

 San Carlos de Bariloche (Argentina) na Primavera.

Principal destino turístico da Patagónia, a cidade argentina sabe exibir a imponência de sua paisagem com conforto e segurança, em teleféricos, passeios de barco e actividades ao ar livre como passeios de bicicleta, cavalgadas e desportos radicais. Com temperaturas amenas, sem as roupas pesadas e o vento gelado e invernoso no rosto, o corpo do visitante relaxa e aproveita melhor o lugar. E que lugar. Por vezes, dependendo do mirante, a combinação de azul e verde parece irreal, de tão bonita.


No Inverno



Catamarãs aguardam turistas no Bosque de Arrayanes,
passeio tradicional que parte de Bariloche.

San Carlos de Bariloche (Argentina): Com suas belezas naturais e paisagens deslumbrantes, Bariloche é uma cidade emocionante, hospitaleira e romântica. Não falta o que fazer na cidade! Aprenda a esquiar na montanha de Cerro Catedral, diversão garantida para todas as idades! As famosas noites de Bariloche para os mais noctívagos. E para os mais caseiros uma lareira estalando, aquecendo o ambiente, acompanhado de um vinho ou um chocolate quente. Coberta de neve no Inverno, ou repleta de flores na Primavera. Bariloche é sempre uma óptima  escolha. Não me importaria nada de viver aqui.



Bariloche, cujo nome oficial é San Carlos de Bariloche, é uma cidade da Argentina, localizada na Província de Río Negro, junto à Cordilheira dos Andes na fronteira com o Chile. Está rodeada por lagos (Nahuel Huapi, Gutiérrez, Mascardi) e montanhas, como o Cerro Tronador (3354 m de altitude, na fronteira com o Chile), o Cerro Catedral (movimentada estação de esqui) e o Cerro López. Possui cerca de 130 mil habitantes.



HISTÓRIA

Existem evidências da existência de assentamentos indígenas à beira do Lago Nahuel Huapi e na zona hoje ocupada pela cidade de Bariloche, prévios a chegada dos colonizadores brancos. Em meados do século XVII e início do século XVIII, a zona foi objeto de viagens dos missionários do Chile, entre os que se contam estão os padres: Diego Rosales, Nicolás Mascardi, Felipe Laguna e Juan José Guillelmo. O primeiro homem branco que chegou à região vindo das regiões próximas ao Atlântico foi o Dr. Francisco Pascasio Moreno, que na época tinha 23 anos.

A fundação da cidade deu-se em 1895, quando um imigrante alemão, Karl (Carlos) Wierderhold, criou ali um armazém. Em 1902, tornou-se a cidade de San Carlos de Bariloche. Sua arquitetura, principalmente na área central, lembra a de cidades alemãs e austríacas.



GEOGRAFIA

Bariloche está situada numa micro-zona climática e de vegetação de floresta temperada. Seu clima é temperado, influenciado pela proximidade dos Andes, e suas florestas se mantêm graças à abundância de água dos grandes lagos glaciais, como o Nahuel Huapi. No inverno (junho a agosto), as temperaturas caem abaixo de zero e a maior quantidade de neve nas montanhas mais altas dá início à temporada de esqui. Afastando-se poucos quilômetros para leste da cidade, porém, o clima se torna mais seco, surgindo a fria estepe da Patagônia, com sua vegetação de gramíneas cada vez mais esparsas, até que a paisagem se torna a de deserto.



DESERTO

A principal atividade econômica de Bariloche é o turismo. Além das montanhas onde se podem praticar esqui e "snowboard" (Cerros Catedral e Tronador) destacam-se o Parque Nacional Nahuel Huapi, a travessia dos lagos andinos até o Chile, a Isla Victoria (no lago Nahuel Huapi), a região de El Bolsón (ao sul da cidade), a Colonia Suiza (em meio a bosques, na qual se situa um museu que conta a imigração suíça para a região) e os percursos turísticos chamados Circuito Chico e Circuito Grande, com paradas em vários pontos de onde se têm vistas panorâmicas dos bosques e montanhas ao redor da cidade. Seu comércio voltado para o turismo é principalmente de artigos de lã, couro e chocolates. Para os interessados em turismo de aventura, há opções de "rafting", cavalgadas, "parapente" e ciclismo de montanha.



TRASPORTES

A cidade tem um aeroporto, o Aeroporto Internacional Teniente Luis Candelaria que está equipado para receber jatos, e opera voos domésticos e internacionais para países vizinhos. Por rodovia, fica a 1638 km ao sul da capital argentina, Buenos Aires. Liga-se ao Chile por rodovia (cerca de 130 km até a fronteira, e mais 115 km até a cidade chilena de Osorno), havendo a opção, para turistas, de travessia em percursos alternados entre barcos e ônibus, num passeio conhecido como Cruce de Lagos, até Puerto Montt.

.

A reconstrução da velha ponte da Ilha de Moçambique, em frente ao Palácio

29 de Março de 2011 · 16 comentários


A ponte que dá para a praça em frente ao Palácio, na Ilha de Moçambique, é um lugar mítico para muitos de nós, que lá nascemos e vivemos. A infância e a juventude de uma diáspora espalhada pelo mundo é bem recordada no nosso espírito. Crescemos neste ambiente único. Quando chegavam os navios de passageiros era nesta ponte que os 'nahotas' dos gasolinas deixavam as pessoas e as mercadorias, pois a alfândega era ao lado. Também daqui se partia para o lado continental, Lumbo, Mossuril, etc.

A ponte serviu para tudo: passear, brincar, pescar, namorar, estudar, descansar, conversar e um longo etc. Muitos casais aqui iniciaram os seus amores.

Entretanto, após a independência de Moçambique, a ponte começou a degradar-se por falta de uso e devido às inclemências naturais que sofreu, incluindo um ciclone.

Mas houve vontade de a reerguer, de a reconstruir e surgiram os mecenas que ajudaram nessa enorme tarefa. É com prazer que apresento este post da reconstrução da nossa ponte. Ficou ainda mais bonita, apesar de diferente. Irá fazer parte da memória de muitos outros.

A PONTE JÁ EM FASE DE SE DETERIORAR  POR FALTA DE USO
E PELA INCLEMÊNCIA DA NATUREZA.
- ANOS 80 E 90

 
Fonte desta imagem, aqui.
Não sei quem são os autores das fotos anteriores,
mas se me informarem terei muito gosto em atribuir o respectivo crédito.


A RECONSTRUÇÃO DA PONTE

Fotos de cima e de baixo, de Carlos Cruz.
Sua página no Facebook, aqui.
A ponte em reconstrução, 2006.


As fotos abaixo são de Victor Fernando Gomes Rodrigues.
Sua página no Facebook, aqui.
A ponte a ser reconstruída.
Fotos tiradas em Janeiro / Fevereiro de 2011.



 Entretanto, sabemos que as obras já terminaram
e que a ponte está completamente reconstruída.

Os meus agradecimentos:
- ao Victor Fernando Gomes Rodrigues
- ao Carlos Cruz
- à Ema Cheong Diniz
- Ao Ma-schamba


ADENDA AO POST FEITO NO DIA 30 MARÇO COM
FOTOS GENTILMENTE CEDIDAS PELO AMIGO
MÁRIO FERNANDO RIDE
Sua página no Facebook, aqui.

 Este era um dos «gasolinas» que transportavam os passageiros,
quer dos navios que passavam pela ilha, quer para fazerem ligações ao continente.

«Gasolinas» atracados na ponte (anos 50) com passageiros
a desembarcarem e outros a aguardarem embarque.
No «gasolina» da direita vê-se dois homens: um seria o «nahota» (comandante) e o outro, o ajudante.

.

O widget «gosto» do Facebook nos nossos blogues

· 20 comentários



Há vários meses que tenho na barra lateral direita uma chamada de atenção que diz assim «Se está no Facebook e gosta do blogue, seja amigo e clique aqui». Este widget do Facebook foi sendo clicado ao ponto de ter ultrapassado as 550 pessoas. Nem imaginam o quanto gostava desta aplicaçãozinha, pois era sinónimo de apreço por este blogue, o que deixava a minha Lua em Sagitário muito feliz [respeito e reconhecimento dos outros pela voz deste espaço]. E, muito agradecido a quem clicava. Muito, mesmo.

Na semana em que Úrano [assuntos rompantes, inesperados] entrou Áries/Carneiro (Ponto Cardinal) [muito sensível],  iniciou uma quadratura à minha Vénus natal [afectos, gostar, valores] em Câncer/Caranguejo [emoções, nutrição] - de um momento para o outro, os mais de 550 amigos que estavam no widget simplesmente desapareceram, excepto o meu próprio nome.

Muito mal comparado, é como se tivesse subitamente terminado uma relação. Ou muitas relações. Agora, a recomeçar tudo do princípio, num dos widgets que mais gosto da internet.

.

Planetas retrógrados em 2011

28 de Março de 2011 · 22 comentários


Os dias indicados são TMG.

Mercúrio retrógrado:
- Próximos movimentos: De 31 Março (24º 20') a 22 Abril (12º 44') sempre em Áries/Carneiro.
- E de 3 Agosto (01º 12' Virgem) até 26 Agosto (18º 42' Leão).

Júpiter retrógrado - 30 Agosto em Touro (10º 21´) até 25 Dezembro (0º 22')

Saturno continua retrógrado até 12 de Junho, em Balança.

Neptuno retrógrado - em 2 Junho quando começa o seu habitual e anual movimento retrógrado, que o levará de novo a sair de Peixes, e entrar novamente em Aquário, no dia 8 Agosto e só a 9 Novembro termina o seu movimento retrógrado, voltando para Peixes só em 4 Fevereiro 2012, onde permanecerá durante vários anos.

Úrano retrógrado - inicia este movimento a 10 de Julho (4º 34´) até 9 de Dezembro (0º 39´) sempre em Áries.

Plutão retrógrado - inicia este momento a 9 de Abril (7º 30') até 16 de Setembro (4º 53') sempre em Capricórnio.

Quíron retrógrado - inicia este movimento a 9 de Junho até 10 Novembro (0º 39') sempre em Peixes.

O que são 'planetas estacionários'? Veja aqui.
[Obrigado, Hanah, por me recordar este texto.]

.

José Sócrates, o mapa de Portugal e os trânsitos da sua demissão do cargo de 1º ministro de Portugal [Apontamentos astrológicos]

24 de Março de 2011 · 39 comentários

José Sócrates
6 Setembro 1957 - 21h45
Vila Maçada, Alijó, Portugal
[41 N 19 - 7 W 33]
 [Deixo os dados de José Sócrates e as coordenadas de Vila Maçada,
para facilitar a vida aos estudantes de astrologia.]

Os trânsitos de José Socátres

José Sócrates pediu a demissão do cargo de 1º ministro de Portugal ao Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, em Lisboa, no dia 23 Março 2011, pelas 20h30, após toda a oposição, sem excepção, na Assembleia da República Portuguesa (Lisboa), ter votado  nessa tarde contra o PEC IV. Parecendo uma cena concertada de todos os partidos políticos. O país, em plena crise económica e financeira desde 2008, entrou também, em crise política, sendo necessárias novas eleições legislativas que custarão aos cofres do Estado qualquer coisa como 18 milhões de euros.

Antes que me acusem de coisas e lousas, afirmo já que esta situação não me deixou feliz, pois foi bem visível a quem acompanhou os discursos na Assembleia da República e os speechs posteriores dos políticos da oposição, após a demissão de José Sócrates, que se tratou de abater e encurralar o homem para assim tentarem abocanhar, em breve, os 'cornos do poder'. Foi o acto mais despudorado, da direita à esquerda, de um golpe palaciano contra quem, legitimamente, ganhou as últimas eleições. É o lado obscuro e trágico da democracia, a funcionar no seu submundo mais sombrio. A diferença com países não democráticos, como a Líbia, é que não foi necessário contratarem mercenários para matarem indiscriminadamente. Foi tudo feito a coberto das leis, mas de forma mancomunada.

As próximas eleições deverão ser em fins de Maio, princípios de Junho, e o novo governo emergente, quaisquer que sejam os partidos envolvidos, apresentarão outro PEC IV, mesmo que lhe mudem o nome. Talvez avalizado pelo FMI. [Notícias após a demissão de Sócrates, aqui. Preocupante: aqui.]


Olhemos para os seus trânsitos:

Na imagem acima tenho os glifos de Saturno, Plutão e Úrano, como representantes de uma determinada situação. Olhemos para o mapa astrológico de José Sócrates.

Que fique claro que esta pequena análise concentra-se apenas na figura de José Sócrates enquanto pessoa que exercia o cargo de primeiro ministro e não sobre a sua vida pessoal. Comecemos por Saturno em trânsito. Saturno simboliza as regras, obstáculos, forma, contenção, e, por onde anda diz-nos das dificuldades maiores dessa pessoa. Pois Saturno transita pela Casa 6 de José Sócrates. Num mapa astrológico, a Casa 6 simboliza o trabalho do dia-a-dia e a saúde, e pertence às energias de Virgem, onde Saturno se sente sempre muito cómodo a fazer planos, uns atrás dos outros. Foi o que assistimos nos últimos tempos: um constante ataque, um desfazer contínuo das suas medidas, uma crítica permanente. Não teve sossego e espero que saia desta situação com a aprendizagem do que deve e como deve fazer no futuro.

Curiosamente, devido ao actual movimento retrógrado de Saturno, quando chegarmos a Maio/Junho 2011, irá ligar-se à Parte da Fortuna e Júpiter natais, indicando que nas próximas eleições terá uma percentagem de votos favoráveis muito significativa, mas dificilmente ganhará as eleições para formar novo governo. No entanto, sentar-se-á na Assembleia da República como deputado da oposição. E que fará ele, então, tendo este posicionamento astrológico? Com 6 anos de governo (muita experiência do cargo) e sendo um bom orador, sabendo improvisar, sendo ele do signo Virgem com Ascendente em Touro, a persistência será uma tónica. Vai dar luta para desgastar os oponentes. Aguardemos.

Este Saturno em trânsito faz uma semi-quadratura ao seu Plutão natal. Portanto, Saturno a combater o seu poder pessoal. Nunca tinha visto esta característica nos trânsitos de alguém, a funcionar tão exemplarmente. O seu poder (Plutão), enquanto primeiro ministro foi machucado pelo Senhor dos Tempos. Será que Sócrates, enquanto indivíduo, vai aprender a lição? Espero que sim.

A terminar esta parte, resta-me informar que o mesmo Saturno faz uma quadratura ao seu Meio-do-Céu, ponto no mapa que simboliza o reconhecimento dos outros, a carreira pública e a forma como é aceite pelos demais. Um aspecto cármico muito poderoso, diga-se. Foi abatido.

A partir de Agosto de 2012, Saturno entrará na Casa 7 de José Sócrates. Em termos políticos que poderá ocorrer? Esta é a incógnita, pois ver-se-ão favorecidas todas as parcerias. Será um convite para uma tribuna internacional? Será uma nova responsabilidade no país? Em termos afectivos, será um bom trânsito.

Quantidade de deputados distribuídos pelos partidos eleitos.

Úrano ao entrar em Carneiro, na sua Casa 12 veio trazer-lhe uma mexida bem forte. Em termos macros, a Casa 12 simboliza as grandes instituições ou empresas. Que é um governo senão uma grande instituição e organização. É simplesmente o 'patrão' de todo o funcionalismo público. Úrano abalou toda essa estrutura, a pedir uma renovação, ares mais frescos, novas iniciativas. Como está a fazer uma quadratura à Parte da Fortuna de José Sócrates, esse 'potinho de ouro' que todos temos nos nossos mapas,  foi bem abanado. Bastante desafiante.

Plutão (o poder interno de cada um e, neste caso, acrescido pelo real poder do seu cargo) transita pela Casa 9 (o estrangeiro, as Leis, as grandes ideias) de Sócrates, dando-lhe este apoio da Europa, enquanto, internamente é contestado, pois é visto como o mau da fita. Ao estar a fazer uma quadratura a Júpiter natal, obviamente aqui percebe-se o confronto de ideias e ideais, pois Júpiter é o regente da Casa 9 e neste caso concreto, simboliza as Leis. Felizmente, Plutão não lhe faz nenhum aspecto aos seus planetas pessoais (do Sol a Marte).

Como os leitores já possuem os dados necessários, podem analisar mais miudinhamente toda esta situação, sobretudo com os planetas pessoais.


Olhemos agora para o mapa de Portugal

15 Março 1143 - Guimarães, Portugal

O aspecto mais poderoso que o mapa de Portugal está a receber é a conjunção exacta de Úrano em trânsito ao Saturno natal do país. Rebentou em toda a forma com as regras instituídas, atirando este país para a maior crise política e económica desde o 25 de Abril. Fez PUM!!! E estoirou.

Esotericamente, haveria muito a dizer. Muito mesmo. Mudanças de paradigmas. De consciência colectiva. Muito mais, mas neste momento não me parece oportuno enveredar por aí, e é melhor deixar refrescar os ânimos.

Saturno faz uma oposição a Mercúrio. Veja-se o ocorrido ontem na Assembleia da República e percebe-se este trânsito.

.



Anjo Dourado - Campanha de Primavera com 40% de desconto

·


 Editora Anjo Dourado


Aqui:

Quantas pessoas podem viver no planeta Terra?

23 de Março de 2011 · 20 comentários

Sir David Attenborough


Quando o documentarista Sir David Attenborough nasceu (1926) éramos pouco menos de 2 biliões de pessoas em todo o planeta. Actualmente a população mundial aproxima-se rapidamente de 7 biliões de pessoas, e isso com um aumento de pouco mais de 2 pessoas por segundo (já descontadas as mortes).

A vida de Attenborough foi em boa parte dedicada ao acompanhamento da vida selvagem, e lamentavelmente esta situação de vida intocável está cada dia mais difícil de ser encontrada. Esta preocupação com o impacto populacional o fez ingressar na organização Optimum Population Trust, que tem como meta avaliar este cenário.

Por volta de 1800 éramos não mais que 1 bilião de pessoas. O acesso ao controle de doenças, diminuição de mortalidade e melhor qualidade de vida causaram uma violenta explosão populacional. Mas a Terra certamente possui um limite físico de produção de recursos.

O primeiro alarme que soa vem da escassez de água em diversos países. Não só este alarme toca, mas outro começa a ser ouvido, o da falta de áreas propícias para a agricultura economicamente viável. E o sinal vem de um fluxo investidores de países desenvolvidos que compram terras em países mais pobres para uma produção exclusivamente voltada para a exportação, sem benefícios desejados para a população local.

Algumas iniciativas de controle populacional infelizmente foram feitas de maneira truculenta e autoritária, criando um fantasma ainda mais assustador de um assunto que incomoda muitos. Poucos gostam de ter alguém dando palpites na sua vida pessoal sobre quantos filhos devem ter. Iniciativas mais inteligentes e planeadas demonstraram, de maneira quase óbvia, que a educação é o factor que mais influencia na decisão de uma família em optar por ter menos filhos. As mulheres saem na dianteira neste poder de decisão, com uma visível tendência em planear melhor a vida antes de ter o primeiro filho.

David Attenborough encerra o documentário «How Many People Can Live on Planet Earth?» (2009)(Quantas pessoas podem viver no Planeta Terra?) comentando que os dados fornecidos podem ser desanimadores e neste caso a melhor maneira de encarar a situação é com o máximo de planeamento feito de maneira racional.

Sobre Sir David Attenborough, aqui.
Documentário «Quantas pessoas podem viver no Planeta Terra?» (2009)




Vídeo 2, aqui.
Vídeo 3, aqui.
Vídeo 4, aqui.
Vídeo 5, aqui.
Vídeo 6, aqui.

.

31 de Março de 2011

Portugal - Eleições Legislativas a 5 Junho - Mapas dos candidatos a 1º Ministro - Apontamentos astrológicos


Eleições Legislativas a 5 Junho 2011
às 8h00, Lisboa, Portugal

Mapa das eleições legislativas 2011. Clicar para ampliar.
É um texto logo e muito especializado.

A seguir, mapas e análises de 3 candidatos a 1º Ministro de Portugal, por ordem alfabética.

A seguir encontrarão alguns comentários astrológicos e são apenas isso - 'comentários' e 'pistas'. Não me atrevo, sequer, a fazer grandes previsões, pois há muitos factores a ponderar neste tipo de análises astrológica, tanto mais que não sei a hora de nascimento de dois dos candidatos. Votar é um direito de cidadania, não é uma obrigação.

José Sócrates

Candidato do Partido Socialista.
Dados de nascimento:
6 Setembro 1957 - 21h45
Vila Maçada, Alijó, Portugal
[41 N 19 - 7 W 33]

Por ocasião do pedido de demissão de José Sócrates [23 Maio 2011], do seu cargo de
1º Ministro, no dia fiz um post a analisar astrologicamente a situação. 
As alterações não foram muito significativas. Ver aqui.

O Partido Socialista (PS) português foi fundado em 19 de Abril de 1973
na cidade alemã de Bad Münstereifel, por militantes da Acção Socialista Portuguesa.

Mapa de José Sócrates. Clicar para ampliar.
Que fique claro que esta pequena análise concentra-se apenas na figura de José Sócrates enquanto pessoa que exercia o cargo de primeiro ministro e não sobre a sua vida pessoal. Comecemos por Saturno em trânsito. pela sua Casa 6. Saturno simboliza as regras, obstáculos, forma, contenção, e, por onde anda diz-nos das dificuldades maiores dessa pessoa. Pois Saturno transita pela Casa 6 de José Sócrates. Num mapa astrológico, a Casa 6 simboliza o trabalho do dia-a-dia e a saúde, e pertence às energias de Virgem, onde Saturno se sente sempre muito cómodo a fazer planos, uns atrás dos outros. Foi o que assistimos nos últimos tempos: um constante ataque, um desfazer contínuo das suas medidas, uma crítica permanente. Não teve sossego e espero que saia desta situação com a aprendizagem do que deve e como deve fazer no futuro.

Curiosamente, devido ao actual movimento retrógrado de Saturno ligou-se à Parte da Fortuna e Júpiter natais, indicando que nas eleições terá uma percentagem de votos favoráveis muito significativa, mas dificilmente ganhará as eleições para formar novo governo. No entanto, sentar-se-á na Assembleia da República como deputado da oposição. E que fará ele, então, tendo este posicionamento astrológico? Com 6 anos de governo (muita experiência do cargo) e sendo um bom orador, sabendo improvisar, sendo ele do signo Virgem com Ascendente em Touro, a persistência será uma tónica. Vai dar luta para desgastar os oponentes. Aguardemos.

Este Saturno em trânsito faz uma semi-quadratura ao seu Plutão natal. Portanto, Saturno a combater o seu poder pessoal. Nunca tinha visto esta característica nos trânsitos de alguém, a funcionar tão exemplarmente. O seu poder (Plutão), enquanto primeiro ministro foi machucado pelo Senhor dos Tempos. Será que Sócrates, enquanto indivíduo, vai aprender a lição? Espero que sim.

A terminar esta parte, resta-me informar que o mesmo Saturno faz uma quadratura ao seu Meio-do-Céu, ponto no mapa que simboliza o reconhecimento dos outros, a carreira pública e a forma como é aceite pelos demais. Um aspecto cármico muito poderoso, diga-se. Foi abatido.

A partir de Agosto de 2012, Saturno entrará na Casa 7 de José Sócrates. Em termos políticos que poderá ocorrer? Esta é a incógnita, pois ver-se-ão favorecidas todas as parcerias. Será um convite para uma tribuna internacional? Será uma nova responsabilidade no país?

Reveja o pot que escrevi sobre o seu pedido de demissão, pois alterações existiram. Aqui.



No mapa do Partido Socialista

No mapa do Partido Socialista [fundado em 19 de Abril de 1973 na cidade alemã de Bad Münstereifel] encontramos uma situação muito interessante. Vemos um partido com vontade de vencer, apoiado por uma belíssima conjunção de Júpiter (as leis, o benéfico) ao Sol e a Vénus natais. Irá haver surpresas nesse dia, nomeadamente na quantidade de deputados eleitos ao parlamento. A dissonância que existe é entre o mapa do chefe do partido, José Sócrates (nada positivo) e o mapa do próprio partido (muito positivo). Claramente, se não ganhar as eleições, vai dever-se às condições do mapa do seu secretário geral. Fosse outro candidato e nestas eleições assistiríamos a um 'volte face'. Dos 3 partidos analisados neste post é aquele que melhores condições astrológicas reúne. Sendo assim, resta-me aguardar para saber qual o veredicto do povo.


Paulo Portas

Candidato do CDS Partido Popular
Dados de nascimento:
12 de Setembro de 1962
[sem hora de nascimento]
Lisboa

Sua biografia na Wikipédia.
História do CDS Partido Popular na Wikipédia.

O CDS Partido Popular é inspirado pela democracia cristã e é aberto também
a conservadores e liberais clássicos, tendo sido fundado em 19 de Julho 1974.

Mapa de de Paulo Portas. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
O mapa de Paulo Portas está relativamente equilibrado, notando-se sobretudo, que tem Plutão (o seu poder interno e pessoal) a fazer inúmeros aspectos positivos a planetas natais importantes: Vénus (a forma como é apreciado pelos outros), Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma), Saturno (as regras, a ordem, a precisão), Úrano (o que rompante e súbito) e Plutão (o seu poder interno e pessoal). Apresenta apenas uma oposição (aspecto tenso e desafiante) a Marte (a iniciativa, a energia), podendo sofrer críticas de terceiros. A confirmar este bom posicionamento de Plutão, podemos acrescentar que Júpiter em trânsito faz um harmonioso sextil ao Plutão natal. É a cereja em cima do bolo.

No entanto, esta situação irá apresentá-lo como tendo maiores responsabilidades do que as habituais. Será visto como acalmando as situações, como podendo solucionar várias questões. Quererá isto dizer que fará parte de uma possível coligação governamental? Mas com que partido? Só no dia das eleições saberemos.

Com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) a fazer-lhe um aspecto benéfico ao seu Marte natal, só posso dizer que as coisas lhe correrão bem, sobretudo para atingir os seus propósitos nestas eleições, pois o aspecto em questão chama-se 'quintil', que habitualmente associa-se a criatividade.

No dia das eleições, o Sol (o seu self, ego) em trânsito faz uma quadratura ao Sol natal. Será um dia em que Paulo Portas terá que 'fechar-se em copas' e assobiar para o lado, pois creio que ficará desapontado com o percentil obtido nas eleições. Mas assumirá o estatuto de estadista, bem treinado por muitos anos de política activa.

Vamos olhar para o seu Saturno natal (o governo, as regras, a ordem, a precisão): o seu posicionamento é muito positivo, pois recebe vários aspectos muito favoráveis - de Mercúrio (comunicação, mensagem, pensamento), Úrano (o rompante, o inesperado), Plutão (o seu poder interno e pessoal) e de Quíron (o curador). Muito bom para Paulo Portas.

Isto reforça o que escrevi acima sobre as responsabilidades acrescidas que se espera dele. E isto «que se espera dele», é uma forma vaga de dizer que terá boas condições para negociar a sua presença num futuro governo. Mas, obviamente, vai depender do seu livre-arbítrio querer meter-se numa situação tão complexa como esta. Terá, certamente, do seu lado, o brilho necessário para ser visto com seriedade e contenção. Mas isto de se ser político, tem muito que se lhe diga, não acham?

Fosse ele o chefe de um partido mais alargado, como o PSD, e teria condições de vencer estas eleições, sem nenhum problema. Mas como dirige um pequeno partido, nada a fazer. Mas claramente, estamos perante uma pessoa que tem vivido, no último ano, os famosos 48/49 anos, uma fase habitualmente bonita e positiva na vida de todos nós.


No mapa do CDS - Partido Popular

No mapa do CDS - Partido Popular [fundado em Lisboa a 19 de Julho de 1974] vemos um Júpiter pouco harmonioso, mas com um bom posicionamento a Vénus natal (os valores, os afectos), trazendo muita gente para apoiar este partido que, tradicionalmente, é minoritário, em relação ao PSD e PS. Eu não ficaria surpreendido se a sua percentagem de votos aumentasse em relação às eleições legislativas anteriores porque o Sol (vitalidade) faz um aspecto positivo ao eixo nodal. Muito interessante. É preciso realçar que a Lua (as emoções, as necessidades) faz uma conjunção exacta à Lua do partido, ambas a 25º de Câncer/Caranguejo. Terão um dia e noite vibrantes, tanto mais que a Vénus em trânsito fará aspectos muito positivos (sextis) ao Sol e à Lua do partido. Reúne condições para entrar em coligação com o partido maioritário destas eleições, seja ele qual for.

Pedro Passos  Coelho

Candidato do PSD - Partido Social Democrata
Site do PSD

Dados de nascimento:
24 de Julho de 1964
[sem hora de nascimento]
Coimbra, Portugal

Sua biografia na Wikipédia.
História do PSD na Wikipédia.

O PSD foi fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974.

Mapa de Pedro Passos Coelho. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
Em termos estritamente astrológicos, ter-lhe-ia sido mais favorável se as eleições se tivessem realizado há uma semana, no dia 29 de Maio, pois Júpiter ainda estaria em Carneiro/Áries e haveria um maior entusiasmo à volta deste acto eleitoral, notando-se nos votos. Com a diferença de uma semana, a 5 de Junho, Júpiter já entrou em Touro, permitindo um acalmar dos ruídos laterais.

Pedro Passos Coelho é beneficiado com uma aproximação para uma conjunção de Marte em trânsito (a energia, o aguerrido) com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) ambos em Touro. Sem dúvida que é um benefício, que o levará certamente a conquistar os votos dos eleitores. No entanto, é necessário matizarmos aqui uma questão bem importante: este Marte, que em princípio deveria ser o aguerrido do zodíaco, quando está em Touro, encontra-se enfraquecido, pois astrologicamente, diz-se que está em «detrimento» ou «exílio». As próprias palavras são explicativas de uma situação pouco simpática. Atrevo-me a dizer que não conquistará maioria absoluta nestas eleições, apesar de as ganhar em termos percentuais.

A confirmar esta tendência vemos que Júpiter em trânsito (em Touro) faz quadraturas (aspecto tenso) ao seu Sol (o seu self, ego) e Lua (emoções, necessidades) natais. Em vez de uma quadratura, se fossem trígonos ou sextis (aspectos doces e facilitadores), teria garantido a maioria absoluta. Assim, irá ter que negociar com outros partidos para formar governo que, obviamente, terá a maior das legitimidades.

2012, sobretudo depois de Março, será um bom ano para Pedro Passos Coelho, em que poderá notar que as coisas governativas lhe irão correr muito melhor. Júpiter terá o seu retorno, o que acontece de 12 em 12 anos.

Com a Lua (emoções, necessidades) em regência no signo Câncer/Caranguejo, podemos perceber que este uma parte deste país vai querer muito confiar nele, transformando-o no 'desejado', naquele que que nutre e distribui carinho e afecto aos demais. Isto traduzido em termos económicos, pode significar que haverá muita esperança que nos consiga tirar desta crise tremenda em que se vive. Conseguirá? Temos que aguardar por 2012.

Esta Lua vai a caminho de uma conjunção ao seu Sol natal (o seu self, o ego, a vontade) fazendo-o passar por uma tremenda dose emocional, que bem encaminhado, poderá ajudar a curar este país, as que mal encaminhado, poderá ser muito perturbador. É aqui que percebemos que o ser humano é maior que o seu próprio mapa astrológico, pois possui livre-arbítrio para tomar as suas decisões, criando o seu próprio caminho.

Temos que perceber um outro trânsito no seu mapa: Neptuno (os sonhos, os ideias, mas também o solvente) faz uma conjunção próxima ao seu Saturno natal (as regras, a ordem, a precisão). Este é um aspecto esotérico profundo, vital e excelente, pois juntam-se duas vontades muito próximas - Neptuno quer curar e Saturno quer arranjar o que está estragado. Espero muito que ele faça funcionar este aspecto pois o nosso povo necessita encontrar rapidamente um processo colectivo de cura e isto não se faz, sem a vontade expressa de quem governa.

Mas, como adverti antes, esta é uma questão que terá que ser decidida pelo seu livre-arbítrio. Quer o poder a todo o custo? Ou quer «curar» o seu (e meu, e nosso) país? É aqui que vai residir a diferença, podendo impor um estilo de governação de proximidade.
 
No mapa do Partido Social Democrata 

No mapa do PSD - Partido Social Democrata [fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974] há duas situações a considerar. O benéfico Júpiter em trânsito está peregrino, não fazendo aspectos maiores a nenhum planeta pessoal, o que o torna no 'comandante' da nave. Eleições conquistadas, sem dúvida. Se as eleições ocorressem em Março de 2012, teria maioria absoluta, mas como ocorrem agora, vai contentar-se com uma maioria relativa. A reforçar esta situação, encontramos Saturno (as regras, a ordem, a precisão) e Marte (a energia, a combatividade) em quadratura, um aspecto desafiante e nada simpático. Sintomático. Em astrologia tradicional diz-se que Saturno e Marte são os 'maléficos' do zodíaco.

Mapa de Portugal 


15 Março 1143 - Guimarães, Portugal

Clicar para ampliar.

 A Lua do mapa de Portugal recebe, maioritariamente, aspectos tensos de vários planetas. Mercúrio (o entendimento, a comunicação) em oposição dando-nos a entender que é uma eleição muito emocional, muito vernácula. Marte (energia) faz um quindecile, percebendo-se que existe uma espécie de obsessão concentrada, num movimento unidireccional. Neptuno (o etéreo, a sensibilidade) faz uma severa quadratura à Lua, demonstrando que uma parte considerável dos cidadãos com capacidade de voto, estão bastante abstraídos das eleições. Há a considerar uma possível larga abstenção. O único aspecto positivo desta Lua de Portugal vem de um trígono de Úrano, aguardando-se mudanças significativas. É a vontade de um povo, mas não significa que essas mudanças sejam postas em prática pela classe política, a contento da população. Por último, esta Lua recebe uma severa quadratura de Quíron, enviando-nos a mensagem que a «cura» deste povo está a ser processada com dificuldade.



Post com muita procura.

30 de Março de 2011

San Carlos de Bariloche, Argentina [roteiros de sonho]

A cidade mais brasileira da Argentia.

 San Carlos de Bariloche (Argentina) na Primavera.

Principal destino turístico da Patagónia, a cidade argentina sabe exibir a imponência de sua paisagem com conforto e segurança, em teleféricos, passeios de barco e actividades ao ar livre como passeios de bicicleta, cavalgadas e desportos radicais. Com temperaturas amenas, sem as roupas pesadas e o vento gelado e invernoso no rosto, o corpo do visitante relaxa e aproveita melhor o lugar. E que lugar. Por vezes, dependendo do mirante, a combinação de azul e verde parece irreal, de tão bonita.


No Inverno



Catamarãs aguardam turistas no Bosque de Arrayanes,
passeio tradicional que parte de Bariloche.

San Carlos de Bariloche (Argentina): Com suas belezas naturais e paisagens deslumbrantes, Bariloche é uma cidade emocionante, hospitaleira e romântica. Não falta o que fazer na cidade! Aprenda a esquiar na montanha de Cerro Catedral, diversão garantida para todas as idades! As famosas noites de Bariloche para os mais noctívagos. E para os mais caseiros uma lareira estalando, aquecendo o ambiente, acompanhado de um vinho ou um chocolate quente. Coberta de neve no Inverno, ou repleta de flores na Primavera. Bariloche é sempre uma óptima  escolha. Não me importaria nada de viver aqui.



Bariloche, cujo nome oficial é San Carlos de Bariloche, é uma cidade da Argentina, localizada na Província de Río Negro, junto à Cordilheira dos Andes na fronteira com o Chile. Está rodeada por lagos (Nahuel Huapi, Gutiérrez, Mascardi) e montanhas, como o Cerro Tronador (3354 m de altitude, na fronteira com o Chile), o Cerro Catedral (movimentada estação de esqui) e o Cerro López. Possui cerca de 130 mil habitantes.



HISTÓRIA

Existem evidências da existência de assentamentos indígenas à beira do Lago Nahuel Huapi e na zona hoje ocupada pela cidade de Bariloche, prévios a chegada dos colonizadores brancos. Em meados do século XVII e início do século XVIII, a zona foi objeto de viagens dos missionários do Chile, entre os que se contam estão os padres: Diego Rosales, Nicolás Mascardi, Felipe Laguna e Juan José Guillelmo. O primeiro homem branco que chegou à região vindo das regiões próximas ao Atlântico foi o Dr. Francisco Pascasio Moreno, que na época tinha 23 anos.

A fundação da cidade deu-se em 1895, quando um imigrante alemão, Karl (Carlos) Wierderhold, criou ali um armazém. Em 1902, tornou-se a cidade de San Carlos de Bariloche. Sua arquitetura, principalmente na área central, lembra a de cidades alemãs e austríacas.



GEOGRAFIA

Bariloche está situada numa micro-zona climática e de vegetação de floresta temperada. Seu clima é temperado, influenciado pela proximidade dos Andes, e suas florestas se mantêm graças à abundância de água dos grandes lagos glaciais, como o Nahuel Huapi. No inverno (junho a agosto), as temperaturas caem abaixo de zero e a maior quantidade de neve nas montanhas mais altas dá início à temporada de esqui. Afastando-se poucos quilômetros para leste da cidade, porém, o clima se torna mais seco, surgindo a fria estepe da Patagônia, com sua vegetação de gramíneas cada vez mais esparsas, até que a paisagem se torna a de deserto.



DESERTO

A principal atividade econômica de Bariloche é o turismo. Além das montanhas onde se podem praticar esqui e "snowboard" (Cerros Catedral e Tronador) destacam-se o Parque Nacional Nahuel Huapi, a travessia dos lagos andinos até o Chile, a Isla Victoria (no lago Nahuel Huapi), a região de El Bolsón (ao sul da cidade), a Colonia Suiza (em meio a bosques, na qual se situa um museu que conta a imigração suíça para a região) e os percursos turísticos chamados Circuito Chico e Circuito Grande, com paradas em vários pontos de onde se têm vistas panorâmicas dos bosques e montanhas ao redor da cidade. Seu comércio voltado para o turismo é principalmente de artigos de lã, couro e chocolates. Para os interessados em turismo de aventura, há opções de "rafting", cavalgadas, "parapente" e ciclismo de montanha.



TRASPORTES

A cidade tem um aeroporto, o Aeroporto Internacional Teniente Luis Candelaria que está equipado para receber jatos, e opera voos domésticos e internacionais para países vizinhos. Por rodovia, fica a 1638 km ao sul da capital argentina, Buenos Aires. Liga-se ao Chile por rodovia (cerca de 130 km até a fronteira, e mais 115 km até a cidade chilena de Osorno), havendo a opção, para turistas, de travessia em percursos alternados entre barcos e ônibus, num passeio conhecido como Cruce de Lagos, até Puerto Montt.

.

29 de Março de 2011

A reconstrução da velha ponte da Ilha de Moçambique, em frente ao Palácio


A ponte que dá para a praça em frente ao Palácio, na Ilha de Moçambique, é um lugar mítico para muitos de nós, que lá nascemos e vivemos. A infância e a juventude de uma diáspora espalhada pelo mundo é bem recordada no nosso espírito. Crescemos neste ambiente único. Quando chegavam os navios de passageiros era nesta ponte que os 'nahotas' dos gasolinas deixavam as pessoas e as mercadorias, pois a alfândega era ao lado. Também daqui se partia para o lado continental, Lumbo, Mossuril, etc.

A ponte serviu para tudo: passear, brincar, pescar, namorar, estudar, descansar, conversar e um longo etc. Muitos casais aqui iniciaram os seus amores.

Entretanto, após a independência de Moçambique, a ponte começou a degradar-se por falta de uso e devido às inclemências naturais que sofreu, incluindo um ciclone.

Mas houve vontade de a reerguer, de a reconstruir e surgiram os mecenas que ajudaram nessa enorme tarefa. É com prazer que apresento este post da reconstrução da nossa ponte. Ficou ainda mais bonita, apesar de diferente. Irá fazer parte da memória de muitos outros.

A PONTE JÁ EM FASE DE SE DETERIORAR  POR FALTA DE USO
E PELA INCLEMÊNCIA DA NATUREZA.
- ANOS 80 E 90

 
Fonte desta imagem, aqui.
Não sei quem são os autores das fotos anteriores,
mas se me informarem terei muito gosto em atribuir o respectivo crédito.


A RECONSTRUÇÃO DA PONTE

Fotos de cima e de baixo, de Carlos Cruz.
Sua página no Facebook, aqui.
A ponte em reconstrução, 2006.


As fotos abaixo são de Victor Fernando Gomes Rodrigues.
Sua página no Facebook, aqui.
A ponte a ser reconstruída.
Fotos tiradas em Janeiro / Fevereiro de 2011.



 Entretanto, sabemos que as obras já terminaram
e que a ponte está completamente reconstruída.

Os meus agradecimentos:
- ao Victor Fernando Gomes Rodrigues
- ao Carlos Cruz
- à Ema Cheong Diniz
- Ao Ma-schamba


ADENDA AO POST FEITO NO DIA 30 MARÇO COM
FOTOS GENTILMENTE CEDIDAS PELO AMIGO
MÁRIO FERNANDO RIDE
Sua página no Facebook, aqui.

 Este era um dos «gasolinas» que transportavam os passageiros,
quer dos navios que passavam pela ilha, quer para fazerem ligações ao continente.

«Gasolinas» atracados na ponte (anos 50) com passageiros
a desembarcarem e outros a aguardarem embarque.
No «gasolina» da direita vê-se dois homens: um seria o «nahota» (comandante) e o outro, o ajudante.

.

O widget «gosto» do Facebook nos nossos blogues



Há vários meses que tenho na barra lateral direita uma chamada de atenção que diz assim «Se está no Facebook e gosta do blogue, seja amigo e clique aqui». Este widget do Facebook foi sendo clicado ao ponto de ter ultrapassado as 550 pessoas. Nem imaginam o quanto gostava desta aplicaçãozinha, pois era sinónimo de apreço por este blogue, o que deixava a minha Lua em Sagitário muito feliz [respeito e reconhecimento dos outros pela voz deste espaço]. E, muito agradecido a quem clicava. Muito, mesmo.

Na semana em que Úrano [assuntos rompantes, inesperados] entrou Áries/Carneiro (Ponto Cardinal) [muito sensível],  iniciou uma quadratura à minha Vénus natal [afectos, gostar, valores] em Câncer/Caranguejo [emoções, nutrição] - de um momento para o outro, os mais de 550 amigos que estavam no widget simplesmente desapareceram, excepto o meu próprio nome.

Muito mal comparado, é como se tivesse subitamente terminado uma relação. Ou muitas relações. Agora, a recomeçar tudo do princípio, num dos widgets que mais gosto da internet.

.

28 de Março de 2011

Planetas retrógrados em 2011


Os dias indicados são TMG.

Mercúrio retrógrado:
- Próximos movimentos: De 31 Março (24º 20') a 22 Abril (12º 44') sempre em Áries/Carneiro.
- E de 3 Agosto (01º 12' Virgem) até 26 Agosto (18º 42' Leão).

Júpiter retrógrado - 30 Agosto em Touro (10º 21´) até 25 Dezembro (0º 22')

Saturno continua retrógrado até 12 de Junho, em Balança.

Neptuno retrógrado - em 2 Junho quando começa o seu habitual e anual movimento retrógrado, que o levará de novo a sair de Peixes, e entrar novamente em Aquário, no dia 8 Agosto e só a 9 Novembro termina o seu movimento retrógrado, voltando para Peixes só em 4 Fevereiro 2012, onde permanecerá durante vários anos.

Úrano retrógrado - inicia este movimento a 10 de Julho (4º 34´) até 9 de Dezembro (0º 39´) sempre em Áries.

Plutão retrógrado - inicia este momento a 9 de Abril (7º 30') até 16 de Setembro (4º 53') sempre em Capricórnio.

Quíron retrógrado - inicia este movimento a 9 de Junho até 10 Novembro (0º 39') sempre em Peixes.

O que são 'planetas estacionários'? Veja aqui.
[Obrigado, Hanah, por me recordar este texto.]

.

24 de Março de 2011

José Sócrates, o mapa de Portugal e os trânsitos da sua demissão do cargo de 1º ministro de Portugal [Apontamentos astrológicos]

José Sócrates
6 Setembro 1957 - 21h45
Vila Maçada, Alijó, Portugal
[41 N 19 - 7 W 33]
 [Deixo os dados de José Sócrates e as coordenadas de Vila Maçada,
para facilitar a vida aos estudantes de astrologia.]

Os trânsitos de José Socátres

José Sócrates pediu a demissão do cargo de 1º ministro de Portugal ao Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, em Lisboa, no dia 23 Março 2011, pelas 20h30, após toda a oposição, sem excepção, na Assembleia da República Portuguesa (Lisboa), ter votado  nessa tarde contra o PEC IV. Parecendo uma cena concertada de todos os partidos políticos. O país, em plena crise económica e financeira desde 2008, entrou também, em crise política, sendo necessárias novas eleições legislativas que custarão aos cofres do Estado qualquer coisa como 18 milhões de euros.

Antes que me acusem de coisas e lousas, afirmo já que esta situação não me deixou feliz, pois foi bem visível a quem acompanhou os discursos na Assembleia da República e os speechs posteriores dos políticos da oposição, após a demissão de José Sócrates, que se tratou de abater e encurralar o homem para assim tentarem abocanhar, em breve, os 'cornos do poder'. Foi o acto mais despudorado, da direita à esquerda, de um golpe palaciano contra quem, legitimamente, ganhou as últimas eleições. É o lado obscuro e trágico da democracia, a funcionar no seu submundo mais sombrio. A diferença com países não democráticos, como a Líbia, é que não foi necessário contratarem mercenários para matarem indiscriminadamente. Foi tudo feito a coberto das leis, mas de forma mancomunada.

As próximas eleições deverão ser em fins de Maio, princípios de Junho, e o novo governo emergente, quaisquer que sejam os partidos envolvidos, apresentarão outro PEC IV, mesmo que lhe mudem o nome. Talvez avalizado pelo FMI. [Notícias após a demissão de Sócrates, aqui. Preocupante: aqui.]


Olhemos para os seus trânsitos:

Na imagem acima tenho os glifos de Saturno, Plutão e Úrano, como representantes de uma determinada situação. Olhemos para o mapa astrológico de José Sócrates.

Que fique claro que esta pequena análise concentra-se apenas na figura de José Sócrates enquanto pessoa que exercia o cargo de primeiro ministro e não sobre a sua vida pessoal. Comecemos por Saturno em trânsito. Saturno simboliza as regras, obstáculos, forma, contenção, e, por onde anda diz-nos das dificuldades maiores dessa pessoa. Pois Saturno transita pela Casa 6 de José Sócrates. Num mapa astrológico, a Casa 6 simboliza o trabalho do dia-a-dia e a saúde, e pertence às energias de Virgem, onde Saturno se sente sempre muito cómodo a fazer planos, uns atrás dos outros. Foi o que assistimos nos últimos tempos: um constante ataque, um desfazer contínuo das suas medidas, uma crítica permanente. Não teve sossego e espero que saia desta situação com a aprendizagem do que deve e como deve fazer no futuro.

Curiosamente, devido ao actual movimento retrógrado de Saturno, quando chegarmos a Maio/Junho 2011, irá ligar-se à Parte da Fortuna e Júpiter natais, indicando que nas próximas eleições terá uma percentagem de votos favoráveis muito significativa, mas dificilmente ganhará as eleições para formar novo governo. No entanto, sentar-se-á na Assembleia da República como deputado da oposição. E que fará ele, então, tendo este posicionamento astrológico? Com 6 anos de governo (muita experiência do cargo) e sendo um bom orador, sabendo improvisar, sendo ele do signo Virgem com Ascendente em Touro, a persistência será uma tónica. Vai dar luta para desgastar os oponentes. Aguardemos.

Este Saturno em trânsito faz uma semi-quadratura ao seu Plutão natal. Portanto, Saturno a combater o seu poder pessoal. Nunca tinha visto esta característica nos trânsitos de alguém, a funcionar tão exemplarmente. O seu poder (Plutão), enquanto primeiro ministro foi machucado pelo Senhor dos Tempos. Será que Sócrates, enquanto indivíduo, vai aprender a lição? Espero que sim.

A terminar esta parte, resta-me informar que o mesmo Saturno faz uma quadratura ao seu Meio-do-Céu, ponto no mapa que simboliza o reconhecimento dos outros, a carreira pública e a forma como é aceite pelos demais. Um aspecto cármico muito poderoso, diga-se. Foi abatido.

A partir de Agosto de 2012, Saturno entrará na Casa 7 de José Sócrates. Em termos políticos que poderá ocorrer? Esta é a incógnita, pois ver-se-ão favorecidas todas as parcerias. Será um convite para uma tribuna internacional? Será uma nova responsabilidade no país? Em termos afectivos, será um bom trânsito.

Quantidade de deputados distribuídos pelos partidos eleitos.

Úrano ao entrar em Carneiro, na sua Casa 12 veio trazer-lhe uma mexida bem forte. Em termos macros, a Casa 12 simboliza as grandes instituições ou empresas. Que é um governo senão uma grande instituição e organização. É simplesmente o 'patrão' de todo o funcionalismo público. Úrano abalou toda essa estrutura, a pedir uma renovação, ares mais frescos, novas iniciativas. Como está a fazer uma quadratura à Parte da Fortuna de José Sócrates, esse 'potinho de ouro' que todos temos nos nossos mapas,  foi bem abanado. Bastante desafiante.

Plutão (o poder interno de cada um e, neste caso, acrescido pelo real poder do seu cargo) transita pela Casa 9 (o estrangeiro, as Leis, as grandes ideias) de Sócrates, dando-lhe este apoio da Europa, enquanto, internamente é contestado, pois é visto como o mau da fita. Ao estar a fazer uma quadratura a Júpiter natal, obviamente aqui percebe-se o confronto de ideias e ideais, pois Júpiter é o regente da Casa 9 e neste caso concreto, simboliza as Leis. Felizmente, Plutão não lhe faz nenhum aspecto aos seus planetas pessoais (do Sol a Marte).

Como os leitores já possuem os dados necessários, podem analisar mais miudinhamente toda esta situação, sobretudo com os planetas pessoais.


Olhemos agora para o mapa de Portugal

15 Março 1143 - Guimarães, Portugal

O aspecto mais poderoso que o mapa de Portugal está a receber é a conjunção exacta de Úrano em trânsito ao Saturno natal do país. Rebentou em toda a forma com as regras instituídas, atirando este país para a maior crise política e económica desde o 25 de Abril. Fez PUM!!! E estoirou.

Esotericamente, haveria muito a dizer. Muito mesmo. Mudanças de paradigmas. De consciência colectiva. Muito mais, mas neste momento não me parece oportuno enveredar por aí, e é melhor deixar refrescar os ânimos.

Saturno faz uma oposição a Mercúrio. Veja-se o ocorrido ontem na Assembleia da República e percebe-se este trânsito.

.



Anjo Dourado - Campanha de Primavera com 40% de desconto


 Editora Anjo Dourado


Aqui:

23 de Março de 2011

Quantas pessoas podem viver no planeta Terra?

Sir David Attenborough


Quando o documentarista Sir David Attenborough nasceu (1926) éramos pouco menos de 2 biliões de pessoas em todo o planeta. Actualmente a população mundial aproxima-se rapidamente de 7 biliões de pessoas, e isso com um aumento de pouco mais de 2 pessoas por segundo (já descontadas as mortes).

A vida de Attenborough foi em boa parte dedicada ao acompanhamento da vida selvagem, e lamentavelmente esta situação de vida intocável está cada dia mais difícil de ser encontrada. Esta preocupação com o impacto populacional o fez ingressar na organização Optimum Population Trust, que tem como meta avaliar este cenário.

Por volta de 1800 éramos não mais que 1 bilião de pessoas. O acesso ao controle de doenças, diminuição de mortalidade e melhor qualidade de vida causaram uma violenta explosão populacional. Mas a Terra certamente possui um limite físico de produção de recursos.

O primeiro alarme que soa vem da escassez de água em diversos países. Não só este alarme toca, mas outro começa a ser ouvido, o da falta de áreas propícias para a agricultura economicamente viável. E o sinal vem de um fluxo investidores de países desenvolvidos que compram terras em países mais pobres para uma produção exclusivamente voltada para a exportação, sem benefícios desejados para a população local.

Algumas iniciativas de controle populacional infelizmente foram feitas de maneira truculenta e autoritária, criando um fantasma ainda mais assustador de um assunto que incomoda muitos. Poucos gostam de ter alguém dando palpites na sua vida pessoal sobre quantos filhos devem ter. Iniciativas mais inteligentes e planeadas demonstraram, de maneira quase óbvia, que a educação é o factor que mais influencia na decisão de uma família em optar por ter menos filhos. As mulheres saem na dianteira neste poder de decisão, com uma visível tendência em planear melhor a vida antes de ter o primeiro filho.

David Attenborough encerra o documentário «How Many People Can Live on Planet Earth?» (2009)(Quantas pessoas podem viver no Planeta Terra?) comentando que os dados fornecidos podem ser desanimadores e neste caso a melhor maneira de encarar a situação é com o máximo de planeamento feito de maneira racional.

Sobre Sir David Attenborough, aqui.
Documentário «Quantas pessoas podem viver no Planeta Terra?» (2009)




Vídeo 2, aqui.
Vídeo 3, aqui.
Vídeo 4, aqui.
Vídeo 5, aqui.
Vídeo 6, aqui.

.

Comentários temporariamente encerrados

Os comentários deste blogue estarão encerrados nas próximas 2 semanas, dado estar a ser submetido a um verdadeiro ataque de 'spams' em posts antigos, que já provocaram sérios problemas ao blogue e trouxeram vírus indesejados.

Exemplo dos milhares de 'spams' que entraram no Cova do Urso:

«wonderful issues altogether, you simply received a brand new reader. What might you recommend in regards to your post that you just made a few days ago? Any certain?

Here is my homepage - [segue-se o endereço do site deles]»



.
 photo cabeccedilalhodobloguered-red_zps4498de51.jpg
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Estudar astrologia online

Nova-Lis 1

Photobucket
Designed by Alberto Knewitz
Sua página no Facebook
Seu blogue «Alberto_K»

Estamos no Facebook








.

Estamos no Google+

Google+ Badge

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Social links

Pintarest

YouTube

 photo LinkedIn_zpsd3c6c8c6.png

Me Adiciona

tracker

Prezi 1 photo prezi_vertical_zps6cf09404.png

PageRank

Este blog possui atualmente:
Comentários em Posts!
Muito obrigado

ASPAS

Aspas reduzido 3
Clique no logótipo para
aceder ao site.
Clique aqui para ir ao blogue.

SAPO ASTRAL

Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Beloved bloggers

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogues

Slow Blog

Clique aqui para saber o que é o «Slow Blog», apresentado por Luma Moraes, no seu excelente blogue «Luz de Luma, Yes Party». O 'Cova do Urso' está a entrar neste processo de abrandamento de postagens.

Subscrever por aqui

Pode clicar neste contador azul, para subscrever os nossos posts.

Slideshow

Loading...

Extremetracking

eXTReMe Tracker

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Seguidores

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!


O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.


1º post do blogue, clicar aqui.


 photo Cova-do-Urso_zpsf37879f4.jpg

Slides da ilha de Moçambique

covadourso's Ilha de Mocambique album on Photobucket

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Tecnologia do Blogger.

Mapa natal do Cova do Urso

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post, clicar aqui.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2013
 
Blogger Templates